Momento Destaque

Preso garoto de programa usuário de drogas que matou homem de 46 anos com pedradas na cabeça após desentendimento por preço

Publicados

em

Um jovem de 26 anos foi preso após matar a pedradas um homem de 46 anos, identificado como R.A., após uma discussão pelo dinheiro de um programa que haviam combinado.

O caso aconteceu na última segunda-feira (14), em Pedra Preta, Mato Grosso, enquanto que a prisão ocorreu nesta terça-feira (15).

Segundo informações do boletim de ocorrência, a vítima foi encontrada caída no centro de Pedra Preta com uma lesão na cabeça provocado por uma pedra, na segunda-feira(14).

De acordo com uma testemunha do crime, o agressor seria usuário de drogas. Por este motivo, a PM realizou buscas em pontos conhecidos na cidade por serem frequentados por usuários, mas não obteve sucesso.

Já nesta terça-feira(15), uma guarnição da PM recebeu informações de que o suspeito estaria no bairro Vila Goiás. Ao se deslocar para o local, o homem foi localizado e não apresentou qualquer resistência para ser encaminhado a delegacia de polícia, não sendo necessário o uso de algemas.

Em depoimento, o suspeito confessou ter agredido R.A. após terem discutido devido a um dinheiro que a vítima teria que pagar a ele por um programa que haviam combinado. A pedra utilizada para consumar o crime foi apreendida.

Leia Também:  Levantamento do INPE aponta que o número de queimadas no Pantanal entre janeiro e agosto de 2020 equivale ao que queimou em 5 anos

Após seguir os procedimentos padrões, os policiais foram até um hospital de Pedra Preta para saber o estado de saúde da vítima. No local, descobriram que R.A. havia sido transferido para um hospital em Rondonópolis MT, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O caso é  investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC).

Momento Destaque

Pânico e medo: Fortes chuvas acompanhadas de ventos de até 100 km/hora causam rastros de destruição em municipios de Mato Grosso

Publicados

em

Uma forte chuva, acompanhada de ventania, resgistrada nesta quarta-feira (30) nos municípios de Cláudia, Marcelândia e União do Sul, região norte de Mato Grosso, deixou rastros de destruição e a população sem energia. A tempestade destelhou casas e comércios e derrubou árvores.

Os prejuízos ainda não foram calculados. Não há informações de feridos. A tempestade acompanhada de raios foi registrada durante a tarde. Em Cláudia, a situação pós tempestade começou a ser normalizada.

Vídeos compartilhados por populares em grupos de WhatsApp mostram a intensidade da chuva. Um galpão foi completamente destruído no município de Cláudia.

Segundo uma mensagem enviada por um cidadão, a cidade carece de ajuda. “No momento sem comunicação e sem energia na cidade! Vários postes caídos, dezenas de casas destelhadas”, digitou.

O Conselho Tutelar do município de Cláudia foi destelhado. Os conselheiros retiraram os equipamentos e esperam para esta quinta-feira (01) ver os encaminhamentos para resolver a situação.

A Energisa confirmou que os temporais com ventos fortes e raios na região norte de Mato Grosso atingiram os municípios de Cláudia, Marcelândia e União do Sul.

Leia Também:  Pânico e medo: Fortes chuvas acompanhadas de ventos de até 100 km/hora causam rastros de destruição em municipios de Mato Grosso

A empresa informou que está trabalhando para restabelecer o mais breve possível os serviços. “Nesse momento, equipes estão trabalhando em contingência, quando todos os recursos são priorizados para atender as ocorrências, em uma espécie de força tarefa para que o fornecimento de energia elétrica seja normalizado”.

A empresa lembra que esta época do ano é caracterizada pelas primeiras chuvas da primavera, que costumam vir acompanhadas de vendavais e raios, provocando danos de vários tipos às cidades, incluindo à rede de distribuição de energia elétrica. .

Orientação

Caso o cliente encontre um cabo solto na rua, é preciso manter distância até que uma equipe especializada chegue ao local.

A empresa reforça que os clientes podem acionar a empresa não só pelo 0800 646 4196, mas também pelo app Energisa On e pelo Whatsapp – Gisa (65 99999 7974).

 

Otavio ventureli(da redação com assessorias)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA