Momento Destaque

Tudo em casa: Prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro sai em defesa de ex-Secretrário de mobilidade urbana investigado pelo GAECCO

Publicados

em

O prefeito Emanuel Pinheiro  minimizou os desgastes provocados pelo afastamento do ex-secretário de Mobilidade Urbana (Semob), Antenor Figueiredo.

Durante entrevista à imprensa nesta sexta-feira (7), o chefe do Executivo lamentou o fato e disse que acredita na idoneidade dos secretários afastados da sua gestão.

“É um fato lamentável, um servidor público de minha confiança com 40 anos de serviços públicos prestados e sem nenhuma mácula. Ele foi denunciado em uma operação e afastado como medida cautelar. Eu só posso lamentar como prefeito e como amigo pessoal dele”, iniciou

A fala ocorreu quando o emedebista comentava sobre a decisão judicial que determinou o afastamento de Antenor durante a Operação Sinal Vermelho, deflagrada pela Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor) na última quarta-feira (5).

A ação foi autorizada após o Tribunal de Contas do Estado (TCE) constatar irregularidades no sistema de semáforos inteligentes da Capital. Os equipamentos foram adquiridos pelo valor de R$ 15,4 milhões.

Além de Antenor, outros quatro membros do alto escalão da gestão Pinheiro já haviam sido afastados de suas funções na Prefeitura, são eles: secretário de Saúde Huark Douglas; secretário de Educação Alex Vieira; procurador-geral do Município Marcus Brito e o secretário de Saúde Luiz Antônio Possas de Carvalho.

Leia Também:  Ministério Público de MT propõe que casal Cestari pai da assassina de Isabele Guimarães vá à Jurí popular por homicidio doloso qualificado

Emanuel, por sua vez, afirma que o município sempre colaborou nas investigações e que até o momento nenhum dos gestores afastados foram condenados pela justiça. Segundo ele, os secretários, inclusive, já poderiam até ser reconduzido ao cargo novamente.

“A prefeitura sempre adota uma postura colaborativa nessas situações, mas ressalto minha confiança no Antenor. Nenhum dos outros secretários foram denunciados até hoje, nenhum sofreu conseqüências maiores, pelo contrário. Todos estão conseguindo sua idoneidade justamente pela falta de elementos nas denúncias que os afastaram. Eles já inclusive já estão aptos a voltar, mas essa é um prerrogativa do gestor”, finalizou.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com GD)

Momento Destaque

Policia Civil de Lucas do Rio Verde MT investiga a morte de um homem encontrado sem vida nesta quarta dentro de um buraco

Publicados

em

Um pescador de Lucas do Rio Verde, municipio de Mato Grosso,  encontrou na manhã desta quarta-feira (16) o corpo de um rapaz de 27 anos dentro de um ‘buraco’ de quase 30 metros, no bairro Parque das Américas, próximo do Rio Verde.

A vítima estava morando há 20 dias na cidade, era natural de Vitória (ES) e pode ter sido espancado até a morte. Perícia e Polícia Civil investigam.

Segundo informnações do investigador Wlademir Mesquita,  a vítima foi identificada como Maurício Ferreira Lucas.Ele trabalhava em uma construtora da cidade e foi visto pela última vez na noite desta terça-feira (15), após deixar o alojamento em que estava.

Os amigos relataram que após o trabalho, ele foi para o alojamento e, em seguida, acabou indo para uma festa com outros colegas de trabalho.

Já por volta das 23h, ele não foi mais visto e passou a ser procurado pelo grupo, sendo encontrado sem vida já na parte da manhã de quarta. Polícia Civil isolou a cena do crime e a Perícia Oficial foi acionada para auxiliar nas investigações.

Leia Também:  Médica do MT Saúde orienta mulheres a não abandonarem os exames de rotina mesmo durante a pandemia

O corpo da vítima estava só de cueca. Ao que tudo indica, ele foi levado até o matagal, onde foi espancado e só depois jogado em um ‘buraco’ de quase 30 metros na mata.

Não foi identificada, de forma preliminar, nenhuma perfuração no corpo da vítima. Mesquita afirmou que uma das possibilidades é de que o rapaz tenha sido agredido e jogado ainda com vida dentro do buraco.

Mas, isso só será comprovado com o trabalho pericial. Agora, a investigação caminha para identificar os autores do crime, que ao que tudo indica, são mais de um.

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria e GD)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA