Momento Economia

Greve da Embraer: funcionários reagem a demissões e supersalários

Publicados

em


source
Embraer
Embraer/Divulgação

Após a demissão de 2,5 mil trabalhadores e possível continuidade dos desligamentos, funcionários da Embraer aprovam greve; veja as demandas

Os planos de demissão da Embraer cortaram  2,5 mil funcionários neste ano. Além disso, a empresa anunciou nesta quinta (3) que deve demitir mais 900. Diante do cenário, os trabalhadores da Embraer decidiram iniciar uma greve.

Os funcionários aprovaram a greve durante assembleia nesta quinta (3), que foi promovida pelo sindicato dos metalúrgicos e engenheiros em frente à matriz da Embraer, em São José dos Campos. Além de promover forte reivindicação, a greve protege os funcionários das demissões, já que a lei brasileira prevê que empresas não podem demitir grevistas.

“Os trabalhadores da Embraer aprovaram em assembleia, nesta quinta-feira, a deflagração de greve contra as demissões anunciadas pela empresa. Com isso, a Embraer fica proibida de concluir os cortes dos 2.500 trabalhadores [900 demissões somadas a 1.600 desligamentos de funcionários que aderiram a planos de demissão voluntária propostos pela empresa]. A legislação brasileira proíbe a demissão de grevistas”, diz, em nota, o sindicato. 

Leia Também:  Aeroporto de Viracopos pode ter novo concessionário; entenda

Na assembleia, além do pedido de reversão das demissões, os trabalhadores aprovaram proposta de um teto salarial de R$ 50 mil na companhia.

“Há três salários superiores a R$ 1 milhão por mês na empresa. Um deles chega a R$ 2.170.666,62 e é descrito no documento como sendo de um conselheiro. Há ainda o registro de 46 salários superiores a R$ 100 mil e 127 superiores a R$ 50 mil”, ressalta a nota do sindicato.

Propaganda

Momento Economia

Aeroporto de Viracopos pode ter novo concessionário; entenda

Publicados

em


source

Brasil Econômico

Aeroporto de Viracopos visto de cima. Pode-se ver as pistas de pouso e aviões pousados
Divulgação

Aeroporto de Viracopos poderá ter novo dono de concessão


Liderado pelo empresário francês Christophe Maillol, o grupo Brazil Invest Airport negocia a compra da concessão do Aeroporto Internacional de Viracopos , localizado em Campinas (SP), com a concessionária Aeroportos Brasil, que administra Viracopos desde novembro de 2012 e tem o direito de exploração do aeroporto por 30 anos.


Segundo apuração do Uol, a concessionária está em recuperação judicial por conta de dívidas estimadas em R$ 2,88 bilhões. E por isso, havia solicitado devolver o aeroporto ao governo para que uma nova licitação fosse realizada. 

Em julho deste ano, o presidente Jair Bolsonaro assinou decreto autorizando a nova concorrência. Em documento enviado à Justiça de São Paulo, o grupo afirma que a negociação será fechada antes da devolução de Viracopos ser oficializada e que estão “em avançado estágio de negociação”.

A empresa teria dito que ofereceu R$ 150 milhões para compra das ações da UTC Participações no aeroporto , que confirmou a negociação à Justiça paulista. O grupo também pretende fazer uma proposta para adquirir os 49% que cabe à Infraero, que já comunicou ter interesse em discutir a venda da sua participação. 

Leia Também:  CNI: atividade industrial segue em recuperação com alta do emprego

O grupo diz ter obtido um financiamento bancário de R$ 4,2 bilhões para pagar as dívidas do aeroporto e para fazer investimentos em melhorias no espaço, com planos de construir uma nova pista de pouso, hotel e um shopping center em Viracopos.

Mas para a negociação ser concluída, o grupo precisa do aval da Agência Nacional de Aviação (Anac), do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), credor da concessionária, e da Justiça por conta do processo de recuperação judicial. 

Viracopos: segundo maior aeroporto em carga aeroportuária

Cerca de 40% de toda carga aeroportuária importada chega ao Brasil por Viracopos, tornando-o, assim, o segundo maior aeroporto do país em volume de carga e o sexto maior em número de passageiros. Segundo dados pré-pandemia, passavam, pelo aeroporto, cerca de 1.100 voos semanais para mais de 50 cidades brasileiras, além de 25 voos internacionais por semana. 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA