Momento Economia

Ações da Tesla caem 8% e analistas mandam comprar; Musk anuncia robô

Publicados

em


source
Ações da Tesla caem 8% e analistas mandam comprar
Felipe Moreno

Ações da Tesla caem 8% e analistas mandam comprar

As ações da Tesla caem 7% em Nova York nesta quinta-feira (27), enquanto os BDRs da empresa, TSLA34, recuam 9% na B3. A empresa apresentou resultados muito positivos ontem, batendo as expectativas do mercado, fazendo com que muitos analistas do mercado aumentassem suas projeções e recomendassem compra.

É o quarto trimestre seguido que a empresa bate os resultados, dando mais sinais de otimismo para a empresa de Musk. Alexander Potter, da Piper Sandler, acredita que as ações devem subir até US$ 1.300 – atualmente estão cotadas próximas de US$ 880, recomendando compra. Outro analista que recomenda compra é Ben Kallo, da Baird, que acredita em alta até US$ 1.108. New Street Research e Wedbush também recomendam a compra, com preços de US$ 1.580 e US$ 1.400.

Mas se os analistas de mercado estão com projeções tão otimistas, o que faz com que as ações da Tesla caíam hoje e acumulem perdas de 32% frente o topo de janeiro?

Problemas de supply-chain estão impactando toda a indústria, fazendo com que a empresa “demore” para lançar o Cybertruck, sua picape, e não tenha planos para lançar um carro na faixa de US$ 25 mil, que seria um carro mais “popular”. Em 2020, Musk tinha dito que esse era o objetivo da empresa “para os próximos três anos”, o que deixou o mercado animado.

Leia Também:  INSS: 2ª parcela do 13º já está liberada para consulta; veja como

Leia Também

Enquanto a Tesla está com esses problemas, a Ford está pronta para começar a entregar a F-150 Lighting, 100% elétrica – concorrente da Cybertruck -, além de triplicar a produção do Mustang Mach-E, que é um concorrente direto do Model 3 e do Model Y. A Tesla vê os concorrentes cortarem sua vantagem no mercado de elétricos e autônomos, o que é um grande risco para a empresa – dona do segundo BDR mais popular do mercado brasileiro.

Musk, porém, tem um novo plano em mente: o principal produto da Tesla para este ano não é um carro, é um robô humanoide, o Optimus. A ideia é desenvolver um robô que consiga trabalhar em fábricas, automatizando muito dos processos e aumentando a produtividade industrial – o que seria transformador para o planeta.

Leia Também

Com os problemas de supply-chain a serem resolvidos nos próximos anos, gastar 2022 para desenvolver o robô é o que Musk acredita que faz sentido para a Tesla. “A fundação de uma economia é trabalho. O que acontece quando não temos um problema de trabalho mais? Eu não sei mais o que é a economia depois disso. Isso é o que é o Optimus, muito importante”, afirma o empreendedor.

Leia Também:  ANP aprova prorrogação contratual de produção de campos petrolíferos

Contudo, o mercado tem um pouco de receio da capacidade de entregar de Musk nos próximos anos – lembrando da promessa de 1 milhão de táxis autônomos na rua até 2020, que ainda não se concretizou.

Entre no grupo especial de WhatsApp do 1Bilhão, para te ajudar a tratar cada vez melhor o seu dinheiro! Lá você vai receber todos os nossos conteúdos – matérias, relatórios, e-books, testes, ferramentas, guias! Vamos te ajudar a investir melhor e tratar cada vez melhor o seu dinheiro. É só clicar aqui .

O post Ações da Tesla caem 8% e analistas mandam comprar; Musk anuncia robô apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira .

Propaganda

Momento Economia

Petrobrás deixa de receber 30% do gás que chega de estatal boliviana

Publicados

em

source
Petrobras relata, em nota, os impactos causados pela redução de fornecimento do Gás
Agência Brasil

Petrobras relata, em nota, os impactos causados pela redução de fornecimento do Gás

Maio não foi um mês fácil para a Petrobras. Cerca de 30% da quantidade habitual de Gás Natural, proveniente da estatal boliviana YPFB. Sem essa redução de quase um terço do total, a importação brasileira gira em torno dos 20 milhões de metros cúbicos de gás, segundo fontes da empresa.

O impacto dessa redução se dá no planejamento operacional da Petrobrás, segundo declarações da empresa. Em nota, a empresa garante que busca soluções para que a YPFB cumpra o contrato legal, que prevê a chegada de uma quantidade padrão.

“Essa redução de 30% não estava prevista e implica a necessidade de importar volumes adicionais de Gás Natural Liquefeito para atender aos compromissos de fornecimento da Petrobras ”, afirmou em comunicado.

Leia Também:  IBGE divulga lista de aprovados em concurso para o Censo 2022; confira

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA