Momento Destaque

Gabriel Verón começa a maioridade com um gol e uma assistência na vitória do Palmeiras neste domingo sobre o Bragantino por 2 x 1

Publicados

em

Com 18 anos recém-completados, Gabriel Veron iniciou a maioridade com um gol e uma assistência na vitória do Palmeiras por 2 a 1 sobre o Red Bull Bragantino, de virada, na manhã deste domingo(06), no Nabi Abi Chedid.

O garoto entrou no segundo tempo e, mesmo há seis meses sem jogar, foi decisivo no jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Claudinho abriu o placar para o Bragantino, mas Veron e Willian consumaram a virada.

O Verdão sobe na tabela e dá um respiro ao técnico Vanderlei Luxemburgo, criticado pelas más atuações recentes da equipe. O Braga teve a estreia de Maurício Barbieri no comando, mas continua no Z-4.

O Palmeiras vai a 13 pontos com a vitória, ainda invicto no campeonato. O Bragantino continua com sete pontos, dentro do Z-4.

Gabriel Veron seria titular do ataque do Palmeiras no retorno após a pausa no futebol, mas uma lesão atrasou seus planos. De volta, teve atuação de gala com gol e assistência. Veja a entrevista do atacante.

VAR

O VAR só foi acionado no início do segundo tempo, após um gol de cabeça marcado por Matías Viña e anulado por impedimento já no campo.

Leia Também:  Perícias médicas estão suspensas no INSS pelo menos até esta quarta-feira(16) após o caos constatado nas agências do órgão em todo o País

O árbitro de vídeo confirmou a marcação. Minutos depois, o Palmeiras pediu pênalti de Aderllan em um possível toque na área com o braço – o VAR não recomendou que o árbitro fosse à beira do campo analisar o lance.

 

Otavio Ventureli(da redação)

COMENTE ABAIXO:

Momento Destaque

100 dias de seca, baixa umidade do ar e concentração de material orgânico, são responsáveis pelas queimadas no Pantanal, afirma Mauro Mendes

Publicados

em

Seca de mais de 100 dias, baixa umidade e grande acúmulo de material orgânico são apontados pelo governador Mauro Mendes(foto) como a combinação perfeita para provocar uma das maiores queimadas no Pantanal de Mato Grosso.

“O que aconteceu neste ano é que não houve queimada no ano passado, acumulou. A grande última queimada foi há 14 anos, acumula muito material orgânico que seca nesse período e tem toda essa condição”, disse Mauro em entrevista à CNN nesta quarta (16).

Com 1.650 hectares atingidos pelo fogo o Pantanal é destaque nacional em devastação por queimadas. De janeiro a setembro, 34.558 focos de calor foram registrados por satélite no Estado. Os apontamentos são da plataforma BDQUEIMADAS.

O fogo já destruiu, mais de 92 mil hectares do Parque Estadual Encontro das Aguas  onde é registrada maior ocorrência de onças-pintadas no mundo, quanto à visibilidade. Na reserva, vivem cerca de 80 delas, agora acuadas pelas chamas.

O governador justifica que trata-se de uma tarefa complicada devido ao fato de muitos focos de incêndio serem em áreas de difícil acesso, o que dificulta o combate às chamas que consomem o bioma e castigam a fauna e a flora.

Leia Também:  Polícia investiga assassinatos de dois homens encontrados na manhã desta quinta(17) com as mãos amarradas e perfurações a bala

“Estamos fazendo tudo que é possível, até no limite do impossível. Nós temos mobilizados agora, várias equipes do Corpo de Bombeiros, voluntários e brigadistas”, assevera. Detalha que são 40 equipes do Corpo de Bombeiros, sendo 2,5 mil homens ( alguns do exército).

O governador, que nesta quarta(16)  recebeu  os ministros Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional; e Tereza Cristina (Mapa), aposta em socorro do governo federal, mas ressalta que declarou estado de calamidade e está tomando medidas como o aluguel de aeronaves, pelos próximos 45 dias, e a compra de retardantes.

Justifica que a previsão é que as primeiras chuvas em 10 dias ocorram em 10 dias, mas que elas tendem a ser ineficientes, a princípio, por não ser tão intensas. “Tenho certeza que hoje vamos ter apoio, acreditamos que vai dar alguma ajuda e que será importante”, disse.

Questionado sobre a investigação das queimadas criminosas, Mauro volta a dizer que a secretaria estadual de Meio Ambiente aplicou R$ 100 milhões em multas e que tem analisado imagens, através de tecnologia, através do sistema Planet, capaz de recuperar imagens a cada 24h, para identificar aqueles que fazem um pequeno desmatamento e depois ateiam fogo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA