Momento Destaque

Em Lucas do Rio Verde MT cerca de 1.455 eleitores não poderão votar em 15 de novembro por não realizarem o cadastramento biométrico

Publicados

em

Em Mato Grosso, 168.022 eleitores, de 33 cidades do Estado, não poderão votar nas eleições municipais e suplementar que acontecem, este ano, no dia 15 de novembro.

Os eleitores estão impedidos porque não realizaram o cadastramento biométrico e estão com o título cancelado. Somente em Cuiabá, mais de 85 mil eleitores não poderão participar do pleito.

A segunda cidade com o maior número de títulos cancelados é Várzea Grande (35.617), seguida de Rondonópolis (11.037), Sinop (10.382), Primavera do Leste (3.462), Pontes e Lacerda (2.604), Poconé (2.060), Nova Mutum (1.630), Lucas do Rio Verde (1.455), Jaciara (1.411), Rosário Oeste (1.249), Santo Antônio do Leverger (1.003), Campo Verde (964), Nobres (770), Nossa Senhora do Livramento (705), Barão de Melgaço (703), Chapada dos Guimarães (701), Jangada (619), Nortelândia (408), Nova Santa Helena (404), Cocalinho (343), Nova Brasilândia (292), Campos de Júlio (250), Acorizal (227), Araguaiana (225), Torixoréu (213), Indiavaí (135), Luciara (134), Ribeirãozinho (134), Planalto da Serra (127), Vale de São Domingos (126), Serra Nova Dourada (113), Araguainha (49) e Ponte Branca (36).

Leia Também:  Covid-19: Brasil terá menos casos do que no pico, mas o suficiente para colapso

De acordo com o TRE-MT, outros 116.325 eleitores de 53 municípios que também estariam impedidos de votar por conta do cadastramento biométrico, poderão votar normalmente após resolução do Tribunal Superior Eleitoral.

Já os eleitores que perderam o prazo para o cadastramento biométrico e tiveram o título cancelado só poderão se regularizar perante a Justiça Eleitoral após as eleições.

Aqueles que quiserem consultar sua situação podem acessar o site do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

Momento Destaque

Polícia começa nesta terça a investigar morte de homem encontrado nu e sem vida sem sinais de violência mas com muito sangue na casa

Publicados

em

A Polícia Civil de Sorriso, em MatoGrosso, começa a investigar nesta terça-feira(1º) a morte de um homem  identificado como Evandro Alencar Orsolin, de 45 anos, encontrado morto no começo da manhã desta segunda-feira (30), dentro de sua casa, no Centro da cidade.

O Corpo da vítima não tinha sinais de violência, mas havia muito sangue na casa. A causa da morte deverá ser conhecida após exames preliminares no IML.

De acordo com as informações, testemunha relatou que não via a vítima desde a sexta-feira (27), quando fizeram o último contato. Pela manhã, por volta das 8h, ao ir na casa, encontrou o corpo de Evandro, caído nu em um dos cômodos.

Ele estava sozinho e havia muito sangue pelo local. Corpo de Bombeiros foi acionado e constatou a morte. Perícia isolou a cena da morte e a Polícia Civil acionada.

Por enquanto, não há informações sobre o que causou a morte de Evandro. Ele fazia uso de medicamento, mas tudo está sendo investigado.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Leia Também:  Boletim da tarde deste domingo(29) da SES MT registra 103 novas confirmações de coronavírus com 127 internações em UTIs públicas
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA