Momento Destaque

Gerência Estadual da Polinter e Capturas da PC desencadeia Operação Smash e cumpre 30 mandados de prisão na região sul de Mato Grosso

Publicados

em

A Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) realizou nesta semana a terceira fase da Operação Smash (do inglês esmagar) destinada ao cumprimento de mandados de prisões de pessoas condenadas e sentenciadas pela Justiça. Das 70 ordens judiciais, trinta delas foram cumpridas no sul do estado, em Rondonópolis e outras 5 cidades da região.

A operação Smash foi realizada em parceria com a Diretoria de Interior, Diretoria de Atividades Especiais e Diretoria de Inteligência da Polícia Civil, com a colaboração dos Núcleos de Inteligências das Delegacias do Interior.

A delegada titular da Polinter, Sílvia Maria Pauluzi, destaca o empenho e dedicação das equipes de policiais que têm atuado de maneira incansável, mesmo no período de pandemia. “Neste primeiro momento as equipes da Polinter estiveram em Rondonópolis onde  concentraram as diligências naquela região e posteriormente estenderão as ações a cidades da região metropolitana de Cuiabá, onde outros mandados de prisão deverão ser cumpridos ao longo da semana”.

Na região Sul do estado foram cumpridas ordens judiciais de prisões nas cidades de Rondonópolis, Itiquira, Pedra Preta, Guiratinga, Jaciara e Dom Aquino, inclusive em localidades da zona rural.

Leia Também:  Em confronto com a Força Tática 04 perigosos bandidos pertencentes a facções criminosas são mortos a tiros pouco antes de assalto

O foco principal da operação é retirar de circulação, criminosos sentenciados e condenados pela justiça que estão com prisões decretadas por diversos crimes, entre eles: roubo qualificado, tráfico de drogas, associação e organização criminosa, latrocínio, homicídio, estupro, receptação, estelionato, estupro de vulnerável, tentativa de homicídio, furto qualificado praticados de forma reiterada, dentre outros crimes que tiveram inquéritos policiais instaurados pela Polícia Civil e os mandados posteriormente decretados pelo Poder Judiciário.

Além de Mato Grosso, a Polinter estendeu a operação Smash a outros estados, concentrando esforços no cumprimento de prisões em outras unidades da federação. Com apoio de unidades policiais de outros estados, a Polinter cumpriu prisões em Goiás, Santa Catarina, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

Momento Destaque

Com uma arbitragem desastrosa para ambos os lados Botafogo x Ceará ficam no 2 x 2 neste sábado no Engenhão pelo Brasileiro

Publicados

em

Botafogo e Ceará empataram neste sábado31) no estádio Nilton Santos, em jogo válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo foi agitado desde o início.

Honda abriu o placar aos 15 minutos, cobrando pênalti. Aos 22, o Vozão empatou com um golaço de Cléber. Cinco minutos depois, foi a vez de Matheus Babi recolocar o Alvinegro carioca na frente.

Ainda na primeira etapa, Victor Luis cobrou o segundo pênalti da partida e perdeu a chance de ampliar o marcador. No início do segundo tempo, Leandro Carvalho tabelou com Vina e empatou, dando números finais ao placar.

Com o empate, o Botafogo soma 20 pontos na tabela de classificação e, dependendo de resultados, pode até entrar na zona de rebaixamento ao fim da rodada. O Ceará chegou a 23 pontos somados na competição.

O time carioca volta a campo na próxima terça-feira(03), contra o Cuiabá, na Arena Pantanal, no jogo de volta das oitavas da Copa do Brasil. O Vozão, pela mesma competição, encara o Santos na próxima quarta, no Castelão.

Leia Também:  Outubro termina com forte frente fria no País atingindo o Centro-Oeste brasileiro com muita chuva risco de temporais e granizo

Chamou a responsabilidade

Após a partida, o lateral-esquerdo do Botafogo Victor Luis, que perdeu um pênalti ainda no primeiro tempo, concedeu entrevista e chamou a responsabilidade pelo resultado.

– Eu dei a bola para ele (Honda) bater, aí ele pediu para eu bater. Como ele já tinha batido o primeiro, eu falei para ele bater, mas ele falou: “Bate você”. Temos que ser homens o suficiente para reconhecer nossos erros. Hoje a rapaziada se desdobrou, se entregou demais. Tive a possibilidade de ter a vitória em meus pés e eu assumo totalmente o empate. Sou homem de caráter, estou correndo o máximo que posso. Mas acho que é mais digno da minha parte assumir – disse o lateral.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com GE)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA