Momento Destaque

Coritiba x São Paulo empatam no Couto Pereira neste domingo em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro

Publicados

em

Tudo igual no Couto Pereira. Coritiba São Paulo empataram, na tarde deste domingo(04), por 1 a 1, em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Robson fez o gol do Coxa. O Tricolor empatou com Reinaldo, batendo pênalti.

O resultado é ruim para as duas equipes. O São Paulo chega a 20 pontos e caiu para a quinta posição, santo do G4 do Campeonato Brasileiro. O Coritiba, com 12 pontos, não saiu da zona de rebaixamento e está na 17ª colocação, abrindo a zona da degola.

TABELA DO BRASILEIRO

As duas equipes voltam a jogar na próxima quarta-feira, dia 7, em partidas válidas pela 14ª rodada do Brasileirão. O São Paulo recebe o Atlético-GO, no Morumbi, às 20h30. Já ás 19h15, a bola rola para Grêmio e Coritiba na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Tudo igual no Couto Pereira. Coritiba São Paulo empataram, na tarde deste domingo, por 1 a 1, em partida válidapela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Robson fez o gol do Coxa. O Tricolor empatou com Reinaldo, batendo pênalti.

CORITIBA ABRE O PLACAR NO COMEÇO COM UM GOLAÇO

O jogo começou com o São Paulo buscando mais o ataque, enquanto o Coritiba explorava os contra-ataques nas costas dos laterais da equipe paulista. E a estratégia do Coxa deu certo logo no começo. Aos cinco minutos, Juanfran vacilou e fez falta perigosa. Na cobrança, Robson acertou no ângulo e abriu o placar para os paranaenses.

SÃO PAULO MARCA, MAS É ANULADO POR IMPEDIMENTO

Com o gol sofrido, o São Paulo buscou mais o ataque, mas esbarrava na forte marcação do Coritiba, que fechava bem os espaços na frente de sua área. Aos 12 minutos, Pablo subiu de cabeça, mas Wilson encaixou com facilidade. Aos 14, William Matheus invadiu a área e pediu pênalti de Diego Costa. O árbitro mandou seguir a partida.

Leia Também:  Caixa Econômica inicia nesta segunda-feira(19) pagamento da segunda parcela do auxilio emergencial para inscritos no Bolsa Família

Já aos 16 minutos, o Tricolor teve um gol anulado por impedimento. Pablo recebeu lançamento e saiu na cara do goleiro. Ele chutou, Wilson defendeu e no rebote Luciano completou para o gol. A arbitragem assinalou impedimento, confirmado após a checagem do VAR. Sem criatividade, o São Paulo só chegou com real perigo de novo aos 37, quando Luciano cruzou para Sara desperdiçar chance ao concluir para fora.

MAIS UM GOL ANULADO DO TRICOLOR

O São Paulo voltou com duas mudanças no intervalo: Brenner no lugar de Tchê Tchê e Vitor Bueno na vaga de Pablo. Com dois atacantes, a equipe atacava por meio de cruzamentos buscando a dupla de ataque. Foi numa cobrança de falta que o Tricolor assustou. Aos sete, Dani Alves bateu e a bola passou por cima.

O jogo continuou com o São Paulo pressionando e o Coritiba se defendendo. Aos catorze, Brenner aproveitou rebote de chute de Luciano e completou para o gol. Porém, a arbitragem marcou impedimento do camisa onze são-paulino. No contra-ataque do gol anulado, quase Robson ampliou para os paranaenses, mas a bola foi para fora após chute de fora da área.

SÃO PAULO EMPATA DE PÊNALTI

Com a equipe paulista pressionando, era questão de tempo até o gol de empate. E ele veio aos 23 minutos. Daniel Alves bateu falta, e a bola acabou tocando no braço de Hugo Moura. Pênalti para o São Paulo. Reinaldo bateu e empatou a partida no Couto Pereira.

Leia Também:  Bahia dá show de bola no Pituaçú nesta segunda de virada vence o Atlético Mineiro por 3 x 1 e respira na tabela de classificão do Brasileiro

O Tricolor quase chegou a virada aos 27 minutos. Daniel Alves chutou de fora da área e Wilson espalmou, fazendo uma bela defesa. A pressão são-paulina continuou. Reinaldo cruzou, Wilson tirou, mas Luciano não conseguiu aproveitar a sobra. Aos 37 minutos, Juanfran recebeu na entrada da área e bateu cruzado. A bola desviou na zaga do Coxa e foi para fora com perigo.

O São Paulo tentou a pressão no fim do jogo, mas não conseguiu a vitória. Vitor Bueno ainda teve uma chance após escanteio aos 50 minutos, mas sem sucesso.

CORITIBA X SÃO PAULO

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Data/Horário: 4/10/2020, às 16h

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa/RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (CBF/RJ)

VAR: Wagner Reway (PB)

Cartões amarelos: Robson, Hugo Moura (Coritiba), Juanfran, Luciano, Gabriel Sara (São Paulo)

Gols: Robson (05′ 1ºT), Reinaldo (23’2ºT)

CORITIBA

Wilson; Jonathan, Rodolfo Filemon, Sabino e William Matheus; Hugo Moura, Matheus Sales, Ramon Martínez (Matheus Bueno, aos 18’2ºT) e Guilherme Biro (Luiz Henrique, aos 18’2ºT); Gabriel (Pablo Thomaz, aos 39’2ºT) e Robson. Técnico: Jorginho.

SÃO PAULO

Tiago Volpi, Juanfran (Igor Vinicius, aos 38’2ºT), Diego Costa, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê (Brenner, Intervalo), Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes (Toró, aos 38’2ºT); Pablo (Vitor Bueno, Intervalo) e Luciano (Tréllez, aos 49’2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com terra)

Momento Destaque

Conselho de Ética do Senado propõe que Senador “Cuecão” deveria se licenciar do mandato para tentar esclarecer real na cueca

Publicados

em

O senador Jayme Campos,  presidente do Conselho de Ética do Senado, afirmou nesta segunda-feira(19) que o colega,  Chico Rodrigues(foto) deveria se licenciar do mandato por 121 dias, para esclarecer a verdade sobre o dinheiro encontrado na cueca do parlamentar.

Chico Rodrigues foi flagrado por policiais federais com R$ 33 mil na cueca, na semana passada. O dinheiro foi apreendido durante operação, que cumpriu mandados de busca e apreensão em sua residência.

Após a polêmica, partidos políticos protocolaram representação no Conselho de Ética no Senado, com objetivo de cassar o mandato do parlamentar. Na ocasião, Jayme demonstrou que Chico deveria se afastar do cargo.

“Se eu fosse Chico Rodrigues eu pediria uma licença por 121 dias para não ter nenhuma dúvida de que ele quer, de fato, esclarecer a verdade. E a verdade, com certeza, será na medida em que este inquérito poderá transformar em processo e ele, o que alega na própria representação, poderá certamente tentar coagir do exercício do mandato alguma pessoa ou outra, quem quer que seja, para que naturalmente não seja retratada a verdade”, disse Jayme.

Leia Também:  Força Tática frustra roubo em supermercado, prende um e outro morre em confronto em Rondonópolis

A representação será encaminhada à Advocacia-Geral do Senado. “É humanamente impossível, você não pode, em hipótese alguma, votar remotamente uma matéria tão importante como a cassação ou possível cassação ou alguma pena que possa receber o senador Chico Rodrigues”, afirmou.

Vice-líder do governo no Senado, Chico Rodrigues, foi alvo de operação da Polícia Federal no último dia 14, em Boa Vista. No flagrante,  escondeu dinheiro na cueca durante a abordagem dos policiais.

A investigação, sob sigilo, apura desvios de recursos públicos destinados ao combate à pandemia de covid-19, oriundos de emendas parlamentares. A ordem de busca e apreensão foi autorizada pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso.

Foram encontrados R$ 30 mil dentro da cueca do vice-líder do governo. Ao todo, os valores descobertos na casa do senador chegariam a R$ 100 mil.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA