Momento Economia

Em posse, novo presidente da Eletrobras defende privatização da estatal

Publicados

em


source
Governo pretende privatizar estatal até 2022
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Governo pretende privatizar estatal até 2022

Em cerimônia virtual, Rodrigo Limp assumiu nesta sexta-feira (07) a presidência da Eletrobras ressaltando a importância e a necessidade de privatização da estatal , dona de 30% da capacidade de geração do país e de 45% da transmissão de energia elétrica do Brasil.

Em evento que contou com a participação do ministro de Minas e Energia (MME), Bento Albuquerque, e Ruy Flaks, presidente do Conselho de Administração da Eletrobras, Limp, que ocupava o cargo de secretário de Energia Elétrica do MME, disse que a empresa precisa estar capitalizada para manter seu papel de liderança no setor para os próximos dez anos, quando são esperados investimentos de R$ 360 bilhões em investimento em geração e transmissão no Brasil.

“Para que a Eletrobras consolide sua posição de liderança na expansão do setor, a companhia precisa estar capitalizada com capacidade de investimento e ter competitividade frente a outros agentes do setor. Nesse sentido, é muito importante avançar no processo de capitalização da Eletrobras. Dedicarei todos os meus esforços para fazer da Eletrobras uma empresa cada vez mais forte”, disse Limp.

Leia Também:  Auxílio emergencial: Caixa paga benefício neste sábado; confira quem recebe

Você viu?

O atraso no processo de privatização da Eletrobras desgastou a relação do governo com o ex-presidente da empresa, Wilson Ferreira Junior. Ele deixou o comando da estatal e assumiu a direção da BR Distribuidora .

Assim como Limp, Bento Albuquerque também defendeu a privatização da Eletrobras. A expectativa é que o relatório da Medida Provisória, para capitalizar a estatal, seja aprovado em dez dias na Câmara . Após isso, será enviado ao Senado. O prazo para aprovação expira no dia 25 de junho, mas o governo pode pedir prorrogação por mais quatro meses.

“Reconhecemos que a Eletrobras precisa realizar mais investimentos para continuar expandindo seus negócios, gerando mais retornos para a sociedade e acionistas. Quando comparamos com os pares do setor elétrico no país e no mundo, constantamos o potencial de valor sem as amarras estatais”, disse o ministro.

Leia Também:  Em votação apertada, Senado aprova texto que prevê privatização da Eletrobras

Propaganda

Momento Economia

Brasil é o 2º país com maior mal-estar socioeconômico, aponta estudo

Publicados

em


source
Brasil é o 2º país com pior mal-estar econômico, segundo levantamento de pesquisador do Ibre-FGV
Divulgação

Brasil é o 2º país com pior mal-estar econômico, segundo levantamento de pesquisador do Ibre-FGV

Entre os 38 países-membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) , em que o Brasil é uma nação convidada, o país ocupa a 2ª posição no índice de mal-estar socioeconômico. Isto porque o desemprego recorde e a inflação alta impulsionaram esta colocação. O levantamneto foi feito pelo professor Daniel Duque , do Ibre-FGV (Instituto Brasileiro de Ecomia da Fundação Getúlio Vargas) , e foi publicado pelo O Globo

Segundo o estudo do pesquisador, no primeiro trimestre de 2021, a taxa de desconforto no Brasil chegou a 19,83%, ficando atrás da Turquia apenas, que registrou 26,27% no fim do quatro trimestre de 2020. Outros países vêm em seguida, como Espanha (16,09%), Colômbia (15,63%), Grécia (14,08%) e Chile (13,42%).

Este índice de mal-estar socioeconômico leva em conta duas situações: o mercado de trabalho e o nível de preços. O Brasil registrou uma taxa de desemprego de 14,7%, o que corresponde a 14,8 milhões de pessoas sem trabalho no último trimestre deste ano. Por outro lado, o Produto Interno Bruto (PIB) do país apresentou uma melhora, ficando em 1,2%.

“A economia está em situação aparente de melhora, mas a população está em mal-estar. A recuperação tem sido puxada por agropecuária e indústria, que empregam menos”, disse Duque ao jornal. 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA