Momento Destaque

Família cobra justiça pela morte de dentista que morreu em um suposto “acidente” de carro mas Políciais encontram marcas de tiros no veículo

Publicados

em

A família do dentista Cleodson Alves Figueiredo Filho, 31 anos(em destaque na foto), cobra justiça, há um ano, pela morte do profissional de saúde.

Em um primeiro momento, foi divulgado pela Polícia Civil que ele havia morrido ao se envolver em um grave acidente, na região do “Mata Cavalo”, na cidade de Nossa Senhora do Livramento, em Mato Grosso.

Porém, após a constatação morte, os policiais encontraram marcas de tiro no veículo da vítima, um Hyundai HB20 e diante disso, surgiu a hipótese do assassinato.

O dentista teria batido em um veículo Renault Oroch. Depois da colisão, os dois carros capotaram e pararam às margens da rodovia. Cleodson chegou a ser arremessado. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do suposto acidente.

No entanto, dias depois do acidente, os policiais descobriram que Cleodson teria adquirido 142 gramas de ouro. Ele teria sido perseguido pelos supostos criminosos que estavam no Oroch. Logo depois da morte do dentista, os ocupantes do Renault fugiram.

Além disso, peritos da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) informaram que foram encontradas três marcas de tiro na traseira do carro da vítima. Diante disso, os familiares acreditam na possbilidade de o dentista ter sido assassinado.

Leia Também:  Bens patrimoniais de todos os candidatos a Prefeito em Mato Grosso começaram a ser avaliados pelo Tribunal Superior Eleitoral(TSE)

“A nossa familia clama por justiça pois grandes são as evidências e linhas de investigaçõs e a polícia não acha os culpados”, disse o primo da vítima, Pedro Damasceno.

O familiar ainda disse que no local dos fatos, foi encontrada uma arma que, possivelmente, seria dos criminosos. O primo da vítima ainda afirma que os agentes da Politec não realizaram os trabalhos essenciais de perícia.

“Os peritos se quer fizeram a perícia no veiculo do meu primo. Acharam a arma dos bandidos que se evadiram do local e não periciaram a arma, pode uma coisa desta? Violaram o local do crime, nem isolaram ou tomaram os cuidados para que fossem preservadas as provas”, afirmou Pedro.

O que diz a Polícia Civil

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Várzea Grande MT. Em comunicado, a corporação informou que as investigações da morte de Cleodson continuam em andamento em inquérito policial instaurado na 3ª Delegacia da cidade.

A assessoria de imprensa informou que durante as diligências do inquérito foram ouvidas mais de dez testemunhas. Entretanto, nenhuma das pessoas ouvidas passaram informações que apontassem um suspeito para o fato.

Leia Também:  Baixo nível: Mauro Mendes diz à Emanuel que "apequenar-se é meter dinheiro no paletó e ter coragem de vir pedir votos para a população"

Diante disso, a Polícia Civil aguarda autorização de algumas medidas judiciais solicitadas e que podem auxiliar as investigações.

 

Otavio Ventureli(da redação com hntnoticias))

Momento Destaque

Conselho Nacional de Trânsito publica portaria no DOU suspendendo por tempo indeterminado prazos para a obtenção da Carteira de Motorista

Publicados

em

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) suspendeu, por tempo indeterminado, o prazo para os processos dos candidatos para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A determinação nacional foi publicada na terça-feira (22), no Diário Oficial da União. Vale lembrar que a validade também está suspensa por conta da pandemia do novo coronavírus.

O prazo indeterminado valerá para os processos que já estão ativos no Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e demais órgãos executivos de trânsito, a partir do dia 20 de março deste ano, e também para os processos de habilitação que ainda serão abertos.

De acordo com o diretor de Habilitação do Detran-MT, Alessandro de Andrade, com essa suspensão do prazo, o candidato não precisa ficar preocupado em perder o processo que já está em andamento.

Todavia, o diretor ressalta que os processos para habilitação anteriores ao dia 20 de março de 2020, precisam ser reativados junto ao Detran ou órgãos de trânsito, pois estes sim estão com o prazo vencido.

Leia Também:  Baixo nível: Mauro Mendes diz à Emanuel que "apequenar-se é meter dinheiro no paletó e ter coragem de vir pedir votos para a população"

“Com a publicação dessa portaria o Detran-MT vê o respeito do Contran pelo cidadão, entendendo o momento de pandemia do novo coronavírus e compreendendo que, a nível nacional, ainda existem vários Detrans que não retomaram o atendimento presencial e outros que ainda não retornaram à aplicação dos exames teóricos e práticos”, observou Alessandro.

Quanto aos cidadãos que já possuem a CNH ou a Permissão para Dirigir (PPD), e estão com o documento vencido a partir de 19 de fevereiro de 2020, estes não precisam realizar a renovação da habilitação de imediato. O prazo de validade está suspenso, por tempo indeterminado, conforme a Resolução n° 789 do Contran, de 18 de junho de 2020.

Entretanto, caso o motorista deseje ainda assim renovar a CNH, pode dar entrada no processo através do aplicativo MT Cidadão.

A Resolução n° 789 prevê ainda a suspensão, por tempo indeterminado, do prazo para a realização de defesa processual e recursos de suspensão do direito de dirigir e de cassação do documento de habilitação.

 

 

Otavio Ventureli(de Brasilia)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA