Momento Economia

Agosto teve recorde de abertura de empresas dos últimos 10 anos no Rio

Publicados

em


.

O último mês de agosto registrou número recorde de empresas abertas no estado do Rio de Janeiro nos últimos 10 anos. De acordo com informação divulgada hoje (2) pela Junta Comercial do Estado (Jucerja), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, foram abertos no total, em agosto, 6.036 novos negócios, revelando expansão de 23% em comparação com o mesmo mês em 2019, quando foram contabilizadas 4.902 novas empresas. 

Nos últimos 20 anos, esse foi o segundo maior número de empresas constituídas no mês, perdendo somente para agosto de 2009, com 7.676 empresas.

Na avaliação do presidente da Jucerja, Vitor Hugo Feitosa, o aumento reflete o trabalho que o governo fluminense vem fazendo para tornar mais fácil o processo de abertura de empresas, contribuindo, dessa forma, para melhorar também o ambiente de negócios no estado. “Durante toda a pandemia, a Jucerja avançou no desenvolvimento do processo 100% digital, o que permitiu a continuidade dos registros. Além disso, somos a única junta comercial do país a utilizar o Biovalid, aplicativo de reconhecimento facial para assinatura de processos”, destacou Feitosa.

Leia Também:  Prazo de entrega da declaração do ITR acaba hoje

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Jucerja vinha registrando elevação gradual no número de aberturas. Segundo o órgão, o pior mês foi abril, com 1.081 novas empresas. Em maio, o número evoluiu para 2.171, chegando a 3.372 em junho. No mês de julho, foram contabilizadas 5.248 novas constituições.

Edição: Aline Leal

Propaganda

Momento Economia

Prazo de entrega da declaração do ITR acaba hoje

Publicados

em


Proprietários rurais de todo o país têm até hoje (30) para entregar a Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR). O prazo acaba às 23h59min59s.

A Receita Federal está recebendo o documento desde 17 de agosto . Neste ano, o Fisco espera receber 5,9 milhões de declarações, contra 5,79 milhões no ano passado.

Segundo o balanço mais recente da Receita, 5.277.997 de contribuintes haviam entregado a declaração até ontem (29). O pagamento da ITR poderá ser feito em até quatro quotas iguais, desde que nenhuma parcela seja inferior a R$ 50 e que a primeira quota seja quitada até o último dia do prazo de entrega da declaração.

O produtor rural que entregar a DITR depois do prazo pagará multa de 1% ao mês sobre o imposto devido ou R$ 50, prevalecendo o maior valor. Se o contribuinte constatar erros ou inconsistências depois de apresentar os dados, poderá enviar declaração retificadora, sem a interrupção do pagamento do imposto apurado na declaração original.

Obrigação

Está obrigada a apresentar a declaração a pessoa física ou jurídica, exceto nos casos de imunidade ou isenção, que seja proprietária, titular do domínio útil ou detentora de qualquer título do imóvel rural. Também deve enviar a DITR o contribuinte que perdeu a posse da propriedade entre 1º de janeiro de 2020 e a efetiva apresentação da declaração.

Leia Também:  Prova de vida do INSS é adiada para 31 de outubro

A DITR deve ser preenchida no computador, por meio do Programa Gerador da Declaração do ITR, disponível na página da Receita Federal na internet. O documento pode ser transmitido pela internet. Caso o proprietário não tenha acesso à rede mundial de computadores, poderá entregar a declaração em mídia removível na unidade mais próxima da Receita Federal.

Auxílio

Neste ano, diversas instituições de ensino superior com núcleos de Apoio Contábil e Fiscal (NAF) estão prestando, em parceria com a Receita, orientações para o preenchimento e a entrega da declaração. O serviço está sendo prestado de forma gratuita e virtual. A lista dos NAF com auxílio a distância está disponível na página da Receita na internet.

Edição: Graça Adjuto

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA