Momento Destaque

Para ajudar no combate as chamas no Pantanal de Mato Grosso mais 43 militares da Força Nacional chegam nesta quarta(23) ao Estado

Publicados

em

Solicitada pelo governo de Mato Grosso, a tropa de militares da Força Nacional de Segurança Pública chega, nesta quarta-feira (23), a Mato Grosso,  para ajudar no combate às queimadas no Pantanal, no Cerrado e na porção amazônica localizada no território mato-grossense.

Do Aeroporto Marechal Rondon, que fica em Várzea Grande MT, a equipe segue direto para as áreas onde há registro de incêndios florestais.

Após a articulação do governador Mauro Mendes, a União confirmou a vinda de 43 militares para o combate ao fogo no Estado. Do total, 40 são bombeiros militares e três são policiais militares.

A atuação dos militares será definida após a primeira reunião com as equipes que compõem à força-tarefa, como explicou o coordenador-geral do Comitê Multiagências de Coordenação Operacional (Ciman), tenente coronel BM Dércio Santos da Silva.

De acordo com o secretário de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), Alexandre Bustamante, essa é mais uma equipe que chega para reforçar o combate aos focos de calor no Estado. “A gente percebe que temos que ter um reforço. Os nossos bombeiros já estão no limite, estão trabalhando há muito tempo no Pantanal e todo mundo que vier agregar é bom”, disse.

“Tanto que temos ongs, os fazendeiros, o setor de turismo, todo mundo ajudando e assim que é. Não adianta querer ter vaidade, temos que ter comprometimento. Nessa hora, todos estão ajudando e na melhor do que chegar a Força Nacional para agregar a nossa força-tarefa”, acrescentou.

Leia Também:  Em Lucas do Rio Verde MT cerca de 1.455 eleitores não poderão votar em 15 de novembro por não realizarem o cadastramento biométrico

No ofício encaminhado ao ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, solicitando aeronaves e tropas militares da Força Nacional, Mendes lembra que o Pantanal é “a maior planície alagável do mundo com 230.000 km², que recebeu da Unesco os títulos de Reserva da Biosfera e Patrimônio Natural da Humanidade, e impressiona pela diversidade de fauna e flora”. Destaca ainda que Mato Grosso enfrenta uma das piores ondas de incêndios dos últimos anos, atingindo cerca de 20% do pantanal mato-grossense.

A situação levou o governo do Estado a decretar a situação de emergência, homologada na semana passada pela União. O governo garante ainda que tem atuado forte no combate aos incêndios florestais desde março, quando foi lançado o “Plano de Ação contra o Desmatamento Ilegal e Incêndios Florestais”. Atualmente, são 2.500 profissionais atuando no combate ao fogo.

Até o momento, já foram mais de R$ 22 milhões investidos de recursos próprios, contando com 40 equipes espalhadas por todo o estado para o combate ao fogo, seis aeronaves, três helicópteros e mais de 2.500 profissionais envolvidos, desde bombeiros militares, voluntários, integrantes da Defesa Civil e do Exército. Porém, em virtude das condições climáticas desfavoráveis, como a baixa umidade e falta de chuvas há cerca de 120 dias.

Leia Também:  Antes de ser morto em confronto Zap Zap do CV gravou um vídeo e postou em redes sociais criticando a Polícia de Mato Grosso

No período, governo estadual tem buscado novas parcerias para minimizar os impactos do fogo para o meio ambiente e qualidade de vida do cidadão.

A pedido do governador, o governo Federal garantiu o repasse de mais R$ 10 milhões e o envio de agentes das forças de segurança nacional para reforçar o combate aos incêndios. O Estado, neste ano, já aplicou mais de R$ 190 milhões em multas por uso irregular do fogo.

Vale lembrar que, após quatro meses de estiagem, choveu no domingo (20), o que segundo o governo, diminuiu em 52% os focos de incêndio, de acordo com o último levantamento do Ciman, que comparou os dias 19 e 20 de setembro.

“É fato que a umidade diminuiu consideravelmente os focos de incêndio, mas não quer dizer que não há ainda possibilidade de novas áreas serem atingidas. A estratégia definida entre todas as forças de segurança, a otimização de recursos, a análise do geoprocessamento no momento de designarmos as equipes e locais de combate ao fogo”, informou o tenente-coronel.

 

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

Momento Destaque

Policia Civil investiga a morte de um rapaz de 29 anos encontrado sem vida com o corpo carbonizado no interior de uma casa em construção

Publicados

em

A Polícia Civil de Vila Rica, municipio de Mato Grosso,  está investigando a morte de Moisés Roberto da Costa Filho, 29(em destaque na foto), encontrado morto carbonizado na noite desta quarta-feira (21), dentro de uma casa em construção na Estrada Boiadeiro. A vítima estava desaparecida desde a madrugada de segunda-feira (19).

De acordo com as informações, investigadores foram acionados por volta das 22h, quando o corpo foi encontrado dentro da casa. Ele estava carbonizado e impossibilitado de ser identificado, já que a vítima estava sem nenhuma documentação.

A Polícia isolou o local do crime para os trabalhos da perícia e foi informada de que um rapaz estava desaparecido desde o começo da semana. A irmã de Moisés informou os policiais que na terça-feira (20) fez buscas nos locais que ele costumava frequentar.

Ele é usuário de drogas e já esteve preso por delitos no estado de Goiás. Os investigadores levaram a mulher até o corpo encontrado e ela acabou identificando o irmão por meio de algumas tatuagens que ainda eram visíveis.

Leia Também:  Nomes inusitados de candidatos as eleições estão ajudando a viralizar campanhas políticas por todo o Brasil com o uso de redes sociais

Segundo ela, durante a sua busca, foi informada de que ele se envolveu em uma briga com outros homens e que acabou sendo ‘eliminado’ por eles. O caso, segundo investigadores, pode estar relacionado a dívidas com traficantes.

Testemunhas apontaram o nome de dois suspeitos de terem cometido o crime contra Moisés. Os investigadores já estão com a identidade dos homens e devem sair em diligenciais nos próximos dias.

 

 

Otavio Ventureli(da redaão com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA