Momento Destaque

Governo brasileiro confirma que uma brasileira está entre as vítimas do ataque promovido por um terrorista na saída da Igreja de Notre-Dame

Publicados

em

O governo brasileiro informou na noite desta quinta-feira, 29, que a brasileira, Simone Barreto Silva, de 44 anos, nascida em Salvador, na Bahia,(foto) está entre as vítimas do ataque de ontem de manhã em Nice, na França.

No atentado, um homem armado com uma faca atingiu várias pessoas na saída da igreja de Notre-Dame, matando três pessoas e ferindo várias outras. “O governo brasileiro deplora e condena veementemente o atroz atentado ocorrido hoje dentro da Basílica Notre-Dame de Nice, na França, onde um terrorista assassinou três pessoas”, diz a nota do Ministério das Relações Exteriores.

De acordo com o jornal francês Le Parisien, pelo menos uma das vítimas foi degolada pelo agressor, que tentou se esconder em um banheiro dentro da igreja após o ataque. O homem foi baleado e preso pela polícia.

Na nota, o governo afirma que a vítima tinha 40 anos, três filhos e era residente na França. “O presidente Jair Bolsonaro, em nome de toda a nação brasileira, apresenta suas profundas condolências aos familiares e amigos da cidadã assassinada em Nice, bem como aos das demais vítimas, e estende sua solidariedade ao povo e governo franceses.”

Leia Também:  Sim à impunidade: TJ de MT concede habeas Corpus à matadora de Isabele Guimarães assassinada friamente no residencial Alphaville

O Itamaraty informou que, por meio do Consulado-Geral em Paris, presta assistência consular à família da cidadã brasileira vítima do ataque.

Ainda de acordo com o Le Parisien, o prefeito de Nice, Christian Estrosi, teria afirmado que o homem, enquanto era socorrido, repetia a frase “Allahu Akbar” (“Alá é grande”, em português). Em uma publicação no Twitter, Estrosi comparou o ataque em Nice ao do professor Samuel Paty, morto há 13 dias por um adolescente muçulmano após mostrar caricaturas do profeta Maomé durante uma aula.

Na nota, o Ministério das Relações Exteriores afirma que o “Brasil expressa seu firme repúdio a toda e qualquer forma de terrorismo, independentemente de sua motivação, e reafirma seu compromisso de trabalhar no combate e erradicação desse flagelo, assim como em favor da liberdade de expressão e da liberdade religiosa em todo o mundo”.

 

 

Otavio Ventureli(de Brasília)

Momento Destaque

Derrotado em segundo turno na Capital Abílio Júnior se diz incrédulo com a vitória de Emanuel e considera pedir recontagem de votos

Publicados

em

O candidato à prefeitura de Cuiabá, Abílio Júnior comentou a derrota nas urnas neste domingo (29).

Em uma disputa acirrada, Abílio perdeu para o atual prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro que teve 51,17% dos votos. Nas redes sociais, ele agradeceu à sua equipe, aos apoiadores e aos mais de 129 mil votos que recebeu. O candidato do Podemos ainda criticou a reeleição do adversário.

“Essa vitória que a turma do paletó conseguiu, da forma que ele conseguiu, não é a vitória que a gente quis. A gente quis o certo pelo certo, não vale a pena conquistar a vitória do jeito que vocês conquistaram. A gente sabe que foi muito dinheiro, uso da máquina pública e coerção. A gente encaminhou à Justiça, mas justiça que vem tarde não é tão justiça assim”, alfinetou.

Fora da vida pública, já que seu mandato como vereador pela Capital se encerra em dezembro, Abílio afirmou que sua missão agora é cuidar do filho recém nascido e que deve voltar a trabalhar na iniciativa privada.

Leia Também:  Sim à impunidade: TJ de MT concede habeas Corpus à matadora de Isabele Guimarães assassinada friamente no residencial Alphaville

“Eu, a Samantha e o Sebastian temos uma nova missão agora que infelizmente não é cuidar de Cuiabá, é cuidar do Sebastian. Espero que os nossos gestores cuidem do HGU e o do Júlio Müller para gente cuidar dele. Estou feliz porque mais de 120 mil pessoas em Cuiabá apoiaram a gente”, declarou, ao lembrar que antes de ser eleito vereador, exercia a profissão de arquiteto e urbanista.

Abílio ainda disse estar grato aos Policiais Militares, à equipe de segurança e de marketing. O candidato também citou seus principais apoiadores, como Felipe Wellaton (Cidadania), Gisela Simona (Pros), Marcelo Bussiki (DEM) e o governador Mauro Mendes (DEM) e mandou um recado para a população.

“Estou feliz com cada um dos policiais militares, cada um da nossa equipe, da nossa segurança, cada um que esteve com a gente, que nos ajudou com marketing e que decidiu ajudar de alguma forma. Eu gostaria de agradecer o Wellaton, a Gisela Simona… Mas olha, o prefeito atual foi reeleito, diago aos vereadores, fiscalizem e a população que fique de olho”, finalizou.

Leia Também:  Dados do IBGE divulgados nesta sexta apontam que taxa de desemprego no País já atingiu 14,6% na maior série histórica da pesquisa iniciada em 2012

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA