Momento Economia

Homem furta moto de empresa para ressarcir indenização não recebida; entenda

Publicados

em


source
O preso contou que discordou dos valores recebidos após a demissão
Reprodução: ACidade ON

O preso contou que discordou dos valores recebidos após a demissão
undefined
undefined

undefined

Um jovem de 24 anos foi preso em flagrante no Distrito Federal por ter furtado uma motocicleta da empresa onde trabalhou por três meses e foi demitido. Diante das circunstâncias, a Polícia Civil nomeou a operação, realizada no sábado, dia 12, de Justa Causa.

Segundo os investigadores da 38ª DP, o preso contou que discordou dos valores recebidos após a demissão . Ele explicou que arcou com reparos na moto com o próprio dinheiro e, por isso, acreditou que deveria ter sido ressarcido.

Você viu?

O ex-funcionário disse que voltou à distribuidora de bebidas, em Vicente Pires, para reclamar da situação com seu antigo chefe. No entanto, relatou não ter sido atendido. Assim, deixou o local levando consigo a motocicleta, conforme mostram imagens registradas por câmeras de segurança.

Após perceber o furto, o responsável pela empresa registrou ocorrência na delegacia. Os agentes investigaram o caso e localizaram o autor do delito, que foi autuado por crime de exercício arbitrário das próprias razões. A polícia constatou que o acusado pegou a moto para si como forma de ressarcimento dos valores trabalhistas que entendia ter direito.

Por se tratar de crime de menor potencial ofensivo, o homem foi liberado após a assinatura de termo circunstanciado. A motocicleta foi apreendida e será submetida à vistoria.

Propaganda

Momento Economia

Petrobras tem R$ 3 bi para programa de distribuição de gás, diz Bolsonaro

Publicados

em


source
Bolsonaro diz que Petrobras tem R$ 3 bi para programa de distribuição de gás
Luciano Rodrigues

Bolsonaro diz que Petrobras tem R$ 3 bi para programa de distribuição de gás


O presidente Jair Bolsonaro deu, na noite desta sexta-feira (31), um pouco mais de detalhes do programa de vale-gás que pretende instituir no país. Ele afirmou que a Petrobras já tem reservado cerca de R$ 3 bilhões para esse fim.

Ele afirmou que o estudo do programa ainda está em conclusão, mas que a ideia é distribuir um botijão a cada dois meses para cada família de baixa renda:

“O novo presidente da Petrobras, general Silva e Luna, está com uma reserva de aproximadamente R$ 3 bilhões para atender realmente esses mais necessitados. O equivalente, está sendo estudado ainda, é de um bujão de gás a cada dois meses”, afirmou Bolsonaro, em entrevista ao Programa do Ratinho, exibido na noite desta sexta-feira, no SBT.

O vale-gás é visto como uma ação do governo para também alavancar a popularidade do presidente, na véspera do ano eleitoral.

Bolsonaro voltou a afirmar que o alto preço do gás de cozinha cobrado hoje do consumidor, que chegou a ultrapassar os R$ 100, não é culpa do governo, embora a Petrobras tenha elevado os preços para as distribuidoras recentemente por causa da alta do preço internacional do petróleo e do câmbio:

“Zerei o imposto federal do gás de cozinha, que custa R$ 45 onde é engarrafado. O resto é ICMS, margem de lucro e frete.”

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA