Momento Destaque

Com origens ligadas intimamente a Cuiabá e conhecida como “terra de Rondon” Santo Antonio de Leverger comemora hoje 121 anos

Publicados

em

De valor imensurável em formação cultural, econômica e social, Santo Antônio de Leverger, municipio distante de Cuiabá, apenas, 34 quilômetros,  celebra 121 anos neste domingo (13).

Internacionalmente conhecida como cidade natal de Marechal Cândido Rondon, o município define ainda a história política de Mato Grosso.

As origens de Santo Antônio de Leverger estão intrinsicamente ligadas às de Cuiabá. Na descoberta das minas de ouro por Miguel Sutil, uma expedição passava pelo rio. Conta-se que um dos batelões ficou preso nas águas, e por superstição, os paulistas deixaram uma imagem de Santo Antônio, onde hoje fica o município.

“Outra monção passou por aquele lugar e quis levar a imagem de Santo Antônio. O fenômeno de impedimento da viagem se repetiu. Os paulistas levantaram, então, uma primitiva capela, que não mais existe. Era sóbria e elegantemente original”, diz relatos do site da prefeitura de Santo Antônio.

A princípio, foi distrito de Cuiabá, em 26 de agosto de 1835, com a denominação de Santo Antônio do Rio Abaixo. Só foi elevado à categoria de cidade em 2 de setembro de 1929, porém, o nome Santo Antônio de Leverger só veio em 30 de setembro de 1948.

Leia Também:  Sesp realiza leilão de veículos apreendidos em tráfico; uma aeronave também está disponível para lances

O nome da cidade foi uma homenagem ao francês Augusto João Manoel Leverger – o Barão de Melgaço -, que dedicou grande parte de sua vida a Mato Grosso, ao explorar as terras. Comandante e defensor do solo mato-grossense, lutou na Guerra do Paraguai. Inclusive, a sua posição estratégica em relação ao Rio Cuiabá garantiu a segurança da capital durante a guerra.

Com seus 16 mil habitantes, segundo o censo de 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Santo Antônio é uma cidade peculiar, com pacato clima de interior e onde todos se conhecem.

A pesca é o serviço essencial do município, importante registro cultural. Em 2018, o salário médio mensal era de 2.2 salários mínimos. A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 13.7%. Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 87 de 141 municípios.

Além disso, município conta com um dos mais altos morros do estado: o morro de Santo Antônio, que possui 500 metros acima do nível do mar. Inclusive, lá que foram montados pontos de observação durante a Guerra do Paraguai.

Leia Também:  Guiratinga comemora 88 anos com parcerias estaduais em infraestrutura, saúde e segurança

Na baixada cuiabana, Santo Antônio preserva os grupos folclóricos, com apresentações de siriri e cururu durante a festa do santo padroeiro da cidade.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria e GD)

Momento Destaque

Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania realiza webinário para discutir ações de enfrentamento no combate à violência contra a mulher

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) realiza, através da Secretaria Adjunta de Direitos Humanos, em parceria com a Associação para Desenvolvimento Social dos Municípios de Mato Grosso (APDM-MT), o Webinário “Agosto Lilás – Mato Grosso no combate à violência contra a mulher”.

O evento, que marca o lançamento da campanha que leva o mesmo nome, será realizado na terça-feira (10.08), a partir das 14h. O objetivo é alertar a população sobre a relevância do tema, e principalmente no combate e prevenção à violência contra mulheres.

A transmissão do evento pelo canal da APDM-MT no YouTube com transmissão simultânea no canal Setasc Comunica. A abertura do Webinário contará com a participação da secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, e da presidente da APDM, Scheila Pedroso.

Dentre várias convidadas, o evento contará com a participação da desembargadora Maria Erotildes Kneip, da Coordenadoria Estadual da Mulher (CEMULHER), e de Sandra Raquel, da Associação de Mulheres do Estado de Mato Grosso.

Entre os temas abordados estão: A importância do Poder Judiciário no fortalecimento da Rede contra a Violência Doméstica; O papel do Núcleo de Defesa da Mulher da Defensoria Pública na proteção às mulheres e Relatos de superação – Antes e depois da Violência Doméstica.

Leia Também:  Guiratinga comemora 88 anos com parcerias estaduais em infraestrutura, saúde e segurança

Dados

O balanço divulgado pelo Ministério dos Direitos Humanos (MDH) mostra que, por meio do Ligue 180, canal para denúncias de violência contra a mulher, foram recebidas 72.839 notificações somente no primeiro semestre de 2021. A violência física foi o crime mais registrado no período, com 34 mil casos, seguido da violência psicológica, com 24.378, e da violência sexual, totalizando a 5.978 casos.

O “Agosto Lilás” é uma campanha de conscientização pelo fim da violência contra a mulher e foi criada em referência à sanção da Lei Maria da Penha (Lei Federal nº 11.340/ 2006), assinada no dia 7 de agosto e que está completando 15 anos.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA