Momento Destaque

Policiais de Mato Grosso, Goiás e federais apreendem mais de 230 quilos de drogas

Publicados

em


.

Ação conjunta das forças policiais de Mato Grosso e Goiás apreendeu mais de 230 quilos de drogas no sábado (06.09). O carregamento do entorpecente foi feito na Bolívia e tinha como destino o Estado do Maranhão. Além da apreensão dos entorpecentes, três pessoas, sendo uma com passagem por tráfico de drogas, foram presas.

Policiais do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) detinham a informação de que um grupo faria o carregamento de uma grande quantidade de droga no país vizinho. De imediato, o grupamento acionou a Polícia Federal (PF). O entorpecente estava separado em tabletes, que foram carregados em duas caminhonetes modelo Hilux.

O grupo foi monitorado e na cidade de Santa Fé, no Estado de Goiás, o cerco policial do Comando de Operações de Divisas (COD) apreendeu o carregamento, os dois veículos e prendeu três homens.

Dentre as drogas apreendidas, 222,5 kg era de substância análoga à pasta base de cocaína, 10,3 kg de substância análoga a skunk, a super maconha e 4,2 kg de cloridato de cocaína.

Leia Também:  ex-Deputado José Riva afirma que Emanuel Pinheiro extorquia quem achava pela frente e que o gestor recebeu R$2,4 milhões em mensalinho

Participaram da operação o Gefron, a Polícia Federal, a Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT), por meio da 2º Companhia Independente do município de Comodoro e o Comando de Operações de Divisas (COD).

Fonte: GOV MT

Momento Destaque

Forças de Segurança da PF e da Polícia Militar de MT confirmam que Índios libertaram 14 turistas reféns em aldeia de Paranaíta MT

Publicados

em

Forças de Segurança da Polícia Federal e da Polícia Militar do Estado MT confirmaram na manhã desta terça-feira(29),  a libertação na noite desta segunda-feira(28-foto) dos 14 turistas que estavam reféns dos indígenas Ikpeng, da Aldeia Rawo, dentro do Parque Nacional do Xingu, na região de Paranaíta, em Mato Grosso.

Os mineiros e goianos estavam no local desde domingo (27), quando entraram na área da reserva por enganno enquanto voltavam de uma pescaria.

De acordo com as informações, equipe da PM foi até a aldeia na tarde desta segunda-feira (28) e junto com as equipes da Polícia Federal e da Fundação Nacional do Índio (Funai), passaram a negociar a libertação do grupo, que tinha pessoas de Minas Gerais e Goiás.

O acordo só foi feito por volta das 19h, quando eles resolveram libertar o grupo de forma pacífica e sem nenhum confronto.  Polícia Federal informou que vai investigar a prática de pesca ilegal dentro da reserva indígena.

Apesar dos relatos de que os índios pediam uma quantia de R$ 35 mil para liberarem os turistas, à imprensa, a Funai destacou que o caso não era um sequestro, e sim de invasão á terra indígena.

Leia Também:  Grupo de pescadores de Unaí MG é sequestrado por índios quando pescava em um rio da região de Parantinga MT e levado para Aldeia

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessorias)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA