Momento Destaque

Prefeitura de VG MT responsabiliza o Governo de Mato Grosso pelas filas de ambulância do SAMU com pacientes de Covid 19 em Hospital

Publicados

em

Passou a circular nas redes sociais, neste domingo (28), um vídeo que mostra fila de ambulâncias no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande. Os veículos estariam transportando pacientes com Covid para a unidade de referência no município.

Na filmagem, o autor alerta as pessoas para se cuidarem e evitarem as aglomerações. Ele ainda ressalta que no vídeo aparecem 4 ambulâncias, mas que ele passou o dia todo na unidade e foi todo tempo assim: filas para deixar pacientes.

“Se cuidem. Vamos parar de sair para a rua. Além dessas 4 que vocês estão vendo aí, eu estou aqui desde cedo, várias ambulâncias já chegaram aqui. Cuiabá não está tendo vaga (sic)”, destacou.

A filmagem foi feita na noite de sábado (27), em frente a recepção da unidade.

O boletim epidemiológico divulgado no sábado aponta que a taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) em Mato Grosso está em 87 porcento.

Outro lado
A Prefeitura de Várzea Grande informou que a unidade é de responsabilidade do Estado, no entanto ressaltou que há 3 locais para recebimento de pacientes covid para estabilização, que são o Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande e as Unidades de Pronto Atendimento do Ipase e Cristo Rei.

Leia Também:  MAPA revala que Mato Grosso baterá novo recorde na agropecuária em 2021 com previsão de arrecadar mais de 180 bilhões de reais

Pontua que há grande dificuldade para transferência dos pacientes para unidades por falta de vagas.

 

 

 

Otavio Ventureli(da redação com hnt)

Momento Destaque

Lei de autoria do Deputado Eduardo Botelho garante ao consumidor pagar e parcelar conta de energia elétrica com o seu cartão de crédito

Publicados

em

Mais uma ação para o enfrentamento da pandemia causada pelo coronavírus foi efetivada nesta semana.

O governador do Estado Mauro Mendes sancionou a Lei 11.332/21 de autoria do primeiro-secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho.

A Lei,  permite que consumidores efetuem o pagamento e parcelamento da conta de energia elétrica com cartão de crédito.

Botelho defende como uma alternativa para aliviar o momento difícil que muitas famílias enfrentam em decorrência da pandemia, em que muitas pessoas perderam empregos e vivenciam a angústia de manter o sustento da casa. Com a nova lei, a concessionária dos serviços públicos de fornecimento de energia elétrica de Mato Grosso deverá ofertar a opção do pagamento com cartão de crédito, inclusive, das contas vencidas.

Mais um apoio importante para os consumidores que podem pagar a conta de energia com o cartão de crédito, podendo até ser parcelado. Nesse momento difícil, tenho certeza que será de grande valia”, afirmou.

Outra proposta para ajudar a população encampada por Botelho, se refere a derrubada do veto do governador ao projeto de lei que proíbe o corte de energia elétrica por três meses. “Vamos batalhar para derrubar esse veto. Existe uma votação no Supremo que diz que as leis das Assembleias valem. Então, o que aprovamos vai valer e vamos derrubar esse veto”, garantiu.

Leia Também:  Forças de Segurança de MT dão sequencia nesta quinta a operações cujo obgjetivo é combater o Comando Vermelho no Xingu

Esse veto foi aposto ao Projeto de Lei 160/21, aprovado no último dia 22, que dispõe sobre a proibição de corte no fornecimento de energia elétrica no Estado de Mato Grosso e dá outras providências, de autoria das lideranças partidárias. Nesta segunda-feira (19), os deputados realizam sessão plenária para a apreciação de vetos.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA