Momento Destaque

Menino de 4 anos é atingido por lâmina de trator na cabeça e morre

Publicados

em

O pequeno T.A.V, 4 anos, morreu na manhã último sábado (09), numa fazenda de General Carneiro (442 km da Capital), atingido na cabeça pelo madal (‘pá’ frontal com lâmina) de um trator enquanto o pai trabalhava no conserto da máquina.

O menino foi socorrido pelo próprio pai, levado para o Pronto-Socorro de General Carneiro, onde deu entrada gravemente ferido. Foi transferido de ambulância para a unidade de saúde de Barra do Garças, mas não resistiu e morreu no trajeto, pela BR-070.

De acordo com as primeiras informações, o pai foi trabalhar na fazenda, gradeando a terra, e levou o filho. Em determinado momento, o trabalhador rural foi fazer manutenção preventiva no trator, quando deu partida no veículo, que estava em ponto morto, em seguida desligou e desceu para ver o nível de óleo.

O homem teria pedido para o filho pegar uma ferramenta. A criança passou pela frente do trator, momento em que o madal desceu e atingiu a cabeça da vítima.

O trabalhador ouviu o grito do filho, correu para ver o que tinha acontecido e encontrou a criança ferida. Imediatamente correu para sede da fazenda, pegou o carro e seguiu para o Pronto-Socorro da cidade, onde o menino chegou ainda com vida, mas não resistiu à lesão durante transferência para Barra do Garças.

Leia Também:  Governo dará desconto no IPVA para participantes do Programa Nota MT

 

Momento Destaque

Pesquisa da CDL aponta que consumidor tem usado nome de terceiros para fazer compras em Sinop

Publicados

em

Muitas pessoas recorrem a amigos e familiares para realizar compras a prazo quando estão com problemas de crédito.
O empréstimo de nome é uma atitude solidária, mas que pode acarretar prejuízos e constrangimentos.
De acordo com estudo, a prática é utilizada, principalmente, por quem está com dificuldades de acesso ao crédito ou enfrenta imprevisto e não conta com uma reserva de emergência.
A Pesquisa realizada pelo Centro de Informações Socioeconômicas da Unemat em parceria com a CDL buscou levantar os dados em Sinop.
A apuração contou com uma amostra de 200 entrevistados, um nível de significância estatística de 95,0% e um erro amostral de 5.0%.
Foi perguntado aos consumidores se haviam realizado alguma compra nos últimos 12 meses utilizando nome de terceiros.
Aproximadamente 19% dos consumidores afirmaram que fizeram compras utilizando outro nome durante este período. Outro questionamento é se eles emprestam ou emprestariam o “nome’ para compras por terceiro. Cerca de 15% dos entrevistados afirmou que sim, outros 81% dos consumidores disseram que a modalidade emprestada é o cartão de crédito.
O nome negativado é a causa da maioria, 16% dos entrevistados disse que este é o pedido para empréstimo do cartão.
Este cenário apresentado demostra que se tornou um meio comum. As pessoas precisam comprar, consumir e muitas vezes não tem o dinheiro, recorrendo ao empréstimo do nome para efetuar uma compra.
“Tem que ter o cuidado para quem emprestou, também não fique inadimplente, que ai acaba prejudicando ambos”, comentou o economista Feliciano Azuaga.

Leia Também:  Pesquisa da CDL aponta que consumidor tem usado nome de terceiros para fazer compras em Sinop

(Infográfico)

Por Julio Tabile/Comunicação CDL

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA