Momento Destaque

Prefeita de Sinop MT concede entrevista coletiva no fim da tarde desta quinta(17) para explicar decisão de não mais concorrer a reeleição

Publicados

em

Após uma noite de festa na convenção PL em Sinop, no Mato Grosso,  nesta  quarta-feira (16), a prefeita Rosana Martinelli(foto) desistiu nesta quinta-feira (17) de disputar a reeleição.

Apesar da notícia, a gestora ainda não comunicou os motivos para a desistência. Uma coletiva de imprensa foi convocada para esta  tarde para comunicar oficialmente a decisão.

Caso se mantivesse na disputa, Rosana teria que enfrentar o seu padrinho político Juarez Costa e quem colaborou com a sua eleição, o deputado federal Juarez Costa.

Eles se mantiveram juntos e aliados até começo do mandato da prefeita, mas acabaram rompendo a aliança, sem que o motivo fosse divulgado.

Na sua página no Facebook, no começo da manhã desta quinta-feira(17) uma mensagem enigmática. “Gratidão. Essa é a palavra que está em meu coração e resume bem o que estou sentindo neste momento. Quero agradecer a cada um que se fez presente, a cada palavra recebida, a cada sorriso sincero direcionado a mim antes, durante e após a nossa convenção”.

Com a saída de Rosana Martinelli, restam 5 candidatos na disputa pela prefeitura: o deputado federal Juarez Costa , o professor Roberto Arruda, o empresário Roberto Dorner, o médico Jorge Yanai,  e o delegado Sérgio Ribeiro.

Leia Também:  Atlético Mineiro recebeu o Sport na noite deste sábado no Mineirão para dormir na liderança mas não marcou e partida termina em 0 x 0

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Momento Destaque

Servidores do IFMT de Campos Novo do Parecis MT supostamente envolvidos em roubalheira e candidata a vereadora são afastados

Publicados

em

Os servidores do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) em Campo Novo dos Parecis MT, supostamente envolvidos em roubalheira que ainda está sendo  investigada pela Polícia Federal a partir da operação Circumitus, por desvios de recursos públicos, foram afastados das ativadades.

A instituição informou o afastamento nesta segunda-feira (26). Após a medida, um procedimento administrativo foi aberto para apurar o caso.

Conforme a Polícia Federal se trata de um esquema criminoso de fraudes e desvio de recursos públicos no instituto nas áreas da educação e infraestrutura. O valor desviado seria de aproximadamente R$ 4,8 milhões.

Além dos servidores, a candidata a vereadora pelo Municipio, Samila Dalva de Jesus Silva(em destaque na foto), também está sendo investigada. A Controladoria Geral havia identificado pagamentos de notas fiscais de um possível fornecimento de gêneros alimentícios no mês de janeiro deste ano para alimentação escolar, sendo que neste período os alunos estavam em período de férias escolares.

Foi constatado ainda que outros produtos também não foram entregues pelas empresas contratadas, porém foram pagos integralmente, causando um prejuízo de R$ 127 mil.

Leia Também:  Após 13 rodadas Bragantino respira aliviado fora da zona de rebaixamento ao vencer o Goiás no Nabi Abi Chedid na tarde deste sábado

O contrato de manutenção preventiva da infraestrutura do campus também foi vistoriado e apresentou indícios de irregularidades. Os servidores públicos estariam exercendo pressão sobre responsáveis pela fiscalização de contratos para liquidação e pagamento de notas fiscais, muitas vezes sem que se verificassem a execução completa do respectivo serviço ou fornecimento de material.

A instituição reforçou ainda o combate à corrupção e que está cooperando com as investigações. As denúncias também estão sendo apuradas pela Corregedoria do IFMT. Convém salientar que  corrupção e roubalheira de dinheiro público se combate com cadeia. Colocar por longos anos na “cheirosa” os responsáveis por tanta ladroagem no País. Ninguém aguenta mais tanto cinismo.

“O IFMT e a equipe do Campus Campo Novo do Parecis estiveram e estão à disposição das autoridades para colaborar com as investigações, e reafirmam o  seu compromisso com o combate à corrupção e respeito à transparência, à legalidade e à lisura nas suas contratações, que estão disponíveis para consulta da comunidade”, diz trecho da nota da instituição.

Leia Também:  Polícia Federal suspeita que roubalheira de recursos públicos no País durante este período de pandemia já supere R$ 2 bilhões

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA