Momento Destaque

Processo de transição de governo municipal para novo Prefeito de Nova Mutum MT deve terminar sòmente em 09 de janeiro em função da pandemia

Publicados

em

O prefeito eleito de Nova Mutum, em Mato Grosso,  Leandro Félix(foto), iniciou essa semana o processo de transição de governo.

Mesmo sendo atual vice-prefeito que pregou a continuidade da gestão durante o pleito eleitoral, esse processo de transmissão é obrigatório e atende a Resolução Normativa 019/2016 e 09/2020, do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, que dispõe sobre os procedimentos a serem adotados pelos atuais e futuros chefes de poderes do município e dirigentes de órgãos autônomos.

Devido à mudança do calendário eleitoral, os trabalhos da comissão devem ser concluídos até 08 de Janeiro de 2021.

A comissão de transição é composta por pessoas indicadas pelo prefeito eleito Leandro Félix e o vice-prefeito eleito Alcindo Uggeri, que indicaram o advogado Alex Brescovit Maciel e à advogada Paula Kuster Andriata além do Secretário de Indústria e Comércio Jimmy Huppes.

Os integrantes da prefeitura indicados pelo prefeito Adriano Pivetta são Maike Poncetti, Ivete Sandi Wenning a procuradora do município Luciana Martins Trevisan, além dos secretários Mauro Antônio Manjabosco, Terezinha Aparecida Arissava e Roberto Bento Hilário.

Leia Também:  Ministro da Saúde Eduardo Pazuello afirma que o Governo Federal pretende iniciar a vacinação contra Covid 19 já nesta quarta em todo o País

Leandro Félix falou que a transição é importante, pois irá traçar um panorama de todas as informações da Prefeitura para que inicie a nova gestão dando seguimento nas ações sem interrupções.

“Todos sabem que nos elegemos com a bandeira de seguirmos com a nossa cidade no rumo certo, que visa dar sequencia as ações que planejamos e isso é fundamental para que os projetos que estão em andamento sejam concluídos, e consequentemente vamos implementar novas ações, tenho a convicção que faremos uma grande gestão”, afirma.

Em dezembro deste ano o prefeito Adriano Pivetta encerra seu quarto mandato como gestor de Nova Mutum. Ao nomear a equipe de transição através da portaria 122/2020, Pivetta citou os desafios que enfrentou nos primeiros anos e falou da confiança que tem no prefeito e vice eleito.

“Quando assumimos a gestão de Nova Mutum em 2001 tivemos desafios imensos, precisamos fazer um amplo planejamento para mudarmos a realidade que a nossa cidade enfrentava naquele momento, graças a Deus e o esforço de todos conseguimos mudar a realidade e passamos a se tornar referência para o estado e até mesmo para o Brasil. Me sinto mais seguro porque o Leandro e seu Alcindo são pessoas capacitadas que terão todas as condições de darem sequencia nas ações que planejamos e ainda desenvolverem as propostas do plano de governo”, destaca.

Leia Também:  Polícia Civil de Lucas do Rio Verde MT acredita que mulher traficante presa com cocaína misturada a Pequi possa fazer parte de quadrilha

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessorias)

Momento Destaque

Mato Grosso recebeu na noite desta segunda(18) cerca de 65 mil doses de vacina contra a Covid 19 que serão distribuídas nesta terça aos municipios

Publicados

em

O primeiro lote das vacinas contra a covid-19 chegou a Mato Grosso na noite desta segunda-feira (18).

São 65,7 mil doses que irão imunizar 32 mil pessoas. O avião comercial pousou no Aeroporto Marechal Rondon por volta das 19 horas.

Ainda na noite desta segunda-feira(18) o primeiro mato-grossense foi imunizado. Informações da Secretaria de Estado de Saúde são que a primeira a receber a vacina foi a técnica de enfermagem Luiza Batista de Almeida Silva, 43, que trabalha no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande.

O ato simbólico da vacinação foi registrado pouco depois das 20h30, no Hospital Metropolitano, com a participação do governador Mauro Mendes.

A partir desta terça-feira (19) as doses serão enviadas aos municípios de avião e também por caminhões, sempre com a escolta das forças de segurança.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Leia Também:  Presidente da República Jair Bolsonaro afirma nesta segunda em Brasilia que as Forças Armadas decidem se há democracia ou regime militar no Brasil
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA