Momento Economia

Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo

Publicados

em


.

Depois de chegar ao pior patamar da série histórica, em abril de 2020, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), registrou uma série de altas e chegou a 61,6 pontos em setembro, 4,6 pontos percentuais a mais que em agosto. Entretanto, mesmo depois de cinco altas consecutivas, o indicador está 3,1 pontos abaixo do registrado no mês imediatamente anterior à pandemia da covid-19, em fevereiro, quando estava em 64,7 pontos.

O Icei é composto pelo Índice de Condições Atuais e o Índice de Expectativas. Os dois indicadores registraram aumento. Esses indicadores variam de 0 a 100 pontos. Quando estão acima dos 50 pontos mostram que os empresários estão confiantes. Valores abaixo de 50 pontos indicam falta de confiança do empresário.

Com um aumento de 7,8 pontos frente a agosto, o Índice de Condições Atuais alcançou 54,7 pontos em setembro. Ao ultrapassar a linha divisória dos 50 pontos, o índice reflete a percepção de que a situação econômica, sobretudo em relação ao seu próprio negócio, está melhor na comparação com os últimos seis meses. Nos últimos cinco meses, a avaliação era negativa.

Leia Também:  Taxa média de juros para famílias cai, diz Banco Central

Já o Índice de Expectativas aumentou 3 pontos na comparação com agosto, para 65,1 pontos em setembro. O novo patamar retrata expectativas mais otimistas e mais disseminadas por entre os empresários industriais quanto aos próximos seis meses. Desde maio, o índice vem mostrando recuperação, e desde julho ele tem se mantido acima da linha divisória de 50 pontos, que separa otimismo de pessimismo.

Para a CNI, de uma maneira geral, os empresários percebem que a economia está se recuperando e com o aumento da confiança, a indústria deve voltar a contratar trabalhadores e a investir. 

A pesquisa está disponível na página da CNI na internet.

* Com informações da CNI

Edição: Fernando Fraga

Propaganda

Momento Economia

Economista William Ricardo de Sá é o entrevistado do iG desta quinta-feira

Publicados

em


source

Brasil Econômico

Economista Willian Ricardo de Sá é o entrevistado da quinta no Brasil Econômico Ao Vivo desta semana
Divulgação/Brasil Econômico

Economista Willian Ricardo de Sá é o entrevistado da quinta no Brasil Econômico Ao Vivo desta semana

Brasil Econômico Ao Vivo  recebe nesta quinta-feira (1), a partir das 17h, o economista  Willian Ricardo de Sá , que vai conversar sobre o tema “A economia brasileira sobreviverá?”. O programa faz parte de um projeto de lives que sempre acontecem às terças-feiras – esta semana, a entrevista será realizada, excepcionalmente, nesta quinta.


William Ricardo de Sá é economista e professor aposentado da Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG, mestre em Economia pela mesma universidade e doutor em Ciência Política pelo IUPERJ .

Lives do Brasil Econômico

As entrevistas sempre contam com participação de jornalistas convidados e são transmitidas simultaneamente no perfil do Facebook do iG e no canal do YouTube. Internautas poderão interagir e mandar perguntas durante a entrevista.

Leia Também:  Incerteza da economia cai pelo quinto mês consecutivo, diz FGV

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA