Momento Economia

Cerca de 5 milhões de aposentados ainda não fizeram Prova de Vida do INSS

Publicados

em


source
Quase 5 milhões ainda não realizam prova de vida do INSS
Reprodução: ACidade ON

Quase 5 milhões ainda não realizam prova de vida do INSS

Cerca de 4,9 milhões de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estão com a Prova de Vida referente ao mês de agosto atrasadas. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (15) pelo INSS, que ressaltou a necessidade de agilizar a entrega dos documentos para não perder o direito ao benefício. 

Segundo o levantamento, o estado de São Paulo lidera o ranking de atrasos da prova de vida. A Previdência Social estima 914 mil beneficiários não atualizaram seus dados junto ao órgão. Os estados de Minas Gerais (570.893), Bahia (483.875) e Rio de Janeiro (402.204) apresentam, também, altos índices de atrasos. 

A Prova de Vida do INSS é obrigatória e deve ser realizada uma vez por ano. Em 2020, o instituto suspendeu a obrigatoriedade devido à pandemia de Covid-19, mas retomou os agendamentos em 2021 com calendário especial. 

Cortes

Os beneficiários que não realizaram a atualização de dados poderão ter as parcelas da aposentadoria canceladas pelo INSS, mas a medida só será válida após o atraso de três meses. Ou seja, quem deveria ter feito a prova de vida em junho está com seu benefício suspenso e ainda consegue realizar a reativação em agências bancárias. Caso a entrega dos documentos não seja feita até 30 de setembro, o beneficiário terá sua aposentadoria cancelada. 

Entretanto, os desavisados podem reativar benefícios inativos. Para isso, será necessário entrar em contato com o número 135 e solicitar uma data para ir até uma agência do INSS e atualizar as informações. O trâmite também poderá ser feito pelo aplicativo Meu INSS. 

Vencimento da prova de vida em agências bancárias

  • Caixa – O vencimento se dá em até um ano da última prova de vida realizada
  • Banco do Brasil – A prova de vida é feita no mês de aniversário do beneficiário
  • Bradesco – O vencimento da prova de vida é o mês em que o cliente recebeu o primeiro pagamento
  • Itaú Unibanco – O vencimento ocorre quando completado um ano após a realização do último procedimento
  • Santander – O vencimento da prova de vida ocorre anualmente com base na data da concessão da aposentadoria
Leia Também:  Economia deve ficar estagnada no segundo semestre, afirma IFI

O que você precisa ter em mãos para a prova de vida?

  • Documento de identificação com foto, como o RG ou a CNH; 
  • Cartão utilizado para sacar os pagamentos.

Confira o calendário

Vencimento da prova de vida:                                 Retomada da rotina:

  • mai e jun/2020                                                                              julho/2021
  • jul e ago/2020                                                                               agosto/2021
  • set e out/2020                                                                               setembro/2021
  • nov e dez/2020                                                                              outubro/2021
  • jan e fev/2021                                                                                novembro/2021
  • mar e abr/2021                                                                              dezembro 2021
  • mai e jun/2021                                                                               janeiro 2022
  • jul e ago/2021                                                                                fevereiro 2022
  • set e out/2021                                                                                março 2022
  • nov e dez/2021                                                                               abril 2022
  • jan e fev/ 2022                                                                               maio 2022
  • mar e abr/2022                                                                               junho 2022
  • mai e jun/2022                                                                               julho 2022 
  • julho/2022                                                                                     agosto 2022.
Leia Também:  Boletim mostra que 12 estados e o DF reduziram gastos com pessoal

Propaganda

Momento Economia

Luiza Trajano critica aumento do IOF: “Temos que fazer mais com menos”

Publicados

em


source
Luiza Trajano
Divulgação

Luiza Trajano

Qualquer aumento de imposto é ruim, afirmou Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho Administrativo do Magazine Luiza, em entrevista a jornalistas nesta sexta-feira (17). Ela foi questionada sobre o  aumento do IOF, anunciado na quinta-feira pelo governo como forma de bancar o novo Bolsa Família.

“Qualquer aumento de imposto num momento de recessão é ruim. Nós temos que fazer mais com menos, não mais com mais”, disse Luiza.

Ela frisou que programas de transferência de renda são fundamentais, destacando o projeto de renda mínima defendido pelo ex-senador Eduardo Suplicy, argumentando que ninguém aguenta mais pagar imposto.

“Não dá mais. Precisamos fazer mais com menos. Como é que vai ser feito? Temos de fazer um exercício. Fazer mais com mais é fácil”, argumentou. “Tem que dar mesmo (o benefício social), eu sou a favor. Não se tira um país da pobreza sem passar pela renda mínima, o Suplicy já falava isso”.

A empresária  foi eleita uma das cem pessoas mais influentes pela revista Time. O texto sobre a trajetória de Luiza Trajano na publicação é assinado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que também já integrou a lista da Time.

Leia Também:  Economia deve ficar estagnada no segundo semestre, afirma IFI

Ela voltou a frisar que não sairá candidata a cargo algum. E continuará a atuar pela melhora do país junto com o Grupo Mulheres do Brasil, organização apartidária, que reúne quase cem mil mulheres.

Leia Também

Envolvida no trabalho do Unidos pela Vacina, movimento que lançou em fevereiro de 2020 ao lado de outras lideranças empresariais para acelerar o processo de vacinação dos brasileiros até este mês de setembro, Luiza já se prepara para novas frentes de atuação.

“No Mulheres do Brasil, temos três projetos muito grandes. O primeiro é planejamento estratégico do Brasil, com quatro pilares: educação, saúde, emprego e habitação. O segundo é ter 50% de mulheres em cadeiras cativas na nossa política, vamos entrar forte nisso. O terceiro é a ciência na saúde. Precisamos investir. Temos cientistas maravilhosos”, afirmou.

A empresária defendeu ainda o que chama de mentalidade PPP, ou “pense primeiro na pequena”, destacando sobre a importância de criar condições para as atividades e o crescimento das pequenas empresas por seu impacto na economia do país.

“Hoje, a pequena empresa tem o Simples. É mal usado ainda, mas já tem mais vantagens de impostos do que a gente tinha antigamente quando era pequeno. Mas ainda é pouco usado. Tem um Brasil mais independente, mais maduro e ao mesmo tempo muito dividido, o que não precisava”, lamenta. “Veja muitos mais cursos para dar, mais gente querendo fazer isso, fundos querendo investir em pequenas empresas. Elas geram emprego. É preciso entender isso, ter políticas públicas claras”.

Para ela, o prêmio da Time aumenta ainda mais seu compromisso com a sociedade civil. “Aumentou muito mais, estar nesta lista, o meu compromisso com ações concretas para melhoria do Brasil. Nós temos um longo caminho pela frente”, disse em vídeo postado em suas redes sociais na quinta-feira, em agradecimento pela premiação da Time.

Na postagem — que já se aproxima de 109 mil visualizações apenas no Instagram nesta sexta-feira — ela destacou ainda que “unir o país é o que mais precisamos neste momento. Eu não tenho lado, Mulheres do Brasil não tem, lado. O nosso lado é o Brasil”.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA