Momento Destaque

Gangster: execuções a bala na madrugada desta quinta em municipio de MT assusta população que pede mais segurança as autoridades do setor

Publicados

em

Duas pessoas ainda não identificadas foram encontradas mortas com ferimentos de arma de fogo, na madrugada desta quinta-feira (21), na rua Paraná, no bairro Novo Horizonte, em São José do Rio Claro, municipio de Mato Grosso.  A motivação do crime é desconhecida.

Conforme as informações, o crime foi registrado por volta da 00h20, quando os militares foram comunicados que duas pessoas foram baleadas e estavam caídas em uma das ruas do bairro. No local, eles constataram os fatos e acionaram a equipe de socorristas.

Médicos confirmaram que as vítimas já estavam sem sinais vitais e ao lado dos corpos, foram encontrados várias cápsulas de calibres ponto 40 e pistola 9mm. O local do crime foi isolado e a Polícia Civil acionada para os trabalhos de investigação.

Até o primeiro registro da ocorrência, as vítimas não tinham sido identificadas, nem mesmo a motivação do crime. Perícia Oficial também esteve na cena e encaminhou os corpos da o Instituto Médico Legal (IML) da cidade próxima.

Diligencias foram realizadas para localizar os suspeitos do crime, mas sem sucesso. Reportagem entrou em contato com as forças de segurança da cidade, já na manhã desta quinta, mas sem retorno. O caso está em andamento.

Leia Também:  Cariocão: Sem muito esforço Flamengo vence o Macaé na noite deste sábado pela segunda rodada e segue com 100% de aproveitamento

 

 

 

Otavio Ventureli(da redação com GD)

Momento Destaque

Brasil do futuro: Edson Fachin anulou nesta segunda-feira todas as condenações de Lula na Lava Jato e ex-Presidente volta a ser elegível

Publicados

em

Com a decisão, o ex-presidente recupera os direitos políticos e volta a ser elegível, podendo concorrer à presidência da República em 2022.

Ao decidir sobre pedido de habeas corpus da defesa de Lula em dezembro do ano passado, Fachin declarou a incompetência da Justiça Federal do Paraná nos casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e das doações ao Instituto Lula. Segundo o ministro a 13ª Vara Federal de Curitiba não era o “juiz natural” dos casos.

“Embora a questão da competência já tenha sido suscitada indiretamente, é a primeira vez que o argumento reúne condições processuais de ser examinado, diante do aprofundamento e aperfeiçoamento da matéria pelo Supremo Tribunal Federal”, diz o texto da nota.

Agora, os processos serão analisados pela Justiça Federal do Distrito Federal, à qual caberá dizer se os atos realizados nos três processos podem ou não ser validados e reaproveitados.

Leia Também:  Em virtude do agravamento do quadro clinico Deputado Silvio Fávero é entubado em UTI em Cuiabá por decisão de equipe médica e família

“Com a decisão, foram declaradas nulas todas as decisões proferidas pela 13ª Vara Federal de Curitiba e determinada a remessa dos respectivos autos para à Seção Judiciária do Distrito Federal”, diz texto de nota à imprensa do gabinete do ministro.

A decisão atinge o recebimento de denúncias e ações penais.

 

 

Otavio Ventureli(da redação de Brasilia)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA