Momento Destaque

Palmeiras bate Corinthians nos pênaltis após ceder empate nos acréscimos e de forma heróica sai da fila no Paulista

Publicados

em

De maneira dramática, o Palmeiras conquistou a edição de 2020 do Campeonato Paulista na tarde deste sábado(09).

Derrotado pelo Corinthians na tumultuada decisão de 2018, o time dirigido por Vanderlei Luxemburgo venceu a revanche contra o arquirrival ao ganhar nos pênaltis por 4 a 3 após empate por 1 a 1 no tempo normal.

Em um primeiro tempo de poucas emoções, Willian chutou para grande defesa de Cássio. Na etapa complementar, após cruzamento de Matias Viña, Luiz Adriano marcou. Jô empatou de pênalti nos acréscimos e, nas cobranças, o jovem Patrick de Paula marcou o gol que garante o primeiro título estadual do Palmeiras desde 2008.

Os finalistas do Campeonato Paulista estrearão já na segunda rodada do Brasileiro, uma vez que os primeiros jogos acabaram adiados. Às 19h15 (de Brasília) de quarta-feira, o Corinthians enfrenta o Atlético-MG, no Mineirão. Já o Palmeiras pega o Fluminense às 21h30 do mesmo dia, no Maracanã.

O Jogo 

A única chance de gol do primeiro tempo foi criada pelo Palmeiras logo no começo. Zé Rafael recebeu de Luiz Adriano pela esquerda e se enrolou com marcação, mas conseguiu cruzar. Willian completou com um chute forte e Cássio fez grande defesa.

Leia Também:  Homem atrai ex-mulher para ir à delegacia, muda rota no caminho a leva para motel onde apanha, é estuprada e obrigada a pagar despesa

Em uma saída errada de Zé Rafael com Matias Viña pela esquerda, Luan recuperou a bola, avançou pelo meio e tocou para Jô por trás da zaga. O atacante bateu na saída de Weverton e chegou a mandar a bola para as redes no rebate, mas a arbitragem marcou impedimento corretamente.

Palmeiras e Corinthians fizeram um primeiro tempo equilibrado e praticamente dividiram a posse de bola. No entanto, com os dois times jogando sem correr grandes riscos, os goleiros Weverton e Cássio não tiveram muito trabalho até o final a etapa inicial.

Com Bruno Henrique e Rony nos lugares de Gabriel Menino e Ramires, o Palmeiras conseguiu abrir o marcador no Allianz Parque logo aos 3 minutos do segundo tempo. Matias Viña cruzou da esquerda e Luiz Adriano subiu para cabecear no canto direito de Cássio.

Em desvantagem no marcador, o Corinthians teve dificuldades para articular boas oportunidades de empate. Na metade do segundo tempo, o time visitante pediu pênalti em lance envolvendo Marcos Rocha e Jô, mas o árbitro Luiz Flavio de Oliveira mandou seguir.

O Corinthians ficou em situação ainda mais complicada quando Tiago Nunes precisou tirar o lesionado Fagner para a entrada de Michel Macedo. Nos acréscimos, Gustavo Gomez cometeu pênalti sobre Jô. Na cobrança, o próprio centroavante empatou o jogo.

Leia Também:  Multidão acompanha o Presidente Jair Bolsonaro em sua visita a Sinop MT e Sorriso MT nesta sexta-feira(18) para visitar a INPASA e lançar safra

Nos pênaltis, Danilo Avelar, Sidcley e Jô converteram para o Corinthians. Raphael Veiga, Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Patrick de Paula converteram para o Palmeiras. Michel Macedo e Cantillo erraram para o time alvinegro. Apenas Bruno Henrique errou pelo Palmeiras.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 (4) x (3) 1 CORINTHIANS

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 8 de agosto de 2020, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Cartões amarelos: Rony, Patrick de Paula e Lucas Lima (PAL); Gil e Gabriel (COR)
Gols: Luis Adriano aos 3 minutos do 2º tempo(Palmeiras) e Jô aos 50 minutos(Corinthians)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gomez e Matias Viña; Ramires (Rony), Gabriel Menino (Bruno Henrique) e Patrick de Paula; Zé Rafael (Raphael Veiga), Willian (Lucas Lima) e Luiz Adriano (Gustavo Scarpa)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Michel Macedo), Gil, Danilo Avelar e Carlos (Sidcley); Gabriel (Cantillo), Éderson, Ramiro (Araos), Luan e Mateus Vital (Everaldo); Jô
Técnico: Tiago Nunes

 

Otavio Ventureli(da redação)

Momento Destaque

Multidão que aplaudiu o Presidente Jair Bolsonaro em visita a Sinop vaiou o Governador de MT Mauro Mendes que demonstrou constrangimento

Publicados

em

O governador Mauro MendesFoto), foi vaiado durante o lançamento de uma usina de etanol em Sinop MT, na manhã desta sexta-feira(18), que teve a presença do presidente Jair Bolsonaro.

Logo que foi chamado para discursar, as vaias começaram. Mendes cumprimentou os manifestantes e disse que era legítimo eles “usarem o exercício da democracia”, mas que não só taxou os setores, mas que também “cortou na carne”.

Mendes deixou a entender que as vaias ocorreram por causa da minirreforma tributária, que alterou os valores das alíquotas da cobrança em vários setores da economia, como o agronegócio.  “Nós sim cobramos uma taxação do agronegócio. Mas cobramos da indústria, do comércio, cobramos do servidor e cortamos na carne dentro do governo. Cortamos centenas de cargos comissionados”, disse após ouvir gritos de “fora”.

O governador também afirmou que as vaias viriam de algumas pessoas, porém, fará o que é “correto por Mato Grosso e para a maioria da nossa população”. “E não tenho dúvida que a maioria no final irá reconhecer esse esforço”, completou.

Leia Também:  Truculência: Durante a "fina" soltura da atiradora que matou Isabele coordenador do menina moça afirma que quer a Imprensa longe da porta do presídio

Mauro voltou a realizar o mesmo discurso, de que assumiu um governo quebrado, com “salários atrasados, hospital fechado”. “Sabem que o que estou falando é verdade. Mato Grosso estava literalmente quebrado em janeiro de 2019. Assumimos o governo, e vocês que estão usando a democracia sabem que isso é uma verdade”.

Porém, disse que vem cumprindo a missão que recebeu, de consertar o Estado, com “com a mesma coragem que o senhor assumiu a presidência presidente”, disse se referindo a Bolsonaro.

“E é com coragem que nós já mudamos esse estado de Mato Grosso. Não é com medo, com medo de vaia, com medo daqueles não compreendem a realidade. Depois que assumi e vocês sabem disso, não houve nenhuma paralisação mais no hospital de Sorriso”, seguiu defendendo a sua gestão.

Mauro Mendes também anunciou que irá lançar em 2021, o que chamou de maior investimento de infraestrutura dos últimos 20 anos, se comparado, proporcionalmente, com os demais estados.  “Ano que vem nós teremos um programa de mais de 5 mil pontes. É o maior programa brasileiro de Pontes. Aqui em Sorriso um novo hospital, em Sinop um novo hospital. E se vocês não querem isso, nós  tínhamos que ficar exatamente como nós estávamos”.

Leia Também:  Polícia investiga assassinatos de dois homens encontrados na manhã desta quinta(17) com as mãos amarradas e perfurações a bala

No final Mendes agradeceu a presença do presidente, e sua coragem para “mudar o país”. Também participam do evento os senadores Jayme Campos, Wellington Fagundes e o biônico, Carlos Fávaro, assim como deputados federais e estaduais e prefeitos da região.

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA