Momento Economia

Inflação dos aluguéis fica em 3,23% em outubro, diz FGV

Publicados

em


O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel do país, registrou inflação de 3,23% em outubro deste ano. A taxa é inferior ao observado em setembro (4,34%). Apesar da queda da taxa, o IGP-M acumula índices de inflação de 18,10% no ano e de 20,93% em 12 meses, de acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV).

A queda da taxa de setembro para outubro foi puxada pelos preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo, cuja inflação recuou de 5,92% em setembro para 4,15% em outubro deste ano.

Por outro lado, o varejo e a construção tiveram aumento da taxa de inflação no período. O Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, subiu de 0,64% para 0,77%. Já o Índice Nacional de Custo da Construção passou de 1,15% para 1,69%.

 

Edição: Valéria Aguiar

Leia Também:  Produção industrial cresce pela sexta vez seguida, mas ainda tem perdas no ano
Propaganda

Momento Economia

Combustível está caro? Entenda como funciona o cálculo do valor pago nos postos

Publicados

em


source

Brasil Econômico

Cálculo Combustíveis
Divulgação

O preço das bombas leva em consideração os valores de impostos, retirada da distribuidora e margem de lucro

Em época de dificuldades financeiras, é sempre bom economizar na hora de abastecer. Alguns motoristas recorrem a postos em rodovias que, costumeiramente, são mais baratos do que os urbanos. Ou, então, aos estabelecimentos de bandeira branca’ . Mas por que o preço costuma variar – e, em alguns casos, muito – de um local para outro?

É importante ficar atento a qualidade do combustível e no cálculo feito pelas revendas para chegar ao consumidor final.

De acordo com a ANP, o preço da gasolina , do etanol e do diesel nos estabelecimentos custam em média R$ 4,46, R$ 3,15 e R$ 3,52 respectivamente. Mas é possível encontrar, em alguns postos de combustíveis , valores variam entre R$ 3,99 e R$ 4,99.

Leia Também:  Caixa abre 755 agências neste sábado para pagamento de auxílio; confira

O empresário do setor de combustíveis Fernando Roca diz que o cálculo nas bombas considera os custos do estabelecimento e os impostos federais e estaduais. 

“A margem de lucro, dependendo do posto, é de apenas 14% no valor do combustível. O resto são impostos e o custo da produção nas distribuidoras”, explicou.

Porém, nem todos os estabelecimentos praticam o mesmo preço. Os postos de bandeira branca contam com valores mais tentadores, cobrando até R$ 0,20 mais barato que os bandeirados.

“A questão é que os postos com bandeira pagam ‘royalties’ e fidelidade da marca, por causa disso, os valores aumentaram consideravelmente, mas a fonte do combustível é a mesma”, disse Roca. 

“Vale ressaltar que é sempre aconselhável procurar postos confiáveis. Nunca acredite em preços muito abaixo da média do mercado. O barato pode sair caro para o consumidor”, alerta.

Mais barato, só em 2021

Outro questionamento dos motoristas é o alto valor do etanol , causado pelo período de entre safra, quando a produção de cana-de-açúcar diminui. A expectativa, segundo o especialista, é que o preço do combustível seja reduzido apenas no fim do primeiro trimestre de 2021.

Leia Também:  Produção industrial cresce pela sexta vez seguida, mas ainda tem perdas no ano

“As usinas de açúcar e álcool trabalham produzindo aquilo que for mais rentável. Se o açúcar estiver com melhor preço de venda, produzem mais. Com menos etanol disponível no mercado a tendência é de alta” completou.

O valor dos combustíveis em sua cidade pode ser conferido no site da ANP .

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA