Momento Economia

Auxílio Emergencial: Governo quer manter R$ 300 sem passar pelo Congresso

Publicados

em


source
Auxílio Emergencial: Governo quer manter R$ 300 sem passar pelo Congresso
Agência Senado

Auxílio Emergencial: Governo quer manter R$ 300 sem passar pelo Congresso

O Governo Federal pretende adotar uma estratégia que consiste em manter o auxílio de R$ 300 sem passar pelo Congresso Nacional (que poderia tentar aumentar o valor). A informação foi noticiada primeiramente pela Globo News nesta quarta-feira (2).

De acordo com o jornalista Nilson Clava , a estratégia do governo pode ser dividida em duas partes. A primeira consiste em que o governo estaria preocupado com o desgaste que pode ter no Plenário diante da possibilidade que a oposição pode apresentar uma emenda tentando alterar o valor dos R$ 300, então, para evitar isso, o governo pretenderia aproveitar do fato que a Medida Provisória tem validade imediata.

Ou seja, não seria necessária a votação para que o auxílio seja liberado. Além disso, a validade da MP é de 120 dias, então, não precisaria ser votada no Congresso antes das quatro parcelas serem pagas.

Leia Também:  Tribunal decide que Correios retornem ao trabalho nesta terça (22)

A segunda parte da estratégia seria que o governo vem intensificando as conversas com parlamentares. Houve uma reunião na última terça (1) do Presidente Jair Bolsonaro com líderes de diversos partidos para o anúncio dos R$ 300. Já nesta quarta, ocorreu outro café da manhã com Bolsonaro, só que dessa vez, com o ministro da articulação política, Luis Eduardo Ramos e com a bancada do partido Republicanos, do chamado “centrão”.

Propaganda

Momento Economia

Caixa paga R$ 2,6 bilhões de auxílio a 4 milhões de beneficiários

Publicados

em


.

A Caixa realiza hoje (23) o pagamento de R$ 2,6 bilhões do auxílio emergencial para 4 milhões de pessoas nascidas em agosto, conforme o calendário do Ciclo 2. A partir desta data, os valores já podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas.

Já os saques e transferências para quem recebe o crédito nesta quarta-feira serão liberados a partir do dia 13 de outubro.

Poupança social digital

A conta poupança social digital é uma poupança simplificada, sem tarifas de manutenção, com limite mensal de movimentação de R$ 5 mil.

A movimentação do valor poderá, inicialmente, ser realizada por meio digital com o uso do aplicativo Caixa Tem, sem custo, evitando o deslocamento até as agências. Logo após o crédito dos valores, será possível realizar compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code, por meio de mais de 9 milhões de maquininhas de cartão no país. O trabalhador também poderá realizar o pagamento de contas de água, luz, telefone, gás e boletos.

Leia Também:  Profissionais da cultura do Rio são cadastrados para renda emergencial de R$ 600

Cartão de débito virtual

Com o cartão de débito virtual Caixa é possível fazer compras pela internet, aplicativos e sites de qualquer um dos estabelecimentos credenciados. Para utilizar o cartão, o beneficiário precisa gerá-lo. Depois, entrar no aplicativo e acessar o ícone cartão de débito virtual. Feito isso, o usuário deverá digitar a senha do Caixa Tem. Em seguida, aparecerão os seguintes dados: nome do cidadão, número e validade do cartão, além do código de segurança. Ao lado do código, é preciso clicar em gerar. E assim o cartão fica disponível. O código de segurança vale para uma compra ou por alguns minutos. Para realizar uma nova compra é preciso gerar um novo código.

Pagamento nas maquininhas

Além da possibilidade de uso do cartão de débito virtual, disponível para compras online, o Caixa Tem oferece a opção “Pague na maquininha”, forma de pagamento digital que pode ser utilizada nos estabelecimentos físicos habilitados. É uma funcionalidade por leitura de QR Code gerado pelas maquininhas dos estabelecimentos e que pode ser facilmente escaneado pela maioria dos telefones celulares equipados com câmera.

Leia Também:  Caixa paga auxílio residual para beneficiários do Bolsa Família

Quando o cliente seleciona a opção “Pague na maquininha”, no aplicativo, automaticamente a câmera do celular é aberta. O usuário deve então apontar o telefone para leitura do QR Code gerado na maquininha do estabelecimento.

Edição: Valéria Aguiar

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA