Momento Destaque

Mulher de 29 anos é agredida, torturada e jurada de morte durante “salve” praticado por membros da facção criminosa Comando Vermelho

Publicados

em

Uma mulher de 29 anos foi agredida, ameaçada de morte e torturada, durante um ‘salve’ realizado por membros do Comando Vermelho, na cidade de Feliz Natal, municipio de Mato Grosso, na madrugada desta quinta-feira (7). Um adolescente de 16 anos foi apreendido, apontado como um dos autores do crime.

Polícia Militar informou que foi acionada pela equipe do Pronto-Atendimento municipal, assim que a vítima deu entrada na unidade com vários ferimentos pelo corpo, indicando que havia sido espancada.

Durante o atendimento, ela contou aos policiais que estava em um bar localizado na MT-225, quando um grupo chegou no local e a obrigou entrar em um veículo. Ela foi levada até uma fábrica de biodiesel, onde passou a ser agredida.

Segundo a vítima, os homens disseram que ela tomaria um ‘salve’ e em seguida, os suspeitos pegaram um pedaço de madeira e passaram a bater na mulher, que foi ameaçada durante todo o momento em que foi refém dos agressores. Após apanhar, foi abandonada na estrada.

Leia Também:  Polícia Federal deflagra na manhã desta terça-feira a Operação "Papagaio de Ouro" com 09 mandados sendo cumpridos em garimpos de MT

Aos policiais, ela conseguiu identificar um dos agressores, conhecido como ‘menor’, rapaz de 16 anos que tem envolvimento com o crime na cidade e já é conhecido no meio policial.

Em rondas, ele foi encontrado em um posto de combustível e ainda tentou fugir da abordagem. Mas, acabou sendo detido e encaminhado para a delegacia. Já a vítima ficou internada com graves lesões. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoriaPM)

Momento Destaque

Desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso obriga Prefeito Emanuel Pinheiro a cumprir Decreto do Governo do Estado

Publicados

em

O desembargador Orlando Perri(FOTO), do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), deferiu o pedido de liminar impetrado pelo Ministério Público do Estado (MPMT) para obrigar o município de Cuiabá a seguir, com urgência, alguns trechos do decreto imposto pelo governador Mauro Mendes. Uma das medidas é o toque de recolher a partir das 21h às 5h.

 Na decisão, Perri diz que “o Município tem autonomia para recrudescer o Decreto Estadual, nunca para abrandá-lo ou atenuá-lo, de modo a comprometer o todo.” Ele ainda lembra que o que estpa em risco é a vida e o bem-estar da população, que não podem ser comprometidas por decisões que “fragilizem” as normas de segurança adotadas pelo Executivo estadual.

A decisão atende ao pedido de liminar  em Ação Direta de Inconstitucionalidade impetrado na manhã desta quarta-feira (3).  “Percebe-se, às escâncaras, que o Decreto Municipal afrouxou, sensivelmente, as medidas restritivas impostas pelo Governo do Estado a todo o território estadual”, destaca o magistrado.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Leia Também:  Prefeitura de VG MT responsabiliza o Governo de Mato Grosso pelas filas de ambulância do SAMU com pacientes de Covid 19 em Hospital
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA