Momento Destaque

ex-Secretário municipal de Cuiabá Luis Antonio Possas de Carvalho é acusado de liderar bando de criminosos que atuava na Saúde da Capital

Publicados

em

O ex-secretário municipal de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho, foi acusado de ser o líder de uma organização criminosa que atuava na Secretaria Municipal de Saúde (SMS) da Capital.

A acusação consta na decisão proferida pela juíza Ana Cristina Mendes, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, que determinou o bloqueio de R$ 2,1 milhões na segunda fase da Operação Overpriced, deflagrada no último dia 10.

Possas foi afastado de seu cargo ainda na primeira fase da operação por prática de sobrepreço em contratos da pasta para compra de ivermectina.

Com o desdobramento das investigações, a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor), apurou que diversas outras irregularidades semelhantes nos contratos da pasta.

A partir da deflagração da segunda fase da operação, 3 empresas foram apontadas por envolvimento em esquemas ilícitos junto à SMS. As irregularidades variavam desde excesso de compra de medicamentos, somada a sobrepreço até compras sem licitação.

Nos relatórios policiais apresentados à magistrada, é apontado que Possas tinha conhecimento de todos os processos de compra atrelados às 3 empresas.

Leia Também:  Prefeitura de Cuiabá dá prosseguimento à formação dos profissionais para o retorno das aulas presenciais nas unidades de ensino

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria MP)

Momento Destaque

Novo comandante assume o Batalhão Rotam, em Cuiabá

Publicados

em

O tenente-coronel André Wilian Dorileo, de 41 anos, assumiu o comando do Batalhão de Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam) em solenidade realizada na manhã dessa quarta-feira (22.09), na sede da unidade, no bairro Dom Aquino, em Cuiabá.

O Batalhão Rotam era comandado pelo então tenente-coronel Paulo César da Silva, que assumiu a unidade especializada da Polícia Militar em outubro de 2019. Neste mês de setembro, o militar foi promovido ao posto de coronel, deixando a coordenação da unidade para o major Michael Kazuo Furuta, que passou o comando da unidade para o tenente-coronel Dorileo.

A unidade da PM tem mais de 142 policiais e neste ano completou 20 anos de fundação. Nos últimos três anos, a Rotam recebeu cerca de R$ 1 milhão em investimentos do Governo do Estado e da Assembleia Legislativa, valor destacado pelo comandante-geral da Polícia Militar, Jonildo José de Assis. “Quero agradecer ao governo estadual pelos investimentos que estão e serão feitos na nossa força policial, à nossa instituição militar no Mato Grosso. O Batalhão da Rotam é um batalhão de excelência, eficaz na produtividade operacional e que nos enche os olhos”, ressaltou o comandante-geral da PM.

Leia Também:  Em ação conjunta, Gefron e Polícia Civil recuperam motocicleta que estava em poder de um estrangeiro

Em sua despedida, o coronel Paulo César da Silva falou das melhorias na infraestrutura e destacou a produtividade da unidade, que apreendeu 190 armas de fogo e mais de uma tonelada de drogas sob o seu comando. “Hoje deixo o comando com o sentimento de dever cumprido. Só tenho a agradecer a todos. Conseguimos várias melhorias para a Rotam, de armamentos à infraestrutura, tudo isso somado a uma produtividade incrível. Nossas ações geraram um prejuízo de mais de R$ 15 milhões de reais ao crime organizado”, contou o coronel.

A Rotam será comandado pelo tenente-coronel André Wilian Dorileo, que ocupava a função de diretor adjunto de ensino e coordenador das Escolas Militares Tiradentes. Promovido à tenente-coronel em 2014, Dorileo exaltou o trabalho realizado pela Rotam. “Para mim é uma dádiva receber o comando da Rotam. Nesses últimos dez anos tivemos grandes avanços estruturais e um alto índice de produtividade. Vamos dar continuidade ao trabalho e implementar novos projetos”.

A solenidade da troca de comando da Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam) reuniu autoridades civis e militares e foi presidida pelo comandante-geral da Polícia Militar, Jonildo José de Assis, junto do coronel José Nildo Silva de Oliveira.

Leia Também:  Estudo mato-grossense avalia pecuária mais sustentável e sem antibióticos

Fonte: GOV MT

 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA