Momento Destaque

Três pessoas morreram em grave colisão registrada no inicio da noite desta quarta(07) entre dois veículos na MT 175 no interior do Estado

Publicados

em

Três pessoas morreram, no início da tarde desta quarta-feira (7), em um acidente na MT-175, na região de Mirassol D’Oeste.  A identidade das vítimas não foi divulgada.

Segundo informações da Polícia Militar, o acidente envolveu dois veículos de passeio, sendo um modelo Fiat Siena e um Prisma, ambos de cor branca.

O Siena estaria seguindo em direção a São José dos Quatro Marcos MT  e o Prisma seguia em sentido contrário quando houve a colisão frontal. Ainda não há mais informações sobre as circustâncias do acidente.

O casal que estava no Siena não sofreu lesões graves, mas foi  encaminhados a uma unidade hospitalar para exames. No Prisma, três pessoas morreram e uma foi socorrida em estado grave.

De acordo com a Polícia Militar, a colisão frontal envolveu um veículo Fiat Siena e um GM Prisma. No Siena estavam um homem e uma mulher, que tiveram ferimentos leves. O casal foi encaminhado para o hospital da cidade.
Já no prisma, duas mulheres foram óbito no momento do impacto. Uma terceira passageira do veículo foi socorrida em estado grave.

Leia Também:  Homem que matou queimado rapaz de 17 anos vai responder por homicidio qualificado; com a crueldade vítima teve 50 % do corpo carbonizado

Durante o atendimento, a perícia precisou ser interditada. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) esteve no local para fazer os registros preliminares, que serviram como base para as investigações. As causas do acidente serão apuradas.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria PM)

Momento Destaque

Preocupação do Governador Mauro Mendes é cuidar da população neste período angustiante de pandemia; no momento oportuno, reeleição

Publicados

em

No decorrer da pandemia, o Governador do Estado de Mato Grosso, Mauro Mendes, tem afirmado reiteradamente que neste momento a sua maior preocupação é cuidar das pessoas acometidas do Coronavírus.

Assuntos relacionados a eleição do próximo ano ficam para outro momento. “vamos aliviar primeiro o sofrimento das pessoas infectadas por este vírus”, afirma o Governador.

Mas já começam a surgir políticos com pretensão em disputar a vice-governadoria no próximo ano ao lado do Chefe do Executivo de MT, Mauro Mendfes. É o caso da ex-Prefeita de Sinop MT, Rosana Martinelli,  que não pretende sair da política

Apesar do recuo na disputa pela reeleição ano passado por questões familiares, ela não esconde que está com folego total para enfrentar as urnas de novo em 2022. Rosana já recebeu convites de várias siglas, como o MDB, e é cotada para concorrer a cargos como deputada federal, estadual e até vice-governadora. Mas a decisão depende ainda de articulações e avaliação do cenário.

“Tem essa possibilidade de concorrer a vice-governadora ao lado de Mauro Mendes  e é o que eu gostaria, mas temos que construir a candidatura”, revelou ela ao  nesta quinta (22). Ela ainda lembrou que desde Iraci França foi eleita vice-governadora em 2002, Mato Grosso não tem uma mulher no cargo.

Leia Também:  Capital do crime: Em Cuiabá, bando usa farda da Polícia Militar para assaltar joalheria; flagrados, bandidos conseguiram fugir num carro preto

Com boa avaliação, Rosana era considerada a favorita na corrida pela Prefeitura, mas recuou no dia seguinte do lançamento da candidatura alegando que precisava se dedicar à família. Em janeiro deste ano ela perdeu o marido, Osmar Martinelli, que desde 2004 recebia tratamento em homecare devido às sequelas de uma meningite que o deixou com paralisia motora.

“Foram momentos muito difíceis e ainda é, mas sinto que preciso continuar e não vou deixar a vida profissional de lado”, afirma.

Além do convite do líder do MDB, ela conta que também avalia convites do PSL e do Republicanos, de Adilton Sachetti. Contudo, ainda depende de conversas com o senador Wellington Fagundes (PL) e não descarta continuar no PL para disputar na chapa de Mauro, que deve ir à reeleição.

Mas Wellington ainda não decidiu se vai mesmo concorrer ao Senado ou se vai disputar, novamente, a eleição para o governo do estado. Na última eleição, em 2018, ele concorreu com Mauro e ficou em segundo lugar.

Leia Também:  Inquérito sobre jovem morta em discussão de trânsito é concluído e autor é indiciado por homicídio doloso

“Se ele (Wellington) for ao governo, podemos fazer essa análise sobre ir para o MDB ou outro partido. Mas se for ao Senado, podemos compor com o governador”, avalia.

Apesar de ter rompido com o deputado federal Juarez Costa (MDB) por discordar da candidatura dele à Prefeitura, Rosana não vê problemas em ser correligionária do ex-aliado. Ela entende que as diferenças foram pontuais e que o parlamentar pode ajudar a aumentar a representatividade da região Norte do estado.

“Não tenho nada pessoal contra ele. Naquele momento defendi que ele deveria continuar ajudando Sinop como federal e não voltar a ser prefeito. Ele não gostou da minha posição. Defendo que temos que ampliar a representatividade”.

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA