Momento Economia

“A economia é 100% com o Paulo Guedes”, diz Bolsonaro

Publicados

em

Paulo Guedes e Bolsonaro arrow-options
Isac Nóbrega/PR – 22.5.19

Desde a campanha eleitoral Bolsonaro afirma que confia integralmente as decisões econômicas a Paulo Guedes

O presidente Jair Bolsonaro reiterou seu apoio ao ministro Paulo Guedes, afirmando que não existe um plano B para a economia. “A economia é 100% com o Guedes”. Em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo , ele deixa claro que, graças à política adotada, o país está conseguindo reconquistar a confiança do investidor internacional e está caminhando para a recuperação.

Leia também: Pensão por morte do INSS terá mudanças com reforma da Previdência

O presidente afirmou que não interfere na economia, mas que às vezes faz sugestões, transmitindo ao ministro Paulo Guedes “o anseio popular”.

Com a redução da economia prevista com a reforma da Previdência , que deve ser de cerca de R$ 800 bilhões em dez anos, o governo tenta agora solucionar a questão sobre a divisão dos recursos do pré-sal. Ao ser indagado se concorda com a proposta de dividir o montante com o Congresso, o presidente disse que essa questão também está com Paulo Guedes.

Leia Também:  Fazenda Paulista cassa inscrição de 3,4 mil contribuintes por inatividade

Ao comentar sobre os resultados positivos na geração de empregos – segundo o Cadastro Geral de Empregos e Desempregados (Caged), em agosto, foram criadas 121 mil vagas com carteira assinada, melhor resultado para o mês em seis anos -, Bolsonaro elogiou a reforma trabalhista do governo Temer. “Se o Temer não fizesse a reforma trabalhista, estaria numa situação muito pior do que estava antes”.

Leia também: Veja aqui quem ainda consegue aposentadoria do INSS pela regra antiga

O presidente voltou a comparar a economia a um transatlântico, ressaltando que não é possível ‘dar um cavalo de pau”, referindo-se às críticas de que a retomada do crescimento está mais lenta do que o esperado.

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Momento Economia

Guedes diz que novas bandeiras tarifárias devem evitar racionamento de energia

Publicados

em


source
Ministro da Economia, Paulo Guedes
Alan Santos/Presidência da República

Ministro da Economia, Paulo Guedes

O ministro da Economia Paulo Guedes disse, nesta quarta-feira (23), que novas bandeiras tarifárias , que deixam a conta de energia elétrica mais cara, têm o objetivo de evitar um racionamento no Brasil. Em reunião com representantes da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), Guedes disse que “estamos vindo com bandeiras novas”. As informações são da Folha de S. Paulo.

Apesar de falar sobre as tais bandeiras novas, o ministro não detalhou se estava se referindo, de fato, à possibilidade de criar um nível ainda mais alto no patamar de bandeiras tarifárias , tornando a energia elétrica mais cara para os consumidores.

“Nossa inflação deu um salto, indo a 8% em 12 meses, exatamente por causa de comida e energia. Energia, porque agora estamos vindo com bandeiras novas para evitar o racionamento lá na frente, está havendo uma racionalização no uso agora, e isso é um choque. Vai haver um choque na energia e um choque de alimentos”, disse Guedes, que acrescentou que a autonomia formal do Banco Central é uma das formas de evitar que os choques temporários se transformem em aumentos permanentes de preços.

Na próxima semana, a Agência Nacional de Energia Elétrica ( Aneel ) deve aprovar o reajuste das bandeiras tarifárias . O valor adicional encarece as contas de luz toda vez que o custo de geração de energia sofre alta. A tendência é que as bandeiras tenham aumento entre 40% e 60%, o que reflete em alta entre 15% e 20% nas contas de luz.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA