Momento Destaque

Morte do Bispo emérito de São Félix do Araguaia MT Dom Pedro Casaldáliga é comentada em redes sociais por políticos do Estado e do País

Publicados

em

Líderes políticos de Mato Grosso e do resto do país usaram as redes sociais para lamentar a morte do Bispo emérito de São Félix do Araguaia, em Mato Grosso, Dom Pedro Casaldália(foto), que faleceu no interior de São Paulo neste sábado (8), em decorrência de problemas respiratórios agravados pelo Mal de Parkson.

Casaldáliga era conhecido mundialmente por causa de suas batalhas e defesas em prol dos menos favorecidos. Na região do Araguaia ele tinha um trabalho prestado a favor de indígenas, quilombolas e sem terras. Na Pastoral da Terra, ele tem trabalho prestado e reconhecido até pelo Vaticano.

O Governo do Estado lamentou a morte do Bispo de 92 anos e anunciou que irá decretar luto de três dias. “Ele foi um exemplo para todos na luta pelos direitos humanos e contra as injustiças sociais. É uma grande perda para o mundo e seu legado e ensinamentos deverão continuar a ser seguidos por todos”, declarou o governador Mauro Mendes.

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro  usou o site oficial da prefeitura para destacar a forte atuação social de Casaldáliga no Estado. “Com sua brilhante luta em prol dos menos favorecidos, Dom Pedro Casaldáliga deixa sua marca em todo o país, especialmente em Mato Grosso. Lamentamos profundamente a perda de uma pessoa íntegra e que, como manda os preceitos de Deus, sempre pensou no próximo com seus inúmeros trabalhos sociais. Externamos aos familiares, amigos e admiradores nosso desejo de que o conforto do Senhor chegue a todos”, disse.

Leia Também:  Homem atrai ex-mulher para ir à delegacia, muda rota no caminho a leva para motel onde apanha, é estuprada e obrigada a pagar despesa

Além de Mauro e Pinheiro, diversos políticos do país homenagearam o Bispo, que nasceu na Espanha, mas que estava  em Mato Grosso desde os anos 60, quando fundou a missão claretiana no Brasil.

Otavio Ventureli(da redação)

Momento Destaque

Multidão que aplaudiu o Presidente Jair Bolsonaro em visita a Sinop vaiou o Governador de MT Mauro Mendes que demonstrou constrangimento

Publicados

em

O governador Mauro MendesFoto), foi vaiado durante o lançamento de uma usina de etanol em Sinop MT, na manhã desta sexta-feira(18), que teve a presença do presidente Jair Bolsonaro.

Logo que foi chamado para discursar, as vaias começaram. Mendes cumprimentou os manifestantes e disse que era legítimo eles “usarem o exercício da democracia”, mas que não só taxou os setores, mas que também “cortou na carne”.

Mendes deixou a entender que as vaias ocorreram por causa da minirreforma tributária, que alterou os valores das alíquotas da cobrança em vários setores da economia, como o agronegócio.  “Nós sim cobramos uma taxação do agronegócio. Mas cobramos da indústria, do comércio, cobramos do servidor e cortamos na carne dentro do governo. Cortamos centenas de cargos comissionados”, disse após ouvir gritos de “fora”.

O governador também afirmou que as vaias viriam de algumas pessoas, porém, fará o que é “correto por Mato Grosso e para a maioria da nossa população”. “E não tenho dúvida que a maioria no final irá reconhecer esse esforço”, completou.

Leia Também:  Caixa Econômica paga nesta sexta-feira(18) mais uma parcela do auxílio emergencial à parte do bolsa família e inscritos no cadastro único

Mauro voltou a realizar o mesmo discurso, de que assumiu um governo quebrado, com “salários atrasados, hospital fechado”. “Sabem que o que estou falando é verdade. Mato Grosso estava literalmente quebrado em janeiro de 2019. Assumimos o governo, e vocês que estão usando a democracia sabem que isso é uma verdade”.

Porém, disse que vem cumprindo a missão que recebeu, de consertar o Estado, com “com a mesma coragem que o senhor assumiu a presidência presidente”, disse se referindo a Bolsonaro.

“E é com coragem que nós já mudamos esse estado de Mato Grosso. Não é com medo, com medo de vaia, com medo daqueles não compreendem a realidade. Depois que assumi e vocês sabem disso, não houve nenhuma paralisação mais no hospital de Sorriso”, seguiu defendendo a sua gestão.

Mauro Mendes também anunciou que irá lançar em 2021, o que chamou de maior investimento de infraestrutura dos últimos 20 anos, se comparado, proporcionalmente, com os demais estados.  “Ano que vem nós teremos um programa de mais de 5 mil pontes. É o maior programa brasileiro de Pontes. Aqui em Sorriso um novo hospital, em Sinop um novo hospital. E se vocês não querem isso, nós  tínhamos que ficar exatamente como nós estávamos”.

Leia Também:  Multidão que aplaudiu o Presidente Jair Bolsonaro em visita a Sinop vaiou o Governador de MT Mauro Mendes que demonstrou constrangimento

No final Mendes agradeceu a presença do presidente, e sua coragem para “mudar o país”. Também participam do evento os senadores Jayme Campos, Wellington Fagundes e o biônico, Carlos Fávaro, assim como deputados federais e estaduais e prefeitos da região.

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA