Momento Destaque

MP do Estado investiga se Prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro mandou estocar vacinas contra a Covid em detrimento da população

Publicados

em

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT), por meio de uma equipe do Centro de Apoio Técnico à Execução (Caex), realizou na manhã desta quinta-feira (22), diligência na Vigilância Sanitária de Cuiabá para verificar a quantidade de vacinas disponíveis contra a Covid-19.

O levantamento vai subsidiar investigação que ocorre por meio de procedimento instaurado pela 36ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa de Cuiabá.

Segundo o promotor de Justiça, Clóvis de Almeida Júnior(foto), além da contagem do número de vacinas disponíveis, o MP também busca informações sobre quantidades reservadas para a primeira e segunda dose das vacinas.

O MP investiga ainda a capacidade de vacinação diária no município em cada ponto de vacinação e o cronograma para aplicação da primeira e segunda doses de acordo com os quantitativos reservados pela prefeitura.

Durante a inspeção, também foram obtidos documentos sobre o andamento da vacinação. O procedimento, conforme o promotor de Justiça, busca ampliar a transparência na gestão da vacinação, evitar o represamento de imunizantes, bem como a ocorrência de prejuízos sociais, que podem acarretar, inclusive, a responsabilização por atos de improbidade administrativa pelos gestores públicos.

Leia Também:  Polícias de Goiás e Distrito Federal continuam a caça do serial killer Lázado Barbosa na noite desta sexta-feira; bandido foi visto num chiqueiro

Vacinação na Capital

A Prefeitura de Cuiabá informou a relação de pessoas que compõe a faixa etária para vacinação contra o vírus. Conforme os dados, da faixa etária acima de 80 anos, 7.925 dos 8.472 idosos (93,5%) já tomaram a primeira dose. Desses, 6.284 tomaram a segunda dose, faltando 1.641 retornarem para completar o esquema.

Da faixa de 75 a 79 anos, já foram contemplados com a primeira dose 7.063 dos 7.812 idosos (89,1%). A segunda dose desse grupo começou a ser aplicada na terça-feira (20).

No grupo de pessoas com 70 a 74 anos, 10.679 dos 13.172 idosos (75,2%) receberam a primeira dose e ainda não estão no prazo para tomar a segunda aplicação.

Entre as pessoas com 65 a 69 anos, que começaram a ser imunizados na segunda-feira (12), 8.445 dos 19.645 idosos (22,4%) já receberam a primeira dose. A segunda dose desse grupo começará a ser aplicada no dia 10 de maio.

A faixa etária que concentra maior número de idosos cuiabanos é a de 60 a 64 anos, que tem 27.067 pessoas, ou seja, 39,9% do grupo prioritário. Quem está nessa faixa etária será vacinado conforme o envio de vacinas pelo Ministério da Saúde.

Leia Também:  Série B: Com vantagem no placar até os minutos finais da partida Botafogo cede empate ao Londrina na noite desta quinta no Estádio do Café

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Momento Destaque

Após ser atingido durante uma briga homem passa nove horas com facão cravado na cabeça; vítima segue internada e autor do crime, preso

Publicados

em

Um homem de 59 anos teve um facão cravado na cabeça após uma briga com um conhecido dentro da própria casa no municipio de Mafra, no Norte catarinense.

Ele foi atingido na noite de quarta (16) e buscou por ajuda na manhã seginte(quinta-feira), após ir a pé até a casa de uma familiar.

Segundo a polícia, ele ficou por pelo menos 9 horas com o facão na cabeça. Nesta sexta-feira (18), ele seguia internado após passar por cirurgia e, conforme o hospital, tem quadro de saúde estável.

O suspeito de atingir o conhecido na cabeça, de 58 anos, foi preso preventivamente por tentativa de homicídio na tarde desta sexta-feira (18). O homem, segundo o delegado, foi encaminhado para o Presidio Regional de Mafra

Antes de ser levada ao hospital, a vítima chegou a relatar para os agentes que havia sido agredida. Segundo o Hospital São Vicente de Paulo, o homem passou por cirurgia na quinta.

A unidade não informou quanto tempo levou o procedimento cirúrgico para retirada do facão e se o homem poderá apresentar sequelas. A Polícia Civil pretende ouvi-lo assim que ele receber alta médica.

Leia Também:  Barbaridade: Polícia caça assassino de mulher de 34 anos encontrada seminua com 28 facadas em estrada vicinal na zona rural de Sorriso MT

Segundo a Polícia Civil, a confusão aconteceu por volta das 21h de quarta-feira (16). De acordo com o delegado que investiga o caso, Lucas Magalhães, os homens estavam bebendo na casa da vítima quando aconteceu o desentendimento.

O homem ferido da cabeça foi encaminhado para o hospital somente no dia seguinte, quinta-feira (17), quando conseguiu pedir ajuda.

Segundo a Polícia Militar, não se sabe se a vítima desmaiou ou dormiu após ser ferida. De acordo com o delegado, foi só na manhã do dia seguinte, cerca de nove horas depois, que o homem foi andando com o facão ainda cravado na cabeça até a casa de uma sobrinha em busca de ajuda. A casa dela seria no outro lado da rua.

A familiar acionou o Corpo de Bombeiros. Os agentes chegaram no local por volta das 06h30 de quinta-feira (17) e encontraram o homem consciente e orientado. Ele estava sentado, apresentava os sinais vitais estáveis e foi levado para o hospital.

Otavio Ventureli(da redação com PC SC)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA