Momento Destaque

Vasco não consegue superar jogo defensivo do Bragantino neste domingo no Rio e não sai do 1 x 1 com destaque para o goleiro Miguel

Publicados

em

Vasco x Bragantino, empataram em 1 x 1 na manhã deste domingo(27), no Estadio de São januário no Rio de Janeiro.

Sem peças importantes como Benítez e Andrey, o Cruz-Maltino careceu no setor de criação, mas conseguiu fazer jogo bem parelho com o jovem time do interior paulista e contou com dia inspirado de seu arqueiro, Fernando Miguel.

O jogo marcou a volta do técnico Ramon Menezes à beira do gramado, após isolamento pela Covid-19.

Logo no início da partida, os donos da casa mostraram que a eliminação da Copa do Brasil faz parte do passado e o foco agora é no torneio de pontos corridos. Aos dois minutos, o Vasco, por intermédio do volante Juninho, cruzou pela esquerda e encontrou o artilheiro Germán Cano que, praticamente sozinho, testou para fora.

No entanto, o verdadeiro caminho do time rumo ao ataque não fora pela esquerda, mas sim pela direita, pelos pés do atacante Vinícius, aposta de Ramon para a partida, aberto pela ponta. Num desses lances, em belo cruzamento, o camisa 49 encontrou Talles Magno, que completou para a rede, mas teve seu gol anulado por estar claramente impedido.

As investidas do time de Bragança Paulista eram concentradas na esquerda. Após a parada técnica, o Massa Bruta voltou melhor que o Vasco; tanto que isso originou um dos lances capitais do jogo: em bola pela direita, o juiz viu – corretamente e sem auxílio do VAR – o volante Bruno Gomes fechar a passagem do cruzamento com um dos braços. Pênalti. O segundo, diga-se, em dois jogos do Vasco.

Leia Também:  Antecedentes: Justiça converteu prisão em flagrante de ex-mister Cuiabá Turismo Michel Bruno em prisão preventiva

Foi aí que começou a brilhar Fernando Miguel. Talvez cauteloso por já ter defendido duas penalidades e tê-las visto voltar, o camisa 1 esperou em cima da linha até o último instante e jogou para escanteio a batida de Alerrandro, rasteira, quase no meio, que, sem tirar os méritos de quem defende, foi mal cobrada.

O jogo estava tão igual que, no intervalo, a posse de bola de ambos era de praticamente 50% e cada um teve 5 finalizações.

No reinício do jogo, semelhante ao que ocorreu no primeiro tempo, o Vasco se impôs, só que, desta vez, colheu frutos aos 4 minutos: pela esquerda, em cruzamento rasteiro, Juninho achou Vinícius, que, fechando, tomou a frente do defensor e só precisou empurrar para o fundo das redes de Júlio César.

Mas sabe aquela história de “não teve tempo nem de comemorar”? Pois bem: saída de bola, coisa de nem 10 segundos depois, Bruno Tubarão levou até a linha de fundo esquerda e cruzou rasteiro para trás, achando Alerrandro. O camisa 9 fez o pivô e rolou na entrada da área para o Lucas Evangelista. Quase sem marcação e de frente para o gol, o meia chapou, colocando a bola no canto direito de Fernando Miguel.

Leia Também:  Bandidos armados e encapuzados invadem residência e sequestram na noite desta segunda(26) apresentador da Rede Record de Roraima

O Vasco da Gama  pareceu sentir o golpe do empate.  Após o tento paulista, o time de Bragança comandou o jogo e esteve bem mais perto da virada do que o Vasco, do desempate.

Aos 31 minutos, Fernando Miguel se tornou definitivamente heroi: Claudinho ganha a jogada no meio e deixa com Tubarão na esquerda, partindo num contra-ataque de dois atacantes contra um zagueiro. Assim, o atacante achou Alerrandro, completamente livre na entrada da área, que bate mal e para no arqueiro vascaíno.

Nitidamente, com a aproximação do final do jogo, os dois times demonstraram cansaço no surrado gramado de São Januário. Nessa altura da partida, a sensação térmica já chegava aos 36º​C.

Bastou caminhar para a conclusão da partida. Com um ponto para cada um, o Vasco chega aos 18 e alcança momentaneamente a 4ª posição. Já o Bragantino, com o empate e, agora, seus 11 pontos, não consegue sair da zona de rebaixamento, mas, ao menos, ganhou uma posição, até o momento, e é o 17º colocado.

Momento Destaque

Servidores do IFMT de Campos Novo do Parecis MT supostamente envolvidos em roubalheira e candidata a vereadora são afastados

Publicados

em

Os servidores do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) em Campo Novo dos Parecis MT, supostamente envolvidos em roubalheira que ainda está sendo  investigada pela Polícia Federal a partir da operação Circumitus, por desvios de recursos públicos, foram afastados das ativadades.

A instituição informou o afastamento nesta segunda-feira (26). Após a medida, um procedimento administrativo foi aberto para apurar o caso.

Conforme a Polícia Federal se trata de um esquema criminoso de fraudes e desvio de recursos públicos no instituto nas áreas da educação e infraestrutura. O valor desviado seria de aproximadamente R$ 4,8 milhões.

Além dos servidores, a candidata a vereadora pelo Municipio, Samila Dalva de Jesus Silva(em destaque na foto), também está sendo investigada. A Controladoria Geral havia identificado pagamentos de notas fiscais de um possível fornecimento de gêneros alimentícios no mês de janeiro deste ano para alimentação escolar, sendo que neste período os alunos estavam em período de férias escolares.

Foi constatado ainda que outros produtos também não foram entregues pelas empresas contratadas, porém foram pagos integralmente, causando um prejuízo de R$ 127 mil.

Leia Também:  Fluminense entra no G4 do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Santos na tarde deste domingo no Maracanã pela 18ª rodada

O contrato de manutenção preventiva da infraestrutura do campus também foi vistoriado e apresentou indícios de irregularidades. Os servidores públicos estariam exercendo pressão sobre responsáveis pela fiscalização de contratos para liquidação e pagamento de notas fiscais, muitas vezes sem que se verificassem a execução completa do respectivo serviço ou fornecimento de material.

A instituição reforçou ainda o combate à corrupção e que está cooperando com as investigações. As denúncias também estão sendo apuradas pela Corregedoria do IFMT. Convém salientar que  corrupção e roubalheira de dinheiro público se combate com cadeia. Colocar por longos anos na “cheirosa” os responsáveis por tanta ladroagem no País. Ninguém aguenta mais tanto cinismo.

“O IFMT e a equipe do Campus Campo Novo do Parecis estiveram e estão à disposição das autoridades para colaborar com as investigações, e reafirmam o  seu compromisso com o combate à corrupção e respeito à transparência, à legalidade e à lisura nas suas contratações, que estão disponíveis para consulta da comunidade”, diz trecho da nota da instituição.

Leia Também:  ex-mister Cuiabá é preso após atirar em policial militar em confusão registrada na madrugada desta segunda(26) na Naun Garden

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA