Momento Destaque

Novo reajuste no preço dos combustíveis anunciado nesta terça-feira(22) pela Petrobrás entra em vigor a partir desta quarta-feira(23)

Publicados

em

A Petrobras anunciou, nesta terça-feira (22/9), o quarto reajuste seguido dos combustíveis em setembro.

Após três cortes consecutivos, o preço do litro da gasolina sofrerá aumento de 4% nas refinarias a partir desta quarta-feira (23/9).

O valor do diesel não terá alteração. As três últimas correções, promovidas pela estatal este mês, foram cortes de 3%, 5% e 5% na gasolina e reduções de 6%, 5% e 5% no diesel.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), Sérgio Araújo, o reajuste anunciado para gasolina “não foi suficiente para eliminar a defasagem em relação ao preço internacional”. “O diesel continua com defasagem desde o início de agosto”, disse.

Em Brasília, embora seja possível encontrar gasolina por menos de R$ 4 em aplicativos de alguns estabelecimentos, a média praticada, antes do novo reajuste, era de R$ 4,28 por litro. Contabilizando o aumento anunciado hoje, a Petrobras promoveu 27 alterações na tabela de preços da gasolina e 21 na do diesel este ano.

 

 

Otavio ventureli(da redação de Brasilia)

Leia Também:  Piloto de helicóptero da Força Nacional que caiu no Pantanal de Mato Grosso em Operação recebe alta e é trasferido de Cuiabá para o Rio

 

Momento Destaque

Em Lucas do Rio Verde MT cerca de 1.455 eleitores não poderão votar em 15 de novembro por não realizarem o cadastramento biométrico

Publicados

em

Em Mato Grosso, 168.022 eleitores, de 33 cidades do Estado, não poderão votar nas eleições municipais e suplementar que acontecem, este ano, no dia 15 de novembro.

Os eleitores estão impedidos porque não realizaram o cadastramento biométrico e estão com o título cancelado. Somente em Cuiabá, mais de 85 mil eleitores não poderão participar do pleito.

A segunda cidade com o maior número de títulos cancelados é Várzea Grande (35.617), seguida de Rondonópolis (11.037), Sinop (10.382), Primavera do Leste (3.462), Pontes e Lacerda (2.604), Poconé (2.060), Nova Mutum (1.630), Lucas do Rio Verde (1.455), Jaciara (1.411), Rosário Oeste (1.249), Santo Antônio do Leverger (1.003), Campo Verde (964), Nobres (770), Nossa Senhora do Livramento (705), Barão de Melgaço (703), Chapada dos Guimarães (701), Jangada (619), Nortelândia (408), Nova Santa Helena (404), Cocalinho (343), Nova Brasilândia (292), Campos de Júlio (250), Acorizal (227), Araguaiana (225), Torixoréu (213), Indiavaí (135), Luciara (134), Ribeirãozinho (134), Planalto da Serra (127), Vale de São Domingos (126), Serra Nova Dourada (113), Araguainha (49) e Ponte Branca (36).

Leia Também:  Polícia prende pela segunda vez perigoso traficante em Chácara com uma variedade de drogas além de uma torta de maçã com entorpecentes

De acordo com o TRE-MT, outros 116.325 eleitores de 53 municípios que também estariam impedidos de votar por conta do cadastramento biométrico, poderão votar normalmente após resolução do Tribunal Superior Eleitoral.

Já os eleitores que perderam o prazo para o cadastramento biométrico e tiveram o título cancelado só poderão se regularizar perante a Justiça Eleitoral após as eleições.

Aqueles que quiserem consultar sua situação podem acessar o site do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA