Momento Economia

Aerolineas Argentinas expande malha internacional

Publicados

em


source

Contato Radar

undefined
Raphael Magalhães

Aerolineas Argentinas expande malha internacional

Durante a pandemia, por uma determinação governamental, a principal companhia aérea argentina suspendeu todas as operações regulares de passageiros. Ao longo de vários meses, a frota da empresa permaneceu em solo aguardando a ‘turbulência’ passar.

Entretanto, com a recente liberação das fronteiras daquele país, a Aerolineas Argentinas já planeja alçar voos mais altos nos próximos meses. Na última semana, a empresa anunciou a retomada de alguns destinos brasileiros, além do reforço nas operações em São Paulo (GRU) e Rio de Janeiro (GIG).

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Somado à isso, a Aerolineas deve aumentar o ritmo de expanção internacional já a partir de Dezembro. Dessa forma, nos primeiros meses de 2021 serão 19 destinos internacionais na América do Norte, América do Sul, Caribe e Europa.

Portanto, os destinos planejados são:

  • Brasil: São Paulo (GRU), Rio de Janeiro (GIG), Curitiba (CWB), Florianópolis (FLN), Salvador (SSA) e Porto Alegre (POA);
  • América do Sul: Santiago do Chile (SCL), Bogotá (BOG), Lima (LIM), Assunção (ASU), Santa Cruz de La Sierra (VVI), Montevidéu (MVD) e Punta del Este (PDP);
  • América do Norte e Caribe: Miami (MIA), Nova York (JFK), Cancun (CUN) e Punta Cana (PUJ);
  • Europa: Roma (FCO) e Madrid (MAD);
Leia Também:  Bolsonaro reconhece inflação, culpa governadores e diz que não tabela preços

“Com estes voos, temos a oportunidade de relançar alguns objetivos que tínhamos no início da minha gestão, relacionados com o fortalecimento da nossa malha internacional. É importante para a empresa, e para o país, dar um passo à frente para restabelecer a nossa normalidade.” disse o CEO da Aerolineas, Pablo Ceriani.

O post Aerolineas Argentinas expande malha internacional apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Propaganda

Momento Economia

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em junho

Publicados

em


Trabalhadores informais nascidos em junho recebem hoje (26) a sexta parcela da nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a três semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta corrente.

As datas da prorrogação do benefício foram anunciadas em agosto. Ao todo 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial. O auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

Calendário de pagamento da sexta parcela do auxílio emergencial Calendário de pagamento da sexta parcela do auxílio emergencial

Calendário de pagamento da sexta parcela do auxílio emergencial – Caixa/Divulgação

Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS.

Leia Também:  Bolsonaro reconhece inflação, culpa governadores e diz que não tabela preços

O pagamento da sexta parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 17 e segue até o dia 30. Amanhã (27), o pagamento continua para os beneficiários com NIS de final 7. O auxílio emergencial somente será depositado quando o valor for superior ao benefício do programa social.

Calendário de pagamento da sexta parcela do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família Calendário de pagamento da sexta parcela do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família

Calendário de pagamento da sexta parcela do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família – Divulgação/Caixa

Em todos os casos, o auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

O programa se encerraria em julho, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para as parcelas.

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

Edição: Lílian Beraldo

Leia Também:  Empresas de elevadores rebatem Bolsonaro após declaração sobre energia

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA