Momento Destaque

ex-Deputado estadual MT e Pastor morre na tarde deste sábado(12) após 16 dias entubado na UTI do Hospital Metropolitano em Várzea Grande

Publicados

em

O ex-deputado estadual, ex-vereador, ex-presidente do Democracia Cristã e pastor da igreja Família em Cristo Milton Rodrigues, 60, morreu em decorrência do novo coronavírus (Covid-19) na tarde deste sábado (12). Ele estava internado no Hospital Metropolitano de Várzea Grande, onde ficou por 16 dias.

Atualmente, Milton trabalhava no gabinete no deputado Eliseu Nascimento (DC). O parlamentar publicou uma nota de pesar nas redes sociais: “Sentimento de dor e perca de um grande amigo, um grande pai de família, um grande assessor, um grande político que nos deixa por falecimento decorrente a Covid-19, Milton Rodrigues”, disse.

Milton foi internado no último dia 28 de agosto, entubado, e seu estado se agravou. Ele precisou passar por sessões de hemodiálise, mas os resultados foram de pouca melhora. “Nossa família e nossos assessores deseja o descanso merecido ao nosso amigo Pastor Milton Rodrigues, que Deus o receba no Reino do Céu e que la de cima tende a olhar por todos nós aqui na terra”, completou Eliseu.

Leia Também:  Bandidos que participaram de assalto a uma idosa e filha foram mortos nesta segunda-feira(21) em troca de tiros com a Polícia Militar

Em 2018, Milton chegou a concorrer novamente pela vaga de deputado estadual, mas não foi eleito. Ele ocupava o cargo de  Assessor Adjunto da 1ª Secretaria na Assembleia Legislativa desde o dia 20/08/2019.

Até este sábado (12), Mato Grosso registrou 105.202 casos do novo coronavirus e 3.111 óbitos pela doença. Foram 18 nas últimas 24 horas.

Oavio Ventureli(da redaão com olhardireto)

 

 

Momento Destaque

Relação de bens de candidatos ao senado na suplementar apresenta o “Rei dos Porcos” como o mais rico com patrimônio de R$ 158 milhões

Publicados

em

O empresário Reinaldo Moraes(foto), conhecido como o “Rei do Porco”, é o candidato mais rico na disputa à eleição suplementar ao Senado, que será realizada em 15 de novembro.

Os dados estão nas declarações de bens divulgadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), até esta quinta-feira (24).

De acordo com os dados apresentados à Justiça Eleitoral, Moraes possui um patrimônio de R$ 158.211 milhões.  Entre os bens há ações em várias empresas, como Capital Social Empresa LCZSPE empreendimentos e Participações, no valor de R$ 77.129 milhões.

Ainda consta capital social nas empresas Suinobras Ltda (R$ 22 milhões), Frango Natura Indústria, Comércio e Exportação de Carnes e Derivados Ltda (R$ 14.225 milhões), AFAC – KCP – Empreendimentos Inc.E Const Ltda (R$ 8.412 milhões), entre outros, como residências, prédios e aeronave.

Já o advogado Euclides Ribeiro declarou ter R$ 22.365 milhões. Entre os maiores valores estão ações da empresa Lar Participações S/A no valor R$ 5.099 milhões.  O candidato também possui uma residência no condomínio Florais no valor R$ 2.8 milhões, aplicações de R$ 2.7 milhões na XP Investimentos.

Leia Também:  Bandidos que participaram de assalto a uma idosa e filha foram mortos nesta segunda-feira(21) em troca de tiros com a Polícia Militar

Outra novata em disputa, a tenente-coronel Rubia Fernanda  declarou ter R$ 1.661 milhão. O valor é referente a uma casa no Alphaville no valor de R$ 1.5 milhão e dois carros, além de depósito bancário.  Já o ex-deputado federal Nilson Leitão diz ter R$ 863.8 mil. Entre imóveis, carros e aplicações bancárias.

O deputado estadual Elizeu Nascimento declarou ter R$ 421 mil, Feliciano Azuaga  com R$ 170 mil e o procurador Mauro  R$ 221 mil.

Já o ex-governador Pedro Taques, que disputa a eleição suplementar ao Senado, ficou 64% “mais pobre” em 6 anos. A informação consta em sua declaração de bens entregue à Justiça Eleitoral.   Em 2014, quando Taques disputava o governo, a sua declaração era de R$ 1 milhão.

Hoje, segundo as informações declaradas pelo próprio candidato, ele possui apenas R$ 359.4 mil, referente a  53% do valor de um apartamento que foi vendido no valor de R$ 600 mil.

Ainda falta declarar bens o deputado federal José Medeiros, deputado estadual Valdir Barranco  e o senador interino Carlos Fávaro.

Leia Também:  Esposa de mafioso ligado ao PT e alvo da PF é assessora do senador biônico Carlos Fávaro que afirma ter demitido a mulher até que tudo se esclareça

 

 

Otavio Ventureli(com ascom)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA