Momento Economia

Guedes deve insistir em agenda econômica vetada por Bolsonaro

Publicados

em


source

Brasil Econômico

bolsonaro
Reprodução

Ministro da Economia Paulo Guedes e presidente Jair Bolsonaro


O ministro da Economia, Paulo Guedes , quer articular a retomada das suas  propostas de retomada econômica, que já foram vetada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). As informações foram apuradas pela seção Mercado da Folha de S.Paulo e apontam que Guedes deve esperar o fim do período eleitoral, que freou a negociação sobre propostas para a economia e os programas sociais, para pressionar o presidente a retomar a sua agenda .


A agenda defendida por Guedes propõe a redução de benefícios como o abono salarial — proposta criticada por Jair Bolsonaro, que chamou o projeto de “tirar dos pobres para dar para os paupérrimos” –, congelamento de benefícios e criação de um imposto na linha do que foi a CPMF .

Guedes argumenta que possui soluções técnicas para ampliar o orçamento e o Bolsa Família , mas as medidas defendidas pelo ministro já foram classificadas como muito radicais pela campo político que compõe o governo. Segundo apurou a Folha com interlocutores do ministro, Guedes diz que a ampliação do Bolsa Família será feita a partir da consolidação de 27 outros benefícios e respeitando o teto de gastos.

Leia Também:  American Airlines decide aposentar toda sua frota de A330


Propaganda

Momento Economia

Mitsubishi paralisa os planos do SpaceJet

Publicados

em


source

Contato Radar

undefined
Guilherme Dotto

Mitsubishi paralisa os planos do SpaceJet

Em um futuro bem próximo, a Mitsubishi deve anunciar uma nova estratégia de negócios de médio prazo em 30 de outubro.

De acordo com a Kyodo News , agência de notícias de Tóquio, a Mitsubishi irá confirmar que o programa SpaceJet será paralisado, embora tenha lutado por muito tempo para ganhar força com as companhias aéreas, 2020 está acabando ainda mais com a demanda por novas aeronaves.

O SpaceJet é um jato regional bimotor com capacidade para 70 a 90 passageiros. Atualmente há duas versões do modelo em oferta; o M90 e o M100 um pouco maior.

Menor do que o Airbus A220, a Mitsubishi estava posicionando seu avião para ser a versão utilizada no norte da Ásia.

No programa SpaceJet e seu antecessor, o Mitsubishi Regional Jet, está em andamento desde 2008. O jato fez seu primeiro voo em 2015. Até o momento, US$ 9,6 bilhões foram aplicados no desenvolvimento do avião.

No entanto, o cronograma de entrega foi adiado seis vezes até o momento. Haviam planos para entregar os primeiros M90, à All Nippon Airways no próximo ano, mas no momento nada confirmado.

Leia Também:  Brasileiros mantêm expectativa de inflação em 4,7%, diz FGV

Com cancelamento de até 100 Mitsubishi SpaceJet M90, a Trans States Airlines disse que o avião não era apropriado para os Estados Unidos, pois não atendia às regras do sindicato norte-americano sobre os jatos regionais.

com efeito de alto valor, a Mitsubishi reduziu pela metade seu orçamento para o programa SpaceJet, reduzindo US$ 561 milhões no financeiro do ano seguinte.

Foto: Maarten Dols © jetphotos.com

Os trabalhos no M90 continuaram, mas a produção foi interrompida. Quanto ao M100, foi efetivamente colocado ao lado.

Especialistas esperam que a demanda por aviões grandes diminuam num futuro próximo, à medida que as companhias aéreas optam por aviões menores.

O post Mitsubishi paralisa os planos do SpaceJet apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA