Momento Economia

British Airways venderá taças de champanhe usadas em Boeing 747; saiba por que

Publicados

em


source

Brasil Econômico

Boeing 747
Calebe Murilo

Boeing 747 que operou na British Airways será preservado como set de filmagens

A British Airways , companhia aérea do International Airlines Group (IAG), anunciou a venda online das louças usadas em seus aviões e outros objetos de seus Boeing 747 , nesta segunda-feira (23).

Em seu comunicado, a companhia anunciou que os itens vendidos são “para recriar uma experiência mágica de voo em casa”. No catálogo, estão disponíveis desde as taças de champanhe usadas na primeira classe até as sapatilhas e mantas distribuídas.

É possível também adquirir outros objetos mais excêntricos, possivelmente alvo dos colecionadores, como os carrinhos de alimentação usados nos Boeing 747, que estão, agora, fora da frota.

Buscando melhorar suas finanças, que foram prejudicadas durante a pandemia de covid-19 , a British Airways já havia decidido, previamente, vender obras de arte expostas em seus salões.

Leia Também:  Teto do INSS pode subir para R$ 6.973,99 com aumento da estimativa de inflação

A IAG , desde o começo do ano, já registrou perdas de 5,6 bilhões de euros. Em outubro, anunciou um prejuízo líquido de 1,76 bilhão de euros (US$ 2,08 bilhões) no terceiro trimestre, por causa do colapso do tráfego aéreo, consequência das restrições de viagem na Europa para combater a propagação do coronavírus .

No terceiro trimestre do ano passado, o grupo registrou um lucro líquido de 1 bilhão de euros .

Dessa forma, a IAG criou um plano de reestruturação que envolve a demissão de 13.000 funcionários  da British Airways, para se recuperar da crise.

Outra medida foi a redução de gastos, adiando a entrega de 68 novos aviões para 2022, além da retirada, antes do previsto, de seus Boeing 747 , apelidados de “Jumbo Jets” devido ao seu tamanho enorme.

Propaganda

Momento Economia

McDonald’s deixa peça de metal no hambúrguer e mulher quebra o dente; veja

Publicados

em


source
Mola encontrada no hambúrguer
Reprodução Kyodo news

Mola encontrada no hambúrguer

Uma japonesa quebrou o dente ao morder um hambúrguer do McDonald’s em Fukuoka, no Japão. A rede de fast food deixou passar uma peça de metal para o preparo da carne que surpreendeu a mulher de 26 anos, informa a agência Kyodo. 

Ela pediu um Rich Cheese Melt Tsukimi para viagem e notou o objeto estranho em forma de mola que considerou fazer parte de algum utensílio de cozinha.

“Eu estava ansiosa para almoçar. Não sei o que faria se a mesma coisa acontecesse novamente”, disse ela ao Kyodo News.

A mulher afirma ter sentido dores na boca e precisou ir ao hospital no mesmo dia do ocorrido, na sexta-feira (17). Ela foi diagnosticada com pulpite aguda.

A filial japonesa da rede devolveu o dinheiro à cliente e pediu desculpas, além de afirmar que inspecionam regularmente os utensílios do preparo alimentício. 

Leia Também:  Homem perde conexão, pisa e xinga funcionária da Gol

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA