Momento Destaque

Policia de MT prende nesta sexta(16) mulher do traficante Sandro Louco preso em Cuiabá condenado há mais de duzentos anos de cadeia

Publicados

em

A esposa de Sandro da Silva Rabelo, conhecido como ‘Sandro Louco’(em destaque na foto), foi presa na manhã desta sexta-feira (16), pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) com apoio de equipes da Gerência de Combate ao Crimes Organizado (GCCO), no bairro Jardim das Palmeiras, em Cuiabá.

Ela é apontada como ‘disciplina’ da facção criminosa Comando Vermelho. Os trabalhos também resultaram na apreensão de drogas e dinheiro.

Segundo a Polícia Civil, três mandados de busca e apreensão domiciliar foram cumpridos. Duas pessoas foram presas na ação, entre elas, a esposa de Sandro Louco. Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Criminal de Capital e cumpridos nos bairros Osmar Cabral, Parque Cuiabá e Jardim das Palmeiras.

Na casa da esposa de Sandro Louco, os policiais apreenderam dois cigarros de maconha e o aparelho celular da suspeita, com o fim de colher informações relacionadas a atuação do grupo com o tráfico de drogas. Informações extraoficiais apontam que ela estaria mantendo contato com ele, que está preso na Penitenciária Central do Estado (PCE).

Leia Também:  Com um gol no inicio do jogo Grêmio vence o Juventude no primeiro confronto das oitavas de final da Copa do Brasil e vai à Caxias na vantagem

Na casa de outro integrante da facção, o suspeito não foi localizado, porém um terceiro estava no local e foi flagrando em posse de drogas, dinheiro e caderno de anotações relacionadas ao tráfico.

Depois de cumpridas as ordens judiciais, os suspeitos foram encaminhados à DRE, onde foram interrogados sendo o homem autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A mulher responderá a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de drogas, uma vez que não foram encontrados outros elementos ilícitos na residência.

Sandro Louco

Sandro Louco possui diversas condenações e a soma das penas ultrapassa 200 anos de reclusão. Antes de ser recambiado para Cuiabá, ele cumpria pena na Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Catanduvas (PR) e é apontado como um dos integrantes da organização criminosa Comando Vermelho.

A primeira prisão de Sandro Louco ocorreu em 2000, após assaltar um banco em Várzea Grande MT. Enquanto preso, ele conseguiu fugir pelo menos quatro vezes e ainda liderou uma rebelião em Água Boa MT.

Leia Também:  General Otavio do Rêgo Barros ex-Porta-Voz da Presidencia escreve artigo em Jornal intitulado "Lembre-se que você é mortal"

Dentre os crimes cometidos por Sandro Louco estão: latrocínio, roubo a banco, homicídio, sequestro e formação de quadrilha. As penas, somadas, ultrapassam os 200 anos de reclusão. Em 2017, ele foi o primeiro réu a participar de um júri popular por videoconferência em Mato Grosso.

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

 

Momento Destaque

Série B: Sob o comando de Felipão Cruzeiro “sextou” venceu o Paraná no Mineirão em Belo Horizonte e dorme fora da zona da “confusão”

Publicados

em

O Cruzeiro segue ganhando fôlego na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta sexta-feira(30), venceu o Paraná por 2 a 0, pela rodada de fechamento do primeiro turno.

Com o resultado, o time mineiro “dorme” fora da zona de rebaixamento, com 20 pontos ganhos.

A rodada será encerrada na segunda-feira(02). O Paraná desperdiçou a chance de entrar, ao menos provisoriamente, no G-4.

Há três jogos no comando do Cruzeiro, Luiz Felipe Scolari segue invicto. São duas vitórias (venceu também o Operário na estreia) e um empate, com o Náutico. A série de invencibilidade da Raposa é maior, uma vez que antes da chegada de Felipão, a equipe já tinha acumulado mais dois jogos sem perder, porém, apenas empates.

O Paraná foi a Belo Horizonte tentando engatar a segunda vitória seguida na Série B. Porém, o embalo desejado não veio. O time, após ficar sete jogos sem vencer na competição – sendo cinco empates e duas derrotas, vinha de goleada sobre o Oeste na rodada passada e não emplacou novo triunfo.

Mal a bola rolou e o Cruzeiro teve uma falta nas proximidades da área. O cruzamento na área terminou com gol de Marcelo Moreno. Era a tranquilidade que o time precisava. A Raposa pressionou o Paraná. Foi agressiva. Teve tudo para ampliar com Moreno, mas o goleiro Marcos salvou.

Leia Também:  Com a transferência do Dia do Servidor Público desta quarta(28) para esta sexta(30) veja o que funciona no feriadão em Mato Grosso

Quando o Paraná equilibrou as ações, o Cruzeiro fez o segundo gol, com Airton, em jogada que começou em ótima reposição do goleiro Fábio. O time celeste teve mais chances e não aproveitou.

No segundo tempo, o  Paraná se soltou mais, esteve com mais presença no ataque. Porém, cometeu muitos erros nas conclusões dos lances. As finalizações quase não deram trabalho ao goleiro Fábio. O Cruzeiro se protegeu bem e manteve o controle do jogo na etapa. E ainda exigiu boa defesa do goleiro Marcos, em um chute de Claudinho, já com a partida caminhando para a reta final.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com GE)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA