Momento Destaque

Unimed Norte de Mato Grosso doa à Seretaria de Saúde de Sinop MT 400 frascos de medicamentos para sedação de pacientes em estado grave

Publicados

em

A Secretaria Municipal de Saúde de Sinop recebeu, neste sábado (10), a doação de 400 frascos de medicação denominada Fentanila 50 mcg/ml AMP 10 ml P344/98 e Citrato de Fentanila 50mcg/ml Sol Inj AMP VD AMB X 10 ml uso, utilizada para intubação e sedação de pacientes quando se encontram em ventilação mecânica.

A doação, feita pela operadora de planos de saúde Unimed Norte de Mato Grosso, foi entregue ao secretário de Saúde, Valério Gobbato e direcionada para uso na Ala Covid (hospital de campanha) em funcionamento no prédio anexo à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Anete Maria Mota Maria, localizada na avenida André Maggi. A expectativa é que a quantidade doada dê suporte nos atendimentos por um período de 10 a 15 dias.

No documento de doação, a operadora destaca “o anseio de todos os setores com a saúde, inclusive saúde suplementar, para que possamos juntos ultrapassar e vencer esse período, uma vez que todos estamos sendo diretamente afetados com a crise na saúde implantada pela pandemia da Covid-19”.

Leia Também:  Com um minuto de jogo Atlético MG arma contra-ataque vence o Inter no Beira-Rio e alcança sua quinta vitória consecutiva no Brasileirão

A doação de sábado(10) reforça o crescimento da rede de solidariedade no combate à Covid-19. Há poucas semanas, foram doadas à UPA cinco máscaras para ventilação não invasiva (VNI), utilizadas em casos de insuficiência respiratória aguda, um dos principais problemas apresentados por pessoas com sintomas graves de Covid-19.  Na ocasião, os equipamentos foram disponibilizados pela Clínica Tarumãs.

A demanda por insumos e equipamentos de saúde tem aumentado diariamente em decorrência da doença. Na sexta-feira (09), por exemplo, dados do boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde apontavam que o município registrava 16,3 mil casos confirmados da doença, sendo que destes, 15,5 mil correspondiam a pessoas recuperadas. No entanto, desde o início da pandemia até o momento, 289 pessoas morreram em decorrência da Covid-19.

 

 

Otavio Ventureli(da redaçao com ascom)

Momento Destaque

Após ser atingido durante uma briga homem passa nove horas com facão cravado na cabeça; vítima segue internada e autor do crime, preso

Publicados

em

Um homem de 59 anos teve um facão cravado na cabeça após uma briga com um conhecido dentro da própria casa no municipio de Mafra, no Norte catarinense.

Ele foi atingido na noite de quarta (16) e buscou por ajuda na manhã seginte(quinta-feira), após ir a pé até a casa de uma familiar.

Segundo a polícia, ele ficou por pelo menos 9 horas com o facão na cabeça. Nesta sexta-feira (18), ele seguia internado após passar por cirurgia e, conforme o hospital, tem quadro de saúde estável.

O suspeito de atingir o conhecido na cabeça, de 58 anos, foi preso preventivamente por tentativa de homicídio na tarde desta sexta-feira (18). O homem, segundo o delegado, foi encaminhado para o Presidio Regional de Mafra

Antes de ser levada ao hospital, a vítima chegou a relatar para os agentes que havia sido agredida. Segundo o Hospital São Vicente de Paulo, o homem passou por cirurgia na quinta.

A unidade não informou quanto tempo levou o procedimento cirúrgico para retirada do facão e se o homem poderá apresentar sequelas. A Polícia Civil pretende ouvi-lo assim que ele receber alta médica.

Leia Também:  Após ser atingido durante uma briga homem passa nove horas com facão cravado na cabeça; vítima segue internada e autor do crime, preso

Segundo a Polícia Civil, a confusão aconteceu por volta das 21h de quarta-feira (16). De acordo com o delegado que investiga o caso, Lucas Magalhães, os homens estavam bebendo na casa da vítima quando aconteceu o desentendimento.

O homem ferido da cabeça foi encaminhado para o hospital somente no dia seguinte, quinta-feira (17), quando conseguiu pedir ajuda.

Segundo a Polícia Militar, não se sabe se a vítima desmaiou ou dormiu após ser ferida. De acordo com o delegado, foi só na manhã do dia seguinte, cerca de nove horas depois, que o homem foi andando com o facão ainda cravado na cabeça até a casa de uma sobrinha em busca de ajuda. A casa dela seria no outro lado da rua.

A familiar acionou o Corpo de Bombeiros. Os agentes chegaram no local por volta das 06h30 de quinta-feira (17) e encontraram o homem consciente e orientado. Ele estava sentado, apresentava os sinais vitais estáveis e foi levado para o hospital.

Otavio Ventureli(da redação com PC SC)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA