Momento Destaque

Polícia Civil conclui inquérito do caso da menina Sara em Sorriso MT indiciando o matador pelos crimes de homicidio e ocultação de cadáver

Publicados

em

O inquérito policial que apurou a morte de Sara Vitória Fogaça Paim, em Sorriso, no Mato Grosso), foi concluído nesta semana e indiciou Antônio Ramos Escobar, de 58 anos, pelos crimes de homicídio qualificado por emprego de asfixia, estupro de vulnerável e ocultação de cadáver.

O delegado André Ribeiro comparou ainda o caso da menina de Sara com o do goleiro Bruno Fernandes, que foi condenado pelo assassinato e ocultação do cadáver de  Eliza Samúdio, além de cárcere privado do menino Bruninho, seu filho, visto que a ossada das duas vítimas ainda não foram encontradas.

Segundo ele, mesmo com a falta do cadáver da criança, o suspeito poderá responder pelo crime e ser condenado.

“Nós tivemos um caso no Rio de Janeiro de um famoso goleiro de futebol que também ocultou um corpo e foi preso e lá ele não foi réu confesso e certamente isso não irá beneficiar ele. Pelas provas que a gente tem, além da sua confissão”, pontuou.

O indiciamento foi encaminhado para o Ministério Público que deverá decidir se irá oferecer a denúncia contra o suspeito. De acordo com o órgão ministerial, o prazo para oferecimento de denúncia ou não é a próxima segunda-feira (28).

Leia Também:  Professora e ex-Deputada estadual morre aos 67 anos em Rondonópolis MT na madrugada deste sábado vítima de problemas pulmonares

Sara desapareceu no dia 1 de junho de 2010, no entanto só foi confirmado o seu falecimento após Antônio ter confessado o crime no dia nove deste mês. Na época, a menina tinha cinco anos.

O agressor relatou que trabalhava em uma construção e ofereceu uma carona para Sara, que estava em uma bicicleta. Logo depois, ela foi levada até um terreno que estava em obras.

Durante um interrogatório, o agressor disse que abusou sexualmente da criança e que matou a vítima asfixiada. Após cometer o crime, ele fugiu para Mato Grosso do Sul e retornou para Sorriso após 10 anos para confessar o crime. O delegado disse ainda que o homem confessou o crime para tirar um peso de suas costas e que afirmou estar arrependido.

Além da menina, outros quatro casos de estupro contra o suspeito foram notificados.

“Existem quatro vítimas da época que prestaram depoimento, e ele confirmou que abusou dessas pessoas que na época eram crianças e hoje são adultos, então ele vai responder de forma paralela, já que além do inquérito da Sara, ele deverá responder por outros quatro inquéritos”, disse.

Leia Também:  Deputado Sílvio Fávero é autor de projeto em apoio as famílias com crianças e adolescentes desaparecidos reconhecido por MInistério

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Momento Destaque

Polícia prende homem que dava apoio logístico à comparsas responsáveis por diversos assaltos a caixas eletrônicos no norte de Mato Grosso

Publicados

em

Policiais da 3ª Companhia da PM em Colíder, municipio de Mato Grosso,  prenderam na madrugada desta sexta (30), um homem por tentativa de furto, na área central da cidade.

Os agentes foram informados do acionamento do alarme de um terminal de caixa eletrônico instalado em uma farmácia. No local, foi percebido um forte odor de queimado, além de várias ferramentas e equipamentos que foram deixados.

Foram deixados no local uma perfuratriz, broca, mochila com cheques, entre outros materiais. Os militares souberam ainda que um VW Voyage  branco, rondava a área antes da equipe chegar.

Em diligência, o carro foi localizado e o motorista abordado, no bairro São João. Dentro do carro havia um colchão, uma escada, um bloqueador de sinal, ferramentas, corda e 17 discos de corte, além de pés de cabra, alicate de corte grande, várias chaves e um celular.

Questionado, o suspeito assumiu que dava suporte na ação criminosa. Ele apontou a participação de mais dois homens que seria do estado do Pará.

Leia Também:  Copa do Brasil: Em jogo tenso com expulsão Santos x Ceará empatam na Vila Belmiro nesta quarta e decisão de vaga fica para Fortaleza

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA