Momento Economia

Kraft Heinz aguarda Cade para concretizar compra da brasileira Hemmer

Publicados

em


source
Kraft Heinz aguarda Cade para confirmar compra da brasileira Hemmer
Divulgação

Kraft Heinz aguarda Cade para confirmar compra da brasileira Hemmer

A americana Kraft Heinz fechou acordo para comprar a Hemmer, empresa brasileira de molhos, conservas e condimentos. A catarinense, com sede em Blumenau, amplia o portfólio da multinacional, agregando ainda azeites e bebidas. A transação, que não teve o valor divulgado, depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A combinação de negócios, explica o comunicado divulgado ao mercado nesta quinta-feira, é acelerar o crescimento das duas empresas, pela complementariedade do negócio.

No Brasil, a Kraft Heinz usa sua marca no segmento premium e mantém também a Quero — empresa de Jundiaí, interior de São Paulo, adquirida pela americana em 2011 — voltada para o mercado mais econômico.

“Juntar forças com a Hemmer nos oferece uma grande oportunidade de acelerar nossa estratégia de crescimento internacional centrada em Taste Elevation – nosso portfólio de produtos com alta qualidade e delicioso sabor que realçam o paladar da comida”, diz Rafael Oliveira, presidente da Zona Internacional da Kraft Heinz, em nota.

Leia Também:  Com descontos fracos, Black Friday se mantém no nível do ano passado

US$ 26 bi em vendas

Do lado da Hemmer, os ganhos virão com a rede de distribuição e atendimento da Krfat Heinz, o que inclui uma ponta para o setor de foodservice (bares, restaurantes e lanchonetes), que está em expansão.

Christian Luef, à frente da Hemmer, reafirma que a aquisição traz uma oportunidade de expansão à empresa.

No último ano, a Kraft Heinz alcançou US$ 26,18 bilhões em vendas. A companhia, uma das cinco maiores de alimentos e bebidas globalmente, nasceu em 2015, quando o brasileiro Jorge Paulo Lemann (da 3G Capital) e Warren Buffett, do Berkshire Hathaway, fusionaram a Heinz com a Kraft Foods.

Em março deste ano, Lemann deixou o Conselho de Administração da Kraft Heinz. Nos mais de cinco anos de operação, a companhia levou um tombo em valor. Recentemente, segundo a Bloomberg, vendeu várias marcas que estavam sujeitas à flutuações de preços de commoditties.

Leia Também:  Brasil perdeu ao menos R$ 460 bi em impostos para a sonegação em 2020

Propaganda

Momento Economia

Brasil perdeu ao menos R$ 460 bi em impostos para a sonegação em 2020

Publicados

em


source
Brasil perdeu bilhões para a sonegação
Reprodução

Brasil perdeu bilhões para a sonegação

O Brasil deixou de arrecadar entre R$ 460 bilhões e R$ 600 bilhões em impostos em 2020, de acordo com um levantamento feito pelo Instituto de Desenvolvimento do Varejo (IDV) e divulgado pelo Metrópoles neste domingo (28).

O valor equivale a cerca de 11% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e soma tanto a evasão fiscal de empresas, que ficou entre R$ 320 bilhões e 420 bilhões no período, quanto o trabalho informal, que representa quantia estimada entre R$ 140 bilhões e R$ 180 bilhões.

Eduardo Mansur, presidente do Comitê de Transação Tributária da Associação Brasileira da Advocacia Tributária (Abat), explica que o alto índice de sonegação acontece, sobretudo, porque o processo tributário é complexo. “É um sistema que compreende muita tributação que se sobrepõe na cadeia, passando pela produção, pelo comércio e varejo, chegando na ponta, no consumidor”, disse ele ao Metrópoles.

A alta tributação sobre a folha de salários também contribui para a sonegação. Em 2020, este fator foi o responsável por 20% da evasão. “Você tem uma tributação muito pesada sobre os encargos de trabalho e previdenciários”, afirma Mansur.

Leia Também

Além das consequências econômicas pela diminuição na arrecadação de impostos, a sonegação traz ainda outros problemas, avalia ele. “Se você tem um ambiente que assegura uma imunidade para o sonegador, você cria um ambiente de concorrência desleal no mercado, o que também é ruim para o investidor”.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA