Momento Destaque

Polícia Civil de Goiás começa a investigar nesta sexta a morte de amigo e assessor do cantor Leonardo na fazenda na noite desta quinta

Publicados

em

Um tiro supostamente acidental matou na noite desta quinta-feira (4/3) na fazenda do cantor Leonardo em Jussara, Goiás, um dos seus amigos e assessor

Passim, amigo e assessor do sertanejo, morreu após um disparo acidental de arma de fogo. A assessoria de imprensa do artista confirmou a morte, mas ainda não forneceu maiores  detalhes.

As primeiras informações repassadas à Polícia e Imprensa, indicam que Passim estava em um quarto da propriedade manuseando o armamento, quando ele caiu.

Ainda de acordo com fontes, ao tocar o chão, houve o disparo, que o atingiu na virilha. Leonardo, ao ouvido o tiro, arrombou a porta e encontrou o amigo no chão.

A Polícia Civil investiga o caso e quer saber como Leonardo sabe que o amigo caiu no quarto e em seguida a arma disparou, se a porta estava fechada e o artista precisou arromba-la para ver o que teria acontecidá.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria e PC))

Leia Também:  Trabalhadores podem acessar serviços do Sine através de plataformas virtuais

Momento Destaque

Governo de Mato Grosso recebeu até esta terça(13) do Ministério da Saúde mais de 608 mil doses de vacina contra a Covid 19

Publicados

em

O Governo de Mato Grosso recebeu, até esta terça-feira (13), 618.760 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já distribuiu 617.084 aos 141 municípios do Estado, ou seja, 99,7% do total recebido.

Após a distribuição de forma célere aos 14 Escritórios Regionais de Saúde, cabe a cada município fazer a retirada do imunizante, organizar o agendamento e a aplicação da vacina junto aos grupos prioritários.

Das 618.760 doses disponibilizadas aos municípios, as prefeituras aplicaram 355.323 (57%), sendo 268.218 como primeira dose e 87.105 como segunda dose.

Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Aripuanã (93%), General Carneiro (86%), Jaciara (86%), Rondolândia (81%), Planalto da Serra (81%), Juína (79%), Conquista D’Oeste (78%), Sorriso (78%), Alto Boa Vista (77%) e Nortelândia (76%).

Considerando as vacinas destinadas à população indígena, alguns municípios podem registrar as doses aplicadas nas aldeias localizadas em territórios vizinhos e ultrapassar o limite de 100% da aplicação.

Leia Também:  Empaer MT lança plataforma digital com o objetivo de levar tecnologias modernas ao meio rural com técnicas mais fáceis e rápidas

A Vigilância Estadual ainda alertou que a utilização das segundas doses como primeira dose pode comprometer o esquema vacinal da população do município, considerando o fornecimento e as orientações feitas pelo Ministério da Saúde.

Sobre a distribuição

Na força-tarefa da vacinação, cabe ao Governo do Estado fazer a logística de distribuição, que é definida pela Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT), composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

A escolta dos materiais até os 14 polos de distribuição é feita pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), além das Polícias Federal e Rodoviária Federal e o Ministério da Defesa. Em alguns casos onde há necessidade, o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) disponibiliza sua frota aérea para dar celeridade à distribuição.

É importante ressaltar que o Governo Federal define o total de doses que cada estado recebe. Essa definição ocorre de acordo com a quantidade de pessoas que pertencem aos grupos prioritários e não pela quantidade absoluta da população. Ou seja, estados com o maior número de idosos e profissionais de saúde recebem mais vacinas nesse primeiro momento.

Leia Também:  Sefaz realiza seminário online sobre execução orçamentária e financeira de 2021

 

 

Otavio Ventureli(da redação com secom mt)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA