Momento Economia

Captação da poupança bate recorde para meses de agosto

Publicados

em


.

Aplicação financeira mais tradicional dos brasileiros, a caderneta de poupança voltou a atrair o interesse dos brasileiros em meio à pandemia provocada pelo novo coronavírus (covid-19). No mês passado, os investidores depositaram R$ 11,4 bilhões a mais do que retiraram da aplicação, informou nesta sexta-feira (4) o Banco Central. A captação líquida é oito vezes maior que a de agosto do ano passado, quando os brasileiros tinham depositado R$ 1,31 bilhão a mais do que tinham sacado.

O resultado de agosto é o maior já registrado para o mês desde o início da série histórica, em 1995. Com o resultado do mês passado, a poupança acumula entrada líquida de R$ 123,98 bilhões nos oito primeiros meses do ano.

A aplicação tinha começado o ano no vermelho. Em janeiro e fevereiro, os brasileiros retiraram R$ 15,93 bilhões a mais do que depositaram. A situação começou a mudar em março, com o início da pandemia da covid-19, quando os depósitos passaram a superar os saques.

O interesse dos brasileiros na poupança se mantém apesar da recuperação da bolsa de valores nos últimos meses e da melhora das condições de outros investimentos, como títulos do Tesouro. Nos dois primeiros meses da pandemia, as turbulências no mercado financeiro fizeram investidores migrar para a caderneta.

Leia Também:  "Vai se f**": motoboy entrega pedido e é ofendido em prédio de luxo; veja

Rendimento

Com rendimento de 70% da Taxa Selic (juros básicos da economia), a poupança atraiu mais recursos mesmo com os juros básicos em queda. Com as recentes reduções na taxa Selic, o investimento está rendendo menos que a inflação.

Nos 12 meses terminados em agosto, a aplicação rendeu 2,9%, segundo o Banco Central. No mesmo período, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), que serve como prévia da inflação oficial, atingiu 2,28%. O IPCA cheio de junho será divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no próximo dia 9.

Para este ano, o boletim Focus, pesquisa com instituições financeiras divulgada pelo Banco Central, prevê inflação oficial de 1,77% pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Com a atual fórmula, a poupança renderia 1,4% este ano, caso a Selic de 2% ao ano estivesse em vigor desde o início do ano. No entanto, como a taxa foi sendo reduzida ao longo dos últimos meses, o rendimento acumulado será um pouco maior.

Histórico

Até 2014, os brasileiros depositaram mais do que retiraram da poupança. Naquele ano, as captações líquidas chegaram a R$ 24 bilhões. Com o início da recessão econômica, em 2015, os investidores passaram a retirar dinheiro da caderneta para cobrir dívidas, em um cenário de queda da renda e de aumento de desemprego.

Leia Também:  Homem pede bife à parmegiana e recebe só arroz; imagens viralizam na internet

Em 2015, R$ 53,57 bilhões foram sacados da poupança, a maior retirada líquida da história. Em 2016, os saques superaram os depósitos em R$ 40,7 bilhões. A tendência inverteu-se em 2017, quando as captações excederam as retiradas em R$ 17,12 bilhões, e em 2018, com captação líquida de R$ 38,26 bilhões. Em 2019, a poupança registrou captação líquida de R$ 13,23 bilhões.

Edição: Wellton Máximo

Propaganda

Momento Economia

Vídeo: médico faz confusão em restaurante por conta do horário de funcionamento

Publicados

em


source

Brasil Econômico

Briga
Reprodução Twitter Leo Dias

Vídeo mostra Carlos Iglesias, médico e irmão do empresário Belarmino Iglesias, brigando com funcionários e clientes do restaurante Gero, por querer ser atendido no horário de fechamento

Na última sexta-feira (25), houve uma grande confusão no restaurante Gero, em São Paulo. Carlos Iglesias – médico e irmão do empresário Belarmino Iglesias (fundador dos restaurantes Rubaiyat) – brigou com funcionários e clientes do estabelecimento por querer ser atendido no horário de fechamento . Um vídeo no Twitter mostra a briga.

Atualmente, o  horário de funcionamento de restaurantes na cidade de São Paulo vai até às 22h, medida de contenção à pandemia de Covid-19.

Segundo apuração do jornalista Leo Dias no portal Metrópoles, Carlos chegou ao restaurante às 21h50 e os funcionários disseram que não poderiam atendê-lo por conta da regra do limite de horário. O restaurante Gero fecharia às 22h, seguindo a norma sanitária.

Leia Também:  Homem pede bife à parmegiana e recebe só arroz; imagens viralizam na internet

Também de acordo com a reportagem, Carlos estava alcoolizado e tentou agredir uma mulher. Durante o vídeo, o médico grita que foi chutado por uma pessoa no restaurante.

No vídeo, que reúne diversas cenas da confusão, Carlos diz: “Seus playboyzinhos que estavam no Gero e dizem ser filhos de médicos, venham me pedir desculpas se tem coragem. Vocês que se cuidem. A plaquinha da Mercedes de vocês já está anotada. Venham me pedir desculpa se são decentes”.

O restaurante Gero disse à reportagem do Metrópoles que não comentará os assuntos que ocorram fora da área de atendimento, mesmo com registro de vídeos dentro do restaurante.

Confira o vídeo:


Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA