Momento Destaque

Pasmem: Presidente do Legislativo cuiabano do mesmo Partido e da base de sustentação do Prefeito resolve definir membros de CPI

Publicados

em

O presidente da Câmara de Vereadores de Cuiabá, Juca do Guaraná, da base de sustentação do prefeito Emanuel Pinheiro, do mesmo partido, resolveu deixar para o último prazo a reunião para definir os membros da CPI dos Medicamentos Vencidos.

Na reunião do Colégio de Líderes, nesta segunda-feira (3), Juca alegou que o prazo vence nesta terça-feira (4) e ele deve chamar uma reunião extraordinária do Colégio de Lídres para definir os nomes.

Soa estranho o presidente empurrar uma decisão, já que a população de Cuiabá espera para o quanto antes uma explicação plausível para os milhares de medicamentos encontrados fora do prazo de vencimento.

Por cultura política devastadora, geralmente, CPIs não leva a nenhum resultado que possa punir responsáveis por desmandos em administrações públicas. Mesmo desconfiada, já que o Presidente da Câmara Municipal de Cuiabá é da base de sustentação do Prefeito, a população da Capital, espera, pelo menos, saber que é o responsável pela barbárie de deixar os remédios vencerem seus prazos, o que deve ter, supostamente, provocado mortes em cidadãos que pagem impostos  e não têm direito a nada.

Leia Também:  Desesperador: Índia registra mais de 4000 mortes por Covid 19 e 40 mil novos casos em 24 horas informou o Governo neste sábado em Nova Deli

 

Otavio Ventureli(da redação)

Momento Destaque

Secretaria de Saúde do Estado emite alerta para 60 municipios incluindo Lucas do Rio Verde MT para o aumento de casos de tuberculose

Publicados

em

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), por meio da Vigilância Epidemiológica Estadual, emitiu alerta a 60 municípios para o aumento de casos de tuberculose em crianças de 0 a 9 anos.

A tuberculose é uma doença de notificação compulsória ao Estado, que é diagnosticada e tratada inicialmente pela Atenção Primária dos municípios.

O alerta aponta que foram notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) um número elevado de 331 crianças com tuberculose, no período de 2015 a 2020, nos municípios de:

Água Boa, Alta Floresta, Alto Araguaia, Alto Paraguai, Alto Boa Vista, Araputanga, Apiacás, Arenápolis, Barão de Melgaço, Barra do Bugres, Barra do Garças, Bom Jesus do Araguaia, Brasnorte, Cáceres, Campinápolis, Campo Novo do Parecis, Canarana, Castanheira, Cocalinho, Colíder, Comodoro, Confresa, Cuiabá, Diamantino, Feliz Natal, Guarantã do Norte, Jaciara, Jangada, Jauru, Juara, Juína, Juscimeira, Lucas do Rio Verde, Marcelândia, Matupá, Nova Canaã do Norte,  Nova Nazaré, Novo Horizonte do Norte, Novo Mundo, Peixoto de Azevedo, Pedra Preta, Pontes e Lacerda, Porto Espiridião, Primavera do Leste, Porto Estrela, Querência, Rio Cascalheira, Rondonópolis, Rosário Oeste, Santo Antônio do Leste, Santo Antônio do Leverger, São José do Rio Claro, São Félix do Araguaia, São José do Xingu, São José dos Quatro Marcos, Santa Terezinha, Sapezal, Sinop, Sorriso,  Tangará da Serra e Várzea Grande.

Leia Também:  Maldade: Bandido manda mecânico se ajoelhar e mata vítima com tiros a queima-roupa; funcionários e clientes do local correram

De acordo com o alertaas as causas prováveis para o aumento de casos em crianças podem ser a descontinuidade das ações de rotina como busca ativa de casos; identificação precoce e exame de Sintomático Respiratório (SR); não realização de Tratamento Diretamente Observado (TDO); falta de priorização das ações de controle da tuberculose e baixa realização de exames de contatos para os casos já notificados.

“Alertamos os profissionais de saúde para redobrarem a atenção no diagnóstico e tratamento da tuberculose, pois esse aumento de casos entre crianças pode representar o descontrole da doença, já que onde se identifica criança doente significa que ela foi infectada por um adulto doente sem tratamento”, destaca a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da SES-MT, Márcia Aurélia Esser Veloso.

Entre as orientações da SES, para que os municípios enfrentem essa situação, está: monitorar no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) os contatos de casos confirmados e se os mesmos já foram avaliados; mapear as unidades de saúde que registraram os casos entre crianças para desenvolver atividades de busca ativa, além de criar estratégia para mitigar o número de casos e realizar tratamento diretamente observado para todos os casos confirmados de tuberculose.

Leia Também:  Homicida: Rapaz de 20 anos é preso em Nova Mutum MT no cumprimento a mandado de prisão expedido pela Justiiça do Estado de Sergipe

Sobre a doença

A tuberculose é infecciosa e transmissível entre seres humanos através da tosse ou espirro de pessoas com tuberculose ativa, que lançam partículas em formas de aerossóis que contém bacilos. É uma doença que pode ser prevenida e curada, mas ainda prevalece em condições de pobreza e contribui para perpetuação da desigualdade social.

Entre os principais sintomas estão: dores no peito, tosse com mais de 3 semanas, falta de ar, perda de peso e cansaço excessivo, febre baixa (principalmente durante a noite), sudorese noturna e perda de apetite.

Os medicamentos utilizados para o tratamento da doença são fornecidos aos 16 Escritórios Regionais de Saúde (ERS), ligados à SES, que realizam a distribuição aos municípios de abrangência territorial.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA