Momento Destaque

ex-Senador Cidinho, nega, mas ele consultou o ex-Ministro Blairo Maggi se poderia ou nao se filiar ao PSL para somar com Mauro Mendes

Publicados

em

O ex-Prefeito de Nova Marilândia MT e ex-senador Cidinho Santos garante que o ex-ministro da Agricultura Blairo Maggi não teve qualquer influência em sua filiação no Partido Social Liberal, mas fonts ligada aos dois politicos, que preferiu não se identificar, assegurou que Cidinho consultou, sim, seu padrinho  Blairo sobre a filiação.

Há quem afirma que Blairo aceitou as ponderações de Cidinho mas que não as engoliu. Como se sabe, a tendência natural do ex-Ministro é apoiar uma eventual candidatura do atual Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, cuja administração desde o primeiro mandadto vem atolada em denúncias de desmandos e bandalheire.

Aparecido(cidinho) afirma que a decisão foi tomada a fim de auxiliar o governador Mauro Mendes, levando a agremiação para a sua base aliada.

Isto porque, além de migrar do PL para o PSL, ele ainda assumiu a presidência regional da sigla, com o intuito de reestruturar o partido para o pleito do ano que vem.

“Em uma conversa recente com o governador Mauro Mendes, a gente entendeu que poderia ser interessante eu assumir o partido e trazer para o arco de aliança. Até mesmo porque de quatro deputados estaduais, já vieram dois para a bancada do Governo e estão ajudando a reestruturar o partido aqui no estado. Não sei se ano que vem ele [Mauro] será candidato à reeleição, mas caso venha a ser, a gente tem ai dentro do arco de aliança mais um partido importante”, explicou Cidinho afirmando que somente após tomar a decisão é que informou Maggi.

Leia Também:  Governo entrega equipamentos para doze municípios da região norte de Mato Grosso para fortalecer a agricultura familiar

De acordo com ele, o ex-ministro teria o convidado para se filiar ao Progressistas. “A participação foi zero. Basicamente, o Blairo ficou sabendo da minha filiação no PSL semana passada. Eu passei na casa dele e informei, mas a vontade dele era que eu me filiasse ao partido dele, o PP. Eu sempre fui muito independente, tenho minhas posições. Apesar de que tenho respeito e consideração pelo ex-ministro Blairo Maggi”, disse.

Apesar de toda articulação política, o ex-senador garante que não tem pretensões eleitorais. O seu nome, entretanto, vem sendo ventilado como possível candidato a vice em uma eventual chapa encabeçada pelo governador Mauro Mendes (DEM), que deve disputar a reeleição no próximo ano.

“Eu não tenho vaidade nenhuma de ser candidato ao Senado, de ser candidato a vice-governador. Evidentemente nós estamos dentro de um grupo. Se lá no dia da convenção falta uma pessoa e falar Cidinho seja você, eu sou parceiro, sou companheiro. Eu não sou uma pessoa que estou aí pra trazer problemas para nosso grupo e sim tentar ampliar o nosso arco de alianças, para que o governador Mauro Mendes, em caso de uma candidatura à reeleição, não precise se ajoelhar” concluiu.

Leia Também:  Recadastramento anual dos servidores da Secretaria de Educação é prorrogado até 20 de agosto

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Momento Destaque

A Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) capacita servidores sobre construção e análise de indicadores

Publicados

em

A Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), por meio da Secretaria Adjunta de Planejamento e Gestão de Políticas Públicas, encerrou na manhã desta sexta-feira (30.07) a capacitação “Construção e análise de indicadores”, que teve como público-alvo servidores do Executivo estadual que atuam em áreas estratégicas e de desenvolvimento organizacional. Ao todo, 64 servidores participaram da capacitação.

A ação foi realizada com a parceria da Secretaria Adjunta da Escola de Governo e da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), ao longo desta semana, por videoconferência, e compreendeu seis módulos com aulas teóricas e oficinas práticas.

De acordo com o secretário adjunto de Planejamento e Gestão de Políticas Públicas, Sandro Brandão, a capacitação teve como objetivo proporcionar aos servidores o nivelamento conceitual e prático relacionado ao assunto.

“Essa é uma capacitação inicial, estruturante e voltada para o ensino da construção de indicadores sólidos sobre as ações do Governo de Mato Grosso. Para termos resultados perenes, temos que estruturar muito bem as nossas bases”, comentou Brandão durante a abertura dos trabalhos, na última segunda-feira (26).

Leia Também:  Projeto de adequação do Tribunal de Contas de Mato Grosso à Lei Geral de Proteção de Dados começa nesta quinta-feira
Fonte: GOV MT

 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA