Momento Destaque

Prefeito e assessor pulam na água de um lago para salvar motorista de carro que afundava após um acidente mas vitima acabou morrendo

Publicados

em

O prefeito de Juscimeira, em Mato Grosso,  Moisés dos Santos,  e um servidor da assessoria de comunicação pularam em um lago no Centro da cidade para resgatar um motorista, que perdeu controle do carro e caiu na água. O episódio foi registrado na noite de sexta-feira (31).

O fotógrafo e o prefeito voltavam de um evento, quando viram algumas pessoas paradas nas proximidades do lago(foto).

Ambos pararam para ver o que se tratava e observaram que havia um Vectra na água. No interior do veículo estava Agnaldo Oliveira dos Anjos, de 52 anos.

Na ocasião, o carro afundava e o prefeito resolveu pular no lago e chamou o fotógrafo para ajudar. Outros três homens entraram também e auxiliaram no resgate.

“Na hora eu só pensei em ajudar. Trabalho na assessoria do prefeito como fotógrafo, porém na hora eu deixei celular de lado, máquina fotográfica e entrei junto com Moisés na esperança de salvar a vida do senhor, que no momento não sabíamos quem era ou se tinha mais pessoas”, relatou o fotógrafo.

Leia Também:  Em cova simples foi enterrado na manhã desta quarta-feira(12) em São Félix do Araguaia MT o corpo do bispo emérito Dom Pedro Casaldáliga

Agnaldo foi socorrido e encaminhado para o hospital da cidade. No entanto, ele não resistiu e morreu. Ele deixa esposa e duas filhas. As circunstâncias do acidente deverão ser apuradas.

Otavio Ventureli(com ascom)

COMENTE ABAIXO:

Momento Destaque

Escândalo: MPE MT instaura inquérito civil para apurar contratação de funerária para realizar transporte de pacientes vivos

Publicados

em

O promotor de justiça, Marcelo Mantovanni Beato, da Comarca de Peixoto de Azevedo MT, instaurou inquérito civil, esta semana, para apurar a contratação de uma funerária, que também realizou transporte de pacientes vivos, sem licitação.  As contratações perduraram por três anos.

O representante do Ministério Público cita que chegou a seu conhecimento que o Município de Peixoto de Azevedo contratou irregularmente os serviços da empresa Rosimere Rodrigues Maciel Funerária ME, para remoção de pacientes, com ambulância, entre os anos de 2017, 2018 e 2019.

O departamento de compras do município foi oficiado para apresentar cópia dos procedimentos licitatórios, porém informou que a empresa foi contratada sem licitação. O MP também pediu cópia dos registros de pagamento pelos serviços prestados pela funerária e, através deles, foi possível verificar que a empresa, na verdade, havia sido contratada em 2018, por meio de pregão, para prestar serviços de auxílio-funeral e translado funerário.

O MP ainda apurou que também foram feitos diversos pagamentos à funerária para prestação de serviços de transporte de pacientes. Todos estes serviços foram contratados sem realização de licitação.

Leia Também:  Em cova simples foi enterrado na manhã desta quarta-feira(12) em São Félix do Araguaia MT o corpo do bispo emérito Dom Pedro Casaldáliga

“Os documentos, por ora, estão a indicar um possível fracionamento indevido de serviços de prestaçaõ contínua à administraçaõo, com dispensa indevida de licitação”, disse o representante do MP.

O promotor disse que teria sido criada uma situação conhecida como “emergência fabricada”. Ele considerou que esta foi uma desculpa do Executivo Municipal para não realizar o procedimento licitatório.

“Considerando que, na verdade, reforça a imperiosidade daquela de análise sobre a emergência fabricada a constataçã de inexistência de nenhuma circunstância – que não a falta de planejamento – de natureza especial que justificasse a contratação excepcional ou o parcelamento do serviço durante os anos”, disse.

 

Otavio Ventureli(com OD)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA