Momento Destaque

“Véião” tarado: Motorista de 71 anos é banido do aplicativo de transporte individual Pop 99 após denúncia de suposto estupro dentro do carro

Publicados

em

Um idoso, de 71 anos, foi preso e banido do aplicativo de transporte individual, 99 Pop, depois que foi denunciado por tentativa de estupro por uma jovem de 23 anos.

A ocorrência foi registrada na quinta-feira (26), em Cuiabá. A empresa se manifestou nesta sexta-feira (27), depois de tomar conhecimento sobre o ocorrido.

Conforme informações da Polícia Militar, foi relatado pela vítima que ela solicitou a corrida por meio do aplicativo. O suspeito então chegou em um veículo da marca Hyundai, modelo HB20.

Já com a viagem iniciada, o idoso começou a conversar com ela, ao mesmo tempo que tentou passar a mão nas pernas da jovem, que estava no banco de trás do carro.

O agressor ainda insistia em dizer que ia levar a vítima para outro lugar, para que eles pudessem fazer sexo.

Mesmo com a vítima exigindo que o suspeito parasse o carro, ele não fez e só parou quando achou propício. Ele trancou a jovem dentro do veículo e foi para o banco traseiro do carro, onde ela estava.

Leia Também:  Homem de 24 anos leva seis tiros disparados por um elemento conhecido pela Polícia pela alcunha de "Bunda"; e sobrevive

Na tentativa de estupro, o suspeito teria passado a mão pelo corpo e pelas partes intimas da vítima. A jovem teria conseguido tirar uma foto do agressor a tocando.  Com muito custo ela conseguiu escapar do homem.

A jovem ainda relatou que ela chegou a ligar na empresa 99 Pop. Ela também afirmou saber que o suspeito tem histórico de crime semelhante.

Nota da 99 Pop na íntegra 

A 99 lamenta profundamente o ocorrido e, neste momento, presta atendimento à vítima. A empresa esclarece ter uma política de tolerância zero em relação a qualquer forma de violência e reitera veementemente seu repúdio ao fato.

Assim que tomamos conhecimento, banimos o motorista da plataforma. A 99 está disponível para colaborar com as investigações da polícia.

Em seus Termos de Uso, a 99 ressalta que motoristas devem tratar os passageiros com boa-fé, profissionalismo e respeito. Em comportamentos como esse, que vão contra as políticas da empresa, medidas como bloqueio e colaboração com as autoridades são adotadas.

A empresa dedica seus esforços na prevenção, proteção e acolhimento de todos os usuários da plataforma, principalmente para as mulheres. Entre as medidas está a opção de compartilhar a rota para contatos de confiança, monitoramento de corrida via GPS, gravação de áudio e ligação para a polícia. A plataforma também possui cursos de conscientização sobre o combate ao assédio, disponível para 100% dos condutores.   

 

Leia Também:  Polícia tenta localizar e prender bandidos de facção criminosa que sequestraram, amarraram, torturaram e mataram no "salve" jovem de 20 anos

 

Otavio Ventureli(da redação com hipernoticias.)

Momento Destaque

Polícia tenta localizar e prender bandidos de facção criminosa que sequestraram, amarraram, torturaram e mataram no “salve” jovem de 20 anos

Publicados

em

Um jovem de 20 anos foi sequestrado, torturado, colocado de joelho e executado com vários tiros.

 Um amigo dele, que tem 21 anos e também foi alvo dos bandidos, conseguiu se salvar ao se jogar em um rio e ser levado pela correnteza.

Os crimes, segundo a Polícia Militar, aconteceram no início da noite desa quinta-feira (21), no Distrito de Boa Esperança do Norte, na zona rural da cidade de Sorriso, em Mato Grosso.

A Polícia Civil fez a liberação do corpo do jovem, que foi morto como muitos tiros. Também investiga se a vítima e o amigo dele são integrantes de uma facção criminosa.

O rapaz que escapou da execução contou à PM que, na noite de quarta-feira (20), saiu com seu amigo para encontrar uma mulher. Ao chegarem em um local com pouca iluminação, foram abordados por três homens: foram imobilizados, amordaçados e levados até uma casa desconhecida.

No local, segundo ele, ss dois foram torturados com chutes, socos  e ameaçados. s criminosos passavam a faca em seus dedos e em suas orelhas falando que iriam arranco-las.

Leia Também:  Por decisão da Justiça atiradora que assassinou Isabele Guimarães em 12 de julho de 2020 no Alphaville em Cuiabá é internada por três anos

A suspeita é de que os dois rapazes seriam integrantes de uma organização criminosa rival. A agressão continuou com chutes nas costelas e nos rostos.

No dia seguinte (horário não revelado), os dois jovens foram levados, com os olhos vendados e amordaçados, para um lugar conhecido como Salto Magessi.

Antes de levar muitos tiros, o jovem executado foi levado aos empurrões até uma pedra, colocado de joelhos e, em seguida, começou a levar tiros na cabeça.

O jovem que escapou da morte contou ainda a PM e à Polícia Civil que viu, por baixo da venda que estava em seus olhos, quando um matador segurou seu amigo e o outro disparou, jogando-o nas águas do rio em seguida.

Logo em seguida, os criminosos pegaram o outro jovem e levaram no mesmo lugar onde executaram o primeiro.

Porém, ao chegar perto da margem do rio ele se jogou na água e foi levado pela correnteza.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com DC)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA