Momento Destaque

Fumaça de queimadas na Amazônia e Pantanal de MT se alastra sobre países da América do Sul e já é vista em Estados das regiões sul e sudeste

Publicados

em

As queimadas que avançam descontroladamente sobre a Amazônia e o Pantanal já se alastram sobre os países vizinhos do Brasil e alcançam municípios das regiões Sudeste e Sul do País, em rotas de mais de 3 mil quilômetros de extensão.

As imagens de satélite do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram uma imensa mancha branca de fumaça encobrindo a região sul do Amazonas, seguindo por Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, rumo aos Estados de São Paulo e Paraná.

Os dados mostram que, a despeito de o governo anunciar esforços de combate aos crimes ambientais, com a entrada dos militares nas operações, este ano caminha para ser o mais devastador em relação a registros de incêndios e danos causados pelo fogo, superando os índices do ano passado.

O  número de focos de incêndio registrado no Pantanal entre janeiro e agosto deste ano equivale a tudo o que queimou no bioma nos seis anos anteriores, de 2014 a 2019.

Leia Também:  Polícia procura assassinos de um homem de 21 anos morto a tiros na tarde deste domingo(27) no bairro Pioneiro em Lucas do Rio Verde MT

Os dados do Inpe revelam que, entre 1º de janeiro e 31 de agosto, foram registrados pelos satélites do Instituto um total de 10.153 focos de incêndio no Pantanal, bioma que soma 150 mil quilômetros quadrados, localizados nos Estados do Mato Grosso (35%) e Mato Grosso do Sul (65%). O número de focos supera os 10.048 pontos de queimadas contabilizados pelo Inpe entre 2014 e 2019.

Se comparado com o ano passado, o número deste ano é três vezes superior aos 3.165 focos de incêndio verificados entre janeiro e agosto de 2019. Em relação aos 603 focos confirmados em 2018, o cenário deste ano representa uma alta de 1.700%.

No último dia 31, uma densa fumaça ocasionada por incêndios florestais encobriu  Cuiabá.  A fumaça foi proveniente de queimadas que ocorrem em regiões próximas, como Chapada dos Guimarães, Barão de Melgaço, Poconé e Santo Antônio de Leverger.

 

Otavio Ventureli(de Brasília))

Momento Destaque

Mãe de rapaz encontrado sem cabeça as margens do Rio dos Macacos em Sinop MT reconhece o filho por tatuagem e ajuda na identificação

Publicados

em

A Polícia Civil identificou como Lineker de Souza Corrêa, 22, o jovem encontrado morto, decapitado, às margens do Rio dos Macacos, 35 km do Centro de Sinop, no Mato Grosso.

Natural de São Paulo,  o rapaz  estava morando com a família há um mês na cidade. O caso está sendo investigado.

De acordo com as informações, assim que a imprensa começou a divulgar o encontro do cadáver, que estava decapitado, fotos da vítima passaram a ser compartilhadas por aplicativos de mensagem.

A mãe da vítima viu e acabou reconhecendo o filho por uma de suas tatuagens. Ela foi até à Polícia e ajudou na identificação. Segundo ela, o rapaz estava trabalhando e não tinha problemas com ninguém.

Ele e a família estavam morando há um mês em Sinop, vindos de São Paulo. Perícia Oficial esteve no local e afirmou que ele estava morto há pelo menos 24 horas.

Vale ressaltar que a cabeça da vítima não foi localizada. Polícia ainda fez buscas pela região e só encontrou marcas de sangue próximo do rio. Polícia Civil está investigando a motivação do crime e a autoria.

Leia Também:  Banhistas encontram corpo de homem ainda não identificado pela polícia sem cabeça boiando em aguas do rio dos macacos em Sinop

 

Otavio ventureli(da redação com ascom)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA