Momento Destaque

Em bom jogo na Vila Belmiro Santos e São Paulo empatam clássico em 2 x 2 neste sábado com novato artilheiro, apagão e “minimíssil”

Publicados

em

Santos e São Paulo ficaram no empate por 2 a 2 na noite deste sábado(12), na Vila Belmiro, num ótimo clássico que teve de tudo: falhas dos dois lados, artilharia do novato Gabriel Sara, um apagão de 17 minutos no estádio e o “minimíssil” decisivo de Marinho, que decretou o resultado.

Os rivais perdem a chance de encostar no líder Internacional, que joga neste domingo(13), mas mostraram qualidades que tornaram o jogo bastante atrativo. O Tricolor ficou duas vezes à frente no placar, e o Peixe buscou em ambas. O São Paulo continua invicto em clássicos na temporada. O Santos continua sem vencê-los.

Poupado no início do jogo por causa da sequência que o Santos vem enfrentando, Marinho entrou só na metade da segunda etapa e resolveu logo de cara, num “minimíssil” de muito longe, que teve a colaboração de Tiago Volpi (o goleiro montou mal a barreira e falhou na tentativa de defesa). Marinho chega a sete gols no Brasileirão, colado em Thiago Galhardo.

Titular recente do São Paulo, o meia vinha sendo contestado pela torcida, mas defendido por Fernando Diniz. No clássico, ele deixou de ser coadjuvante e fez os dois gols do Tricolor: um após pressão em cima de Luan Peres que resultou em roubada de bola, e outro invadindo a área e recebendo passe perfeito de Igor Vinícius.

Leia Também:  Ministério da Justiça atende pedido do Governador de MT Mauro Mendes e vai enviar Força Nacional para ajudar no combate a incêndios no Pantanal

No segundo tempo, a queda de energia na Vila Belmiro paralisou o jogo por 17 minutos. A pausa proporcionou cenas e sons bem detalhados sobre as orientações dos técnicos. Vale assistir à “palestra” de Fernando Diniz ao zagueiro Diego Costa.

Santos e São Paulo voltam a disputar a Libertadores neste meio de semana. O Peixe recebe o Olímpia nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Grupo G. O Tricolor recebe o River Plate na quinta, às 19h, no Morumbi, pela terceira rodada do Grupo D.

 

 

Otavio Vewntureli(da redação)

Momento Destaque

Operação do GEFRON apreende tabletes de cocaína, veículos e barcos causando um prejuízo aos traficantes da ordem de R$ 22 milhões de reais

Publicados

em

O Grupo Especial de Fronteira (Gefron) apreendeu 600 tabletes de cocaína, 4 veículos e dois barcos na madrugada desta segunda-feira (21), na BR-174, em Comodoro, municipio de Mato Grosso.

Ao todo, 5 pessoas foram presas em flagrante pelo crime de tráfico internacional de drogas. Só a carga da droga apreendida, uma quantidade de 652 kg, foi avaliada em mais de R$ 22 milhões.

De acordo com as informações, policiais do Gefron faziam ronda durante a Operação Hórus, com objetivo de desarticular o tráfico de drogas, quando flagrou uma carreta no acostamento de BR-174. Perto da mata, outros 3 veículos foram flagrados, sendo uma Hilux, uma L200 e um Fiat Uno.

Quando se aproximaram, o condutor da Hilux fugiu em alta velocidade, mas acabou perdendo o controle e invadindo um matagal da região. Os ocupantes fugiram para dentro do local e apesar das buscas, não foram encontrados.

No acostamento onde a carreta estava, 5 homens foram abordados e durante revista, polícia encontrou em um compartimento oculto da carreta, 600 tabletes de cocaína, totalizando uma 652,600 kg da droga.

Leia Também:  Bens patrimoniais de todos os candidatos a Prefeito em Mato Grosso começaram a ser avaliados pelo Tribunal Superior Eleitoral(TSE)

Diante dos fatos, polícia deu voz de prisão ao grupo, que acabou autuado por tráfico internacional de drogas. Os carros foram apreendidos e os suspeitos encaminhados à Polícia Federal de Cáceres.

Além da droga avaliada em R$ 22.841.000,00, foram apreendidos ainda dois barcos de alumínio e dois motores, resultando em um prejuízo maior que R$ 23 milhões aos criminosos.

 

 

Otavio Ventureli(com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA